segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Extra! Edinho, Chalita e outros políticos fora da Canção Nova!

Saudações queridos leitores!

Apesar de não ter comentado antes, estou a par de tudo que aconteceu na Canção Nova referente ao escandaloso programa que foi dado ao deputado petista-gayzista-abortista-censurador-de-bispos Edinho Silva.

Dada a revolta que tomou conta da blogsfera Católica, a direção da Canção Nova reuniu-se e resolveu tirar do ar todos os apresentadores que ocupam cargos políticos. Fiquem com a reportagem da Folha, volto abaixo:

Rede Canção Nova tira do ar programas de Chalita e Edinho Silva

DE SÃO PAULO

A rede Canção Nova, emissora de rádio e TV ligada ao movimento católico Renovação Carismática, resolveu tirar do ar os programas comandados pelos deputados federais Gabriel Chalita (PMDB-SP) e Eros Biondini (PTB-MG), pelos estaduais Edinho Silva (PT-SP), Paulo Barbosa (PSDB-SP) e Myriam Rios (PDT-RJ), e pela primeira-dama paulista, Lu Alckmin, informa o "Painel", editado por Renata Lo Prete e publicado na Folha desta segunda-feira (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

Embora a decisão tenha sido tomada no atacado, o elemento precipitador foram as reações negativas de fiéis e lideranças da igreja à recente incorporação de Edinho, presidente do diretório estadual petista, ao quadro de apresentadores da Canção Nova.

Conexões "Justiça e Paz", o programa de Edinho, estreou em 3 de novembro tendo como convidado Gilberto Carvalho. Principal mentor político do deputado petista, o secretário-geral da Presidência foi também articulador da aproximação entre a campanha de Dilma Rousseff e a Canção Nova no segundo turno da eleição presidencial. Até então, a candidata vinha sendo duramente combatida por religiosos da Renovação Carismática.

Fonte aqui.

Pois bem, pessoal. A voz da indignação dos Católicos se fez ouvir de tal forma que os administradores da Canção Nova não tinham outra opção a não ser limar os políticos de sua programação. Penso que contribuiu pra isso também a campanha de boicote às contribuições e as reclamações feitas a Dom Beni, Bispo de Lorena, a quem devemos agradecer pelo zêlo que tem com os fiéis. Parabéns pela retirada do Edinho, do Chalita e do Eros da programação. Apenas lamento que ainda não tenham assumido que a retirada foi em vista da discrepância doutrinal desses políticos com a Doutrina da Igreja. Mas a hora ainda há de chegar.

Fiquem com Deus e divirtam-sem
Fernando.

Ajude a defender a Igreja! - http://www.defesacatolica.com.br/

Nenhum comentário: