segunda-feira, 26 de julho de 2010

PT Assassino - Como Lula e Dilma conspiram pela liberação do aborto no Brasil

Saudações queridos leitores!

O texto que segue relata fatos extremamente graves, por isso, peço que seja lido com atenção e que seja amplamente divulgado, seja em outros blogs, em listas de e-mails e sites, pois o assunto é urgente e diz respeito a todos nós, principalmente pelos que ainda estão por vir.

Enquanto a candidata petista à presidência, Dilma Roussef, se diz a favor da vida, muitos idiotas acreditam em sua afirmação. Porém, o que ela diz é muito diferente do que ela e o PT realmente acreditam e lutam.

O PNDH-3 é apenas uma peça em toda uma estratégia do PT para liberar totalmente o aborto no Brasil e na América Latina. Em um documento chamado Consenso de Brasília, que é resultado da XI conferência Regional sobre Mulheres do Caribe e da América Latina, ocorrida no CEPAL, um órgão da ONU, a MInistra da Secretaria Especial de Poilíticas para Mulheres, a já conhecida abortista e anti-católica Nilcéia Freire, defendeu a revisão das medidas punitivas contra mulheres que cometem aborto!

O documento está aqui: http://www.eclac.org/mujer/conferencia/doc/ConsensoBrasilia-portugues.pdf

Alguém viu qualquer coisa sobre isso na mídia? Não. Não viram porque a mídia nacional silenciou-se de maneira criminosa ante mais esse ataque do PT contra a vida. A única voz que se ergueu alertando sobre o ocorrido foi o jornalista Evandro Éboli, em seu blog no jornal O Globo: http://moglobo.globo.com/integra.asp?txtUrl=/pais/mat/2010/07/22/governo-volta-defender-descriminalizacao-do-aborto-em-documento-oficial-917224086.asp

Mas muito disso só acontece porque as entidades abortistas e o PT contam com grande ajuda da Fundação Ford, uma entidade americana que tem como uma de suas bandeiras a promoção do homossexualismo e a liberação total e irrestrita do aborto. Entre os pontos defendidos no programa da Fundação Ford, que a mesma trabalha para impor no Brasil e em outros países em desenvolvimento, podemos ler o seguinte:

"A FUNDAÇÃO FORD DESENVOLVEU UMA NOVA POLÍTICA DE POPULAÇÃO E SAÚDE REPRODUTIVA PARA OS ANOS 90 QUE EXIGIRÁ UMA NOVA CONCEITUALIZAÇÃO DA SAÚDE REPRODUTIVA EM SEU CONTEXTO SÓCIO-CULTURAL E, EM SEGUIDA, DEMONSTRAR QUE PROGRAMAS FUNDAMENTADOS NESTE NOVO PENSAMENTO SÃO VIÁVEIS.

O PROPÓSITO GERAL DO PROGRAMA DA FUNDAÇÃO FORD NA SAÚDE REPRODUTIVA É O DE IMPLEMENTAR A CAPACIDADE DOS PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO PARA DESENVOLVER SOLUÇÕES PARA SEUS PROBLEMAS DE SAÚDE REPRODUTIVA E POPULAÇÃO.

MUITOS ASPECTOS DAS LEIS ESTATUTÁRIAS, COMO AS PENALIDADES CRIMINAIS PARA O ABORTO, TEM RELAÇÃO DIRETA COM A SAÚDE REPRODUTIVA DAS MULHERES. O RECONHECIMENTO E O RESPEITO POR ESTES DIREITOS É UM OBJETIVO DE LONGO PRAZO PARA O TRABALHO PROPOSTO PELA FUNDAÇÃO EM SAÚDE REPRODUTIVA. SUA REALIZAÇÃO REQUER UMA MELHOR DOCUMENTAÇÃO DAS CONSEQÜÊNCIAS PARA A VIDA DAS MULHERES DE TAIS PRÁTICAS E LEIS, COMO TEM SIDO FEITO COM OS RESULTADOS DAS GESTAÇÕES MUITO PRECOCES E MUITO FREQÜENTES E DOS ABORTOS INFECTADOS.

UMA DOCUMENTAÇÃO SÓLIDA, ELEVANDO A CONSCIÊNCIA E PROMOVENDO A DISCUSSÃO ENTRE PARTICIPANTES CHAVES, PODE ESTABELECER OS FUNDAMENTOS PARA MUDANÇAS NAS LEIS E NAS PRÁTICAS. A REUNIÃO E A DISSEMINAÇÃO DE INFORMAÇÃO SOBRE CERTOS PROBLEMAS DE SAÚDE REPRODUTIVA E SUA RELAÇÃO COM A LEI CORRENTE É NECESSÁRIA PARA INFLUENCIAR A OPINIÃO PÚBLICA E FINALMENTE MODIFICAR AS POLÍTICAS E A LEGISLAÇÃO NACIONAL.

OS ESTUDOS SOBRE A PREVALÊNCIA DOS ABORTOS ILEGAIS E INSEGUROS EM UM DETERMINADO PAÍS E SOBRE AS DEMANDAS QUE EXIGEM DOS SERVIÇOS DE SAÚDE DO PAÍS IRÁ FORNECER A INFORMAÇÃO ESPECÍFICA DO PAÍS ESSENCIAL PARA UM DEBATE INFORMADO E O SUBSEQÜENTE DESENVOLVIMENTO DE REFORMAS LEGAIS E DE SAÚDE. ESTES DADOS DEVERÃO CONSTITUIR-SE NO PANO DE FUNDO CONTRA OS QUAIS DEVERÃO SER DISCUTIDOS OS VALORES MORAIS ENVOLVIDOS.

O PROGRAMA DEVERÁ RECONCEITUALIZAR A SAÚDE REPRODUTIVA E MUDAR A ATMOSFERA EM QUE A SAÚDE REPRODUTIVA E AS QUESTÕES POPULACIONAIS SÃO DISCUTIDAS E EM QUE SÃO TOMADAS AS DECISÕES POLÍTICAS.

A FUNDAÇÃO FORD IRÁ PROMOVER A DISCUSSÃO E A EDUCAÇÃO SOBRE A SEXUALIDADE HUMANA, EM UMA ABORDAGEM NA QUAL NÃO PODE OMITIR-SE EM RECONHECER A NECESSIDADE DE PROMOVER O ABORTO.

O RECONHECIMENTO E O RESPEITO PELOS DIREITOS REPRODUTIVOS, COM OS QUAIS O ABORTO TEM RELAÇÃO DIRETA, É UM OBJETIVO DE LONGO PRAZO ESTABELECIDO PELA FUNDAÇÃO FORD".


Para que a concretização de tais iniciativas seja possível, a Fundação Ford pretende instituir o controle da mídia no Brasil:

"PROMOVER MEIOS DE COMUNICAÇÃO IGUALITÁRIOS, DEMOCRÁTICOS E NÃO DISCRIMINATÓRIOS, ATRAVÉS DA CONSTRUÇÃO DE MECANISMOS DE MONITORAÇÃO, PARTICIPAÇÃO POPULAR E CONTROLE SOCIAL NAS EMISSORAS DE RÁDIO E TELEVISÃO, ASSIM COMO NOS ESPAÇOS DE REGULAÇÃO DA INTERNET, ASSEGURANDO A PARTICIPAÇÃO ATIVA E CONSTANTE DA SOCIEDADE NO MONITORAMENTO DO CONTEÚDO TRANSMITIDO" (5C);

E para enfrentar ainda menos resistências, eles pretendem doutrinar as crianças na escola!

- "FORMULAR POLÍTICAS PARA CAPACITAR OS PROFISSIONAIS DA COMUNICAÇÃO NA PRODUÇÃO DE CONTEÚDOS NÃO ESTEREOTIPADOS NOS MEIOS, VALORIZANDO AS DIMENSÕES DE GÊNERO E ORIENTAÇÃO SEXUAL" (5B);

- "FOMENTAR A RUPTURA DE ESTEREÓTIPOS DE GÊNERO ATRAVÉS DE MEDIDAS DIRIGIDAS AOS SISTEMAS EDUCATIVOS, AOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO E ÀS EMPRESAS"
(2Q, no documento final);

Fonte: http://www.pesquisasedocumentos.com.br/ford_reproductive_health_strategy.pdf

Recebi muitas informações a esse respeito por e-mail e resolvi compilá-las em um documento para que todos possam ler calmamente, imprimir e divulgar amplamente. O documento pode ser baixado aqui.

Que Deus nos livre da maldição do aborto!

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Ajude a defender a Igreja! - http://www.defesacatolica.com.br/

2 comentários:

Filo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Vá a esse blog:www.e-paulopes.blogspot.com/.O dono dele pratica um anti-cristianismo assustador.