quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Ah esses episcopais...

Saudações queridos leitores!

Eu já levei muita paulada de leitores anglicanos e episcopais por minhas críticas às posturas desses dois grupos religiosos e por minha opinião de que o anglicanismo é um defunto que não sabe que já está morto.

Mas o que eu posso fazer quando os próprios grupos atestam a minha razão? Os anglicanos estão prestes a declarar cisma por causa das posturas anti bíblicas dos líderes dos líderes da Comunhão Anglicana. Enquanto isso, os Episcopais (os anglicanos dos Estados Unidos) caminham a passos largos para o buraco doutrinal. De acordo com notícia publicada no Estadão, dois "sacerdotes" episcopais envolvidos em relacionamentos com pessoas do mesmo sexo foram indicados para assumirem o cargo de bispo auxiliar de Los Angeles.

Entre os indicados para o cargo estão os dois candidatos homossexuais, o reverendo John L. Kirkley de San Francisco e a reverenda (!!!) Mary Douglas Glasspool. Comentários doutrinais a parte, a situação dos episcopais é muito mais preocupante do que eu imaginava, pois vejo que as lideranças da comunidade manifestaram satisfação com a "ampla diversidade" das indicações. Uma eleição (???) será realizada em outubro para decidir quem ocupará o cargo.

Esses episcopais trabalham rápido, pois apenas duas semanas atrás a Convenção Geral Episcopal decidiu abandonar o compromisso de ser "austera" (entendo isso como o abandono do compromisso de seguir as Escrituras, mas isso eles nunca fizeram mesmo) ao analisar cadidatos gays ao episcopado.

É, realmente o leque de denominações protestantes é mais estreito do que muitos imaginam, pois isso aí já deixou de ser considerado cristianismo há tempos.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: