sábado, 26 de julho de 2008

Os Monges de Heiligenkreuz

Saudações queridos leitores!

Os monges cistercienses de Heiligenkreuz, um mosteiro de Viena, estão famosos. Eles foram descobertos pela gravadora Universal após colocarem um vídeo no YouTube.

Pois bem, a revista Veja publicou uma reportagem sobre os monges e sobre o sucesso que eles estão fazendo. O que me chamou a atenção foi o tom desrespeitoso e que às vezes chega a parecer jocoso utilizado na reportagem.

Vejam o trecho que destaco abaixo:

"Situado nos arredores de Viena, o Mosteiro de Heiligenkreuz é um dos pontos de peregrinação do catolicismo. Ano após ano, cerca de 170 000 fiéis visitam o local, a fim de adorar uma relíquia da cruz onde supostamente morreu Jesus Cristo."

A sentença acima é duplamente capiciosa. Qual a intenção do repórter em se referir à relíquia como se fosse da cruz onde "supostamente" morreu Jesus Cristo? Para a reportagem, simplesmente nenhuma. E veja o mal uso do termo adorar. Ao escrever que os peregrinos vão lá para "adorar" a relíquia, ele quer instituir que os Católicos são idólatras. Avaliando o repórter pelo texto escrito, certamente ele não está mencionando a adoração indireta.

A frase seguinte também não ajuda muito. Vejam:

"Atualmente, contudo, novos turistas percorrem os corredores do mosteiro. São fãs de música clássica, que querem conferir a cantoria dos monges ali residentes."

Cantoria é o que a gente faz no chuveiro! O canto gregoriano tem toda uma sacralidade e um propósito que o impedem de ser classificado como tal. O canto gregoriano é uma das mais majestosas formas de oração, que serve para elevar o espírito dos fiéis e tornar o contato com Deus mais fácil. Está muito além da mera cantoria.

O último parágrafo da reportagem começa de forma ultrajante:

"O monge Wallner promoveu a música de seus confrades com a habilidade comercial de um vendilhão do templo."

Eu tenho uma teoria de que pessoas sem noção simplesmente existem. Mas isso é demais. Será que esse repórter não tem o mínimo de bom senso necessário para perceber que fazer tal comparação sobre um monge é simplesmente um ultraje? É uma afronta que um monge saiba aproveitar devidamente o sucesso de seu trabalho seja comparado com um vendilhão. Nunca vi repórter algum fazer comparação semelhante com o Edir Macedo, expoente máximo da exploração dos pobres coitados alienados que vendem as cuecas para dar dinheiro para a seita dele. Só porque Dom Wallner é um monge ele é obrigado a ser inocente e ser passado facilmente pra trás? Ah, tenha santa paciência.

Como diz o Marcio Antonio: Pai, perdoai-lhes, eles não sabem o que escrevem.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Grupo ataca a Humanae Vitae em seu aniversário

Saudações queridos leitores!

Eu tinha lido a notícia mas acabei deixando passar em branco, portanto, comento tudo agora.

Um grupo de associações intitulado "Catholics for Choice" resolveu atacar a Carta Encíclica Humanae Vitae justamente em seu aniversário de 40 anos. O grupo em questão colocou um anúncio no Il Corriere della Sera, o maior jornal da Itália em que eles atacam duramente a Igreja Católica e a acusam falsamente de difundir a AIDS.

Com relação aos ataques, o Padre Federico Lombardi, S.J., diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé respondeu à publicação da “Carta aberta ao Papa”. “Primeiramente, os signatários são um certo número de grupos muito conhecidos por suas posições de contestação, que não se limitam apenas ao ensinamento moral conjugal, mas que afetam muitos outros temas (por exemplo, a ordenação de mulheres) e, portanto, encontram-se há tempos em antítese com o Magistério da Igreja”, explicou o Padre Lombardi.

Esses ataques não são novidade. Como ainda destaca Padre Lombardi, sobre a suposta culda da Igreja Católica em relação à disseminação da AIDS, lembro que a Igreja não obriga ninguém a seguir sua moral. As pessoas mundo afora têm total liberdade para viver suas vidas sexuais como bem entendem. Nenhum padre entra nos quartos dos casais e os obriga a não usar preservativos. É muito fácil viver e se comportar de modo irresponsável e depois jogar a culpa em cima da Igreja. Que as pessoas larguem comecem a assumir a responsabilidade por seus atos.

Além disso, é notório que as políticas de prevenção da AIDS baseadas nos preservativos falham vergonhosamente. O Brasil é um exemplo: o Governo coloca preservativos na mão de um monte de gente e ainda pretende fornecê-los até mesmo a crianças nas escolas e mesmo assim os índices de contágio não param de aumentar. Enquanto isso, em Uganda, onde a castidade e a fidelidade matrimonial são incentivadas (e o uso da camisinha é o último caso), os índices apresentam redução. Uganda é o único país na África onde os índices de contágio apresentam alguma redução significativa.

Voltando agora ao ataque, segundo o Padre Lombardi, o maior erro da carta consiste em descuidar do coração da Humanae Vitae, “quer dizer, o laço entre a relação humana e espiritual entre os cônjuges, o exercício da sexualidade como sua expressão e sua fecundidade”.

Em todo o texto da publicidade, “a palavra ‘amor’ não aparece nunca. Parece que isso não interessa em nada aos tais grupos signatários. Para eles, parece que a esperança dos casais e do mundo está unicamente na anticoncepção. Para compreender o significado da encíclica e seu valor ‘profético’, seria bom voltar a ler o discurso do Papa de 10 de maio passado aos participantes no congresso celebrado na Universidade Lateranense precisamente sobre o quadragésimo aniversário da Humanae Vitae”.

“De fato, é evidente que não se trata de um artigo que expressa uma posição teológica ou moral, mas sim de uma propaganda paga a favor do uso de anticoncepcionais. Surge a pergunta: “quem pagou e por quê?”, conclui o sacerdote.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Pra relaxar: Futebol Filosófico

Saudações queridos leitores!

Para descontrair um pouquinho, fiquem com o Futebol Filosófico. O vídeo é meio antigo mas sempre me faz rir.



Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Muro entre fé e razão tentou amordaçar Papa em Ratisboa e na Sapienza

Saudações queridos leitores!

O Bispo de Ratisbona, Dom Gerherd Ludwig Müller, matou a questão a pau. Ele, um dos grandes Teólogos alemães da atualidade, declarou que as tentativas de censurar o Santo Padre em Ratisbona e La Sapienza forma na verdade atitudes defensivas de laicistas e fundamentalistas, que não têm coragem de encarar mudanças e novas perspectivas, fechando-se assim em suas visões. Mais informações em ZENIT.

Dom Gerherd afirma que "O muro de quem deseja separar a fé da razão tentou calar Bento XVI tanto em Ratisbona, quando foi acusado de fundamentalismo, ou na Universidade de Roma "La Sapienza", quando o laicismo o impediu de tomar a palavra". A declaração foi dada em Aranjuez (Espanha) no Curso de verão "Ser cristão em uma sociedade secularizada", que é organizado pela Universidade Rey Juan Carlos sob a direção do arcebispo de Toledo, Antonio Cañizares, segundo informa a agência de notícias Veritas.

Para Dom Gerherd, a razão mais profunda desta reação tem de ser buscada em "um mundo secularizado que não quer aceitar a importância da universalidade da Revelação para todos os homens". Esta "auto-defesa", segundo o Bispo de Ratisbona, é feita pelos "que não querem crer para não mudar sua vida, na auto-compreensão que têm do homem, para não aceitar a Palavra de Deus".

A filosofia agnóstica não convence, porque a mente do homem é transcendente e está na natureza do homem fazer para si as perguntas mais profundas pelo ser e o sentido do mundo. Dom Müller acredita que a reserva do homem contemporâneo diante da fé não é do pensar, mas da vontade: há uma oposição do homem que não quer mudar sua vida.

Durante sua palestra, o bispo denunciou o "bloqueio laicista" ao discurso do Santo Padre, tanto na Universidade de Ratisbona como na Sapienza de Roma e sublinhou que "a relação fé-razão" é uma constante na Teologia do cardeal Ratzinger, hoje Papa Bento XVI.

De acordo com a explicação de Dom Müller, "poucos teólogos contemporâneos sublinharam tanto a vinculação fé-razão-liberdade-caridade, como Joseph Ratzinger".

Ao terminar a intervenção do bispo de Ratisbona, o cardeal Cañizares comentou neste sentido que «o futuro está na inseparabilidade entre fé e razão» e acrescentou que "a divisão leva a um mundo de intolerância".

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Cada macaco no seu galho

Saudações queridos leitores!

O Brasil é uma piada! A tal separação entre Igreja e Estado, um mantra recitado ad nauseam pelos laicistas, é ignorado quando o Estado quer! Duas propostas, uma na Câmara e outra no Senado, tentam regulamentar a profissão de Teólogo. As propostas estão causando polêmica pela forma como conferem o título líderes religiosos. Para ser teólogo, bastaria "praticar vida contemplativa" ou "realizar ação social na comunidade", por exemplo.

Tal proposta é uma afronta à liberdade religiosa e uma intromissão indevida do Estado na religião. Não cabe a nenhum órgão estatal definir diretivas sobre quem pode ou não pode ser denominado teólogo. Por mais que as seitas de galpão intitulem como teólogos, apóstolos, missionários e bispos quem eles bem entenderem, cabe ao povo e às denominações que, apesar de não conter a plenitude da Verdade, serem mais sérias, fazer o trabalho de apologética e filtrar todas essas seitas que aparecem por aí concedento títulos a torto e a direito.

O presidente da Sociedade de Teologia e Ciências da Religião (Soter), Afonso Ligorio Soares, afirma que o teólogo presta, antes de mais nada, um serviço interno à comunidade a que pertence. E, só em um segundo momento, atua como porta-voz e intérprete das perspectivas da sua religião para a sociedade em geral. "Não cabe ao Estado dizer quem é o porta-voz de uma igreja", afirma Soares.

Analisando os projetos, percebo que se tais propostas esdrúxulas (de autoria de protestantes) forem aprovadas, qualquer um, mas qualquer um mesmo, poderia se intitular Teólogo. O primeiro projeto é do senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus (tinha que ser!) e candidato à prefeitura do Rio, reconhece o não-diplomado que há mais de cinco anos exerça efetivamente a ''atividade de teólogo''.

O segundo, do ex-deputado Victorio Galli (PMDB-MT), pastor da Assembléia de Deus é ainda pior. Diz que "Teólogo é o profissional que realiza liturgias, celebrações, cultos e ritos; dirige e administra comunidades; forma pessoas segundo preceitos religiosos das diferentes tradições; orienta pessoas; realiza ação social na comunidade; pesquisa a doutrina religiosa; transmite ensinamentos religiosos, pratica vida contemplativa e meditativa e preserva a tradição". Mais vago, impossível.

O serviço prestado pelo Teólogo é algo interno em sua comunidade e cabe à própria comunidade regulá-lo. Hoje em dia os Teólogos devem possuir um curso de graduação.

Um dos beneficiados por esse projeto seria o próprio Senador Crivella. Ele declarou ao Estado que "Acima de qualquer outra profissão, a profissão de fé exige muito mais de vocação e devoção do que de formação acadêmica", afirmou. "Contudo, creio que seja útil, embora não indispensável, uma formação em Teologia.'' Questionado sobre sua formação, o senador Crivella respondeu que ela ocorreu "na prática". "Professo o evangelismo desde os meus 14 anos de idade e, a par do ministério que exerci no Brasil, também atuei como missionário por quase dez anos na África. Assim, a minha formação decorre de uma longa experiência de convívio com Deus e a Sua Palavra." Assim fica fácil conseguir um título.

O projeto de Crivella ainda institui um órgão estatal para a regulamentação dos teólogos. É o cúmulo da intromissão do Estado. Daqui a pouco a gente vê uma igreja patriótica como na China.

Segundo o presidente do Conselho Federal de Teólogos, o pastor Walter da Silva Filho, da Assembléia de Deus, foi o próprio Conselho que sugeriu ao senador Crivella a regulamentação da profissão de teólogo. O texto de Crivella prevê a criação, pelo Poder Executivo, de um Conselho Nacional de Teólogos que, na avaliação de Silva Filho, poderia ser o órgão que ele preside. Que cômodo.

"Há nos bastidores uma tentativa de forçar, após a aprovação do projeto, a aceitação pelo governo do CFT como órgão competente para registro da profissão de teólogo", adverte o pastor Jorge Leibe Pereira, da Assembléia de Deus. Presidente da Ordem Federal de Teólogos Interdenominacionais do Brasil (Otib), que, assim como o CFT, cobra taxas pela expedição de registro de diplomas e certificados, Leibe afirma que dirigentes do CFT querem o monopólio da Teologia no Brasil, "o que é inaceitável". Para Crivella, caso seu projeto seja aprovado, "o natural será nos encaminharmos para representação única".

É o Estado se intrometendo na religião, sendo usado como artifício de grupos que querem cercear o direito à liberdade religiosa no Brasil.

Mais detalhes no Estadão.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

terça-feira, 22 de julho de 2008

Organização Espanhola informa que já são 18 as sentenças que respaldam objeção de consciência

Saudações queridos leitores!

Os conflitos entre o governo socialista espanhol, que tenta impor sua ideologia a todos os cidadãos, tem encontrado uma imensa resistência entre as entidades de ensino, educadores e pais de família. A organização Profissionais pela Ética (PPE), informou que já somam 18 as sentenças dadas por Tribunais Superiores de Justiça que respaldam as objeções de consciência apresentadas contra a controvertida disciplina de Educação para a Cidadania (EpC) e que reconhecem que o direito dos pais a escolher a formação de seus filhos está sendo violado.

Das sentenças, 15 foram conferidas pelo Superior Tribunal de Justiça de Rioja e o Superior Tribunal de Justiça da Andaluzia conferiu as outras três.

Jaime Urcelay, presidente do PPE, afirmou que “o respaldo judicial aos impedimentos ao EpC é, a estas alturas, indiscutível e senta jurisprudência”. Indicou que nos próximos dias “é provável que se conheçam mais sentencia favoráveis”.

Ao passo que o governo socialista espanhol iniste na tentativa de doutrinação e é rechaçado pelos órgãos de justiça, o clima no país fica cada vez mais pesado. Mas essa luta do bravo povo espanhol é necessária, pois os desatinos provocados por esse governo socialista já ultrapassaram a tempos a barreira do aceitável.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Bíblia do século IV é digitalizada e publicada online

Saudações queridos leitores!

O Estadão reproduz uma notícia muito interessante da EFE (até que enfim!). Uma versão da Bíblia que data do Século IV, o 'Codex Sinaiticus', serão publicadas na Internet!

Serão publicadas as 43 primeiras páginas que se encontram na Biblioteca Universitária de Leipizig, na Alemanha, além de algumas páginas do Antigo Testamento (a reportagem chama de Velho Testamento, mas essa nomenclatura é teologicamente incorreta) que se encontram na Biblioteca Britânica de Londres. Outros pergaminhos se encontram no Monastério de Santa Catalina, no monte Sinai, no Egito, e na Biblioteca Nacional da Rússia, em São Petersburgo.

De acordo com a reportagem, a versão digital não se limita à reprodução do texto, escrito totalmente em maiúsculas, sem espaços e imagens, mas permite sua modificação como um filme digital, com a possibilidade de mover parágrafos e intercalar a transcrição grega com a tradução em alemão.

Todos os 390 pergaminhos - o Novo Testamento completo e metade do Antigo, escritos em grego antigo - estarão na internet em 2009.

O Codex Sinaiticus tem 33,5 centímetros de largura por 37,5 de comprimento e foi encontrado em 1844 pelo teólogo Konstantin von Tischendorf em uma prateleira do Monastério Santa Catalina. Os monges autorizaram que o teólogo levasse 43 páginas do pergaminho para Leipzig.

Esse manuscrito também tem muita história recente. Em 1895, Von Tischendorf voltou ao monte Sinai e descobriu mais partes do manuscrito e convenceu os monges que também era melhor que fossem levadas a Leipzig para serem doadas ao czar da Rússia, que o apoiou para que conseguisse fazer a viagem. Desse modo, parte do manuscrito foi parar na União Soviética, que vendeu parte para o Museu Britânico de Londres em 1933, enquanto o restante continuou em São Petersburgo.

Se eu conseguir o link de onde o manuscrito será disponibilizado, trago até aqui.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Mulheres querem brincar de padre de novo

Saudações queridos leitores!

Mais um grupo de mulheres tenta brincar de padres. Em Boston (de novo) um grupo que se intitula "Mulheres Sacerdotes Católicas" tentou realizar uma cerimônia de ordenação de três mulheres no último domingo.

A cerimônia, que não passa de uma encenação, foi realizada em um templo protestante de Boston e celebrada por Dana Reynolds, da Califórnia e Ida Raming, da Alemanha, duas mulheres que se dizem bispos dessa mesma organização excomungadas pelo Vaticano.

A Arquidiocese de Boston, em comunicado, advertiu que "a organização que se denomina Mulheres Sacerdotes Católicas não é reconhecida como entidade pela Igreja Católica".

Bridget Mary Meehan, porta-voz do grupo Mulheres Sacerdotes Católicas, disse que o Vaticano não está zangado com sua organização porque a hierarquia "sabe que as ordenações são válidas". Essa porta-voz faz tal afirmativa sabendo ser claramente uma mentira. Não que o Vaticano esteja zangado com as ordenações. O Vaticano não está zangado porque não houve ordenação alguma. E ela mente de novo ignorando que o Santo Padre João Paulo II, de grande memória, anunciou ex cathedra que ordenações de mulheres não são ilícitas, mas sim inválidas, inexistentes.

Essas mulheres são tão sacerdotes quanto os cones de trânsito.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Autoridades embargam estudo que usaria células tronco adultas para curar diabetes

Saudações queridos leitores!

O jornal Gazeta de Ribeirão traz uma denúncia grave: que um estudo que pretende usar células-tronco adultas para curar a diabetes tipo 1 está paralisado há dois anos em um departamento do Ministério de Saúde. O jornal relata que de acordo com fontes pró-vida, o lobby de quem aposta pelo uso das células tronco embrionárias – cuja obtenção implica a destruição de seres humanos – estaria impedindo o início dos trabalhos para quem trabalha com células-tronco adultas.

O estudo seria conduzido pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, que faz parte da USP. O estudo seria conduzido pela FMRP, Hemocentro e o Hospital das Clínicas.

Segundo um dos investigadores, o endocrinologista Carlos Eduardo Barra Couri, o procedimento que quer provar é revolucionário, econômico e daria maior comodidade aos pacientes de diabetes tipo 1. O tratamento se apóia no uso de células tronco adultas e não embrionárias, que regeneram o pâncreas e impedem que o sistema imunológico as rejeite.

"É uma lástima que tanto se demorem em aprovar um experimento importante como este. Poderia mudar a vida de muitas pessoas ", disse Couri.

O tratamento que a FMRP pretende pesquisar é um avanço de um tratamento já existente que usa células tronco, desenvolvido pela USP de Ribeirão que elimina o uso da insulina, mas utiliza a quimioterapia. Este tratamento "desliga" o sistema imunológico dos pacientes a fim de que o pâncreas não seja afetado, mas também faz que a pessoa seja vulnerável a qualquer tipo de enfermidade.

Caso se comprove tal denúncia, ficará evidente que as intenções daqueles que defendem o uso de células-tronco embrionárias não é simplesmente a medicina e o bem-estar dos pacientes, mas sim uma ideologia travestida de medicina que visa nutrir a egolatria de determinados grupos, que se comportam como se estivessem em uma guerra por reconhecimentos e patentes dos tratamentos. É uma vergonha.

A reportagem da Gazeta de Ribeirão pode ser conferida aqui.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Comunhão Anglicana não consegue conter dissidentes, que ameaçam retorno em massa para Roma

Saudações queridos leitores!

Uma série de anglicanos, insatisfeitos com os rumos de Cantebury, ameaçam um igual rompimento com a Comunhão Anglicana. Há duas semanas um grupo de bispos dissidentes reuniu-se em Jerusalém e lançou um documento formal rebelando-se contra a ordenação de mulheres, aprovada em 1992, os casamentos gays, que religiosos anglicanos no Canadá já estão celebrando e a aceitação de religiosos abertamente gays (a Igreja americana tem pelo menos um "bispo" em tal situação).

Pondo ainda mais lenha na fogueira, na semana passada o sínodo da Igreja da Inglaterra, que há dezesseis anos autorizou a ainda contestada ordenação de mulheres, deu sinal verde para a consagração delas como bispos. Nesta semana, antecipa-se outro momento controverso: começa na Universidade de Kent, na Inglaterra, a Conferência Lambeth, encontro de bispos anglicanos do mundo todo que acontece a cada dez anos e que desta vez promete discussões particularmente tensas.

O encontro dos dissidentes em Jerusalém, que foi organizado à revelia do comando central da Igreja (como se eles Cantebury ainda tivesse algum comando sobre os revoltosos), cerca de 1000 delegados aprovaram uma declaração na qual questionam claramente a autoridade de seu líder máximo, o arcebispo de Canterbury, Rowan Williams. Lá, dizem que rejeitam a idéia de que "a identidade anglicana é determinada necessariamente por meio do reconhecimento pelo arcebispo".

Os dissidentes ameaçaram ainda criar uma nova província nos Estados Unidos e no Canadá (hoje a Igreja se divide em 38!!) só para abrigar as paróquias dissidentes, que contabilizam entre 150 e 300, de um total de 7.347. Em Londres, a Igreja da Inglaterra evitou uma resposta direta à rebelião. Os episcopais americanos, por sua vez, relativizaram a importância dos rebeldes – basicamente anglicanos da África, Austrália, América do Sul e Índia. "Embora se apresentem como uma grande parcela dos anglicanos, não passam de umas cinco províncias revoltadas e seus aliados", disse Jim Naughton, porta-voz da diocese episcopal de Washington. A briga dos tradicionalistas, no entanto, é mais ampla, e isso ficou claro no sínodo que acaba de se encerrar em York, na Inglaterra. Apesar de a proposta de sagração de mulheres como bispos ter vencido por boa margem, muitos dissidentes falaram em uma adesão em massa ao catolicismo – do qual a Igreja da Inglaterra, por sinal, não se considera desligada. Quando a ordenação feminina foi aprovada, 500 clérigos passaram para a Igreja Católica. Agora, dizem, o número pode ser três vezes maior.

A adesão à Igreja Católica o caminho natural a ser percorrido por aqueles que buscam sinceramente a Verdade. E as atitudes tomadas por Cantebury só estão acelerando essa caminhada para muitos deles.

A rebelião contra Cantebury e sua incapacidade de conter os dissidentes só prova mais uma vez que a Comunhão Anglicana ruiu. Voltou ao pó.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Ambientalistas pegam no pé de Bento XVI

Saudações queridos leitores!

Não bastassem os protestantes, ateus, marxistas, radicais islâmicos, socialistas, comunistas, mais um grupo resolve pegar no pé do Papa. Os ambientalistas. Isso mesmo.


A Associação Itália para a Defesa dos Animais e do Meio Ambiente (Aidaa) iniciou no último dia 21 uma campanha de coleta de assinaturas na internet para pedir ao papa Bento XVI que renuncie a usar peças com pele de arminho. O objetivo da Aidaa é apresentar ao pontífice no final de setembro este pedido, acompanhado das assinaturas coletadas no site da ONG.

Isso se deve porque desde o começo de seu pontificado, o Santo Padre recuperou vestes litúrgicas confeccionadas com pele de Arminho, como o camauro e a Mozzetta.

Não desmereço a causa dos ambientalistas e penso se as peças não poderiam ser confeccionadas com materiais sintéticos, pois também não sou muito fã do uso de peles.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Comunicado sobre missa do Papa com vítimas de abusos sexuais

Saudações queridos leitores!

Publico o comunicado que a Sala de Imprensa da Santa Sé emitiu após a missa que Bento XVI celebrou nesta segunda-feira junto às vítimas de abusos sexuais cometidos por membros do clero.

* * *

Como expressão de sua solicitude pastoral com aqueles que sofreram abusos por parte do clero, Sua Santidade Bento XVI celebrou hoje uma santa missa na presença de um representativo grupo de vítimas. O Papa escutou suas histórias e lhes ofereceu sua atenção. Assegurando-lhes de sua proximidade espiritual, ele prometeu continuar a rezar por eles, suas famílias e todas as vítimas. Através de seu gasto paternal, o Santo Padre desejou demonstrar novamente sua profunda solicitude a todos aqueles que sofreram abusos sexuais.

[Tradução do original em inglês por José Caetano]

Fonte: ZENIT.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Mais informações sobre a JMJ 2011

Saudações queridos leitores!

Já começam a surgir informações sobre a recém-anunciada JMJ de 2011. O jornalista da Conferência Episcopal Espanhola Ivan de Vargas acredita que a JMJ de Madri deva acontecer entre 15 a 21 de agosto de 2011. Sua expectativa é que o Papa chegue uma semana antes do evento em si.

Lembrando que durante a primeira edição da JMJ em solo espanhol, ocorrida em 1989 em Santiago de Compostela, os jovens relataram em uma conferência de imprensa logo após a Jornada que os frutos colhidos e a nova força nas vocações foram um alento ao povo espanhol. Alento esse que se faz necessário novamente nos dias de hoje, devido à ofensiva laicista que assola a Espanha.

Segundo o jornalista da Conferência Episcopal Espanhola, apesar das resistências da cultura atual, “a Espanha é uma terra que ama o Papa e as pessoas saberão demonstrar a ele toda sua afeição”.

Mais informações em ZENIT.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

domingo, 20 de julho de 2008

Cardeal Rouco espera cooperação do governo para Madri 2011

Saudações queridos leitores!

A JMJ será apenas em 2011, mas o Cardeal Rouco, Arcebispo de Madri já espera que o governo socialista espanhol colabore para a realização do encontro, que ocorrerá provavelmente em agosto. Em declaração nesse domingo, ainda na Austrália, o Cardeal manifestou seus sentimentos.

"Gozo, gratidão e sentimentos de alegria nos tomam nestes momentos, não somente ao arcebispo de Madri, aos bispos auxiliares e a todos os peregrinos que estão presentes aqui, em Sydney, que participaram da Eucaristia, e que acolheram aclamando o anúncio do Santo Padre, mas que participam desta alegria todos os peregrinos da Espanha", disse o Cardeal aos microfones da Popular TV.

A realização da JMJ em solo espanhol será uma grande oportunidade de levar à Espanha, país tão carente de Deus, o a luz da Igreja e fazer florescer a fé no coração dos jovens, ávidos por Deus.

Como não podia deixar de ser, em declarações publicadas pela Europa Press, o Cardeal Rouco considerou que as relações entre a Igreja e o Estado no país são neste momento "normais". Particularmente eu suspeito um pouco disso, acho é que ambos os lados estão medindo as palavras, mas todos sabem que desde que o governo socialista espanhol começou a aprovar uma série de leis contrárias à moral, sua relação com a Igreja deu uma estremecida. A escolha de Madri como sede da próxima JMJ foi estratégica nesse âmbito. O arcebispo declarou ainda que espera do Governo diante deste ano mundial "liberdade de ação e cooperação".

Maiores informações em ZENIT.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Jornada da Juventude de 2011 na Espanha!!

Saudações queridos leitores!

É na Espanha! A próxima edição da Jornada Mundial da Juventude ocorrerá em Madri, no ano de 2011.

Durante a Missa de despedida o Santo Padre agradeceu pela participação dos jovens na JMJ de 2008 e o anúncio da próxima Jornada na Espanha fez com que os milhares de espanhóis presentes explodissem de alegria.

A Espanha já tinha acolhido a Jornada Mundial da Juventude em 1989, na cidade de Santiago de Compostela, presidida por João Paulo II e com a participação de meio milhão de jovens em sua terceira edição. O arcebispo de Santiago de Compostela era então Dom Antonio María Rouco, que acolherá pela segunda vez uma Jornada Mundial da Juventude, mas agora como cardeal e arcebispo da capital espanhola.

Fico muito feliz com a escolha estratégica da Espanha como sede da próxima JMJ, pois o bravo povo espanhol está precisando muito de uma visita do Santo Padre para que se intensifiquem os combates ao laicismo radical que domina a Espanha.

Mais informações em ZENIT.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Papa reconhece vergonha ante escândalos sexuais

Saudações queridos leitores!

Como era de se esperar, o Santo Padre manifesta sua tristeza pelos casos de abuso infantil que ocorreram também em terras australianas. Bento XVI reza para que este período de purificação que a Igreja vive após os escândalos provocados por abusos sexuais por parte de sacerdotes leve à reconciliação e a uma maior fidelidade ao Evangelho.

Em uma Missa celebrada na Catedral de Saint Mary, o Santo Padre pediu que a celebração presidida por ele seja um momento de nova consagração e de renovação para toda a Igreja na Austrália.

Enfatizando que tais abusos não podem e nem devem passar impunes, o Papa conclamou que “estes agravos, que constituem tão grave traição da confiança, devem ser condenados de modo inequívoco”.

Como um modo de combater e buscar uma solução e um alívio às vítimas, Bento XVI pediu a todos para que apoiem e assistam os bispos, colaborando com eles no combate desse mal.

A Austrália, assim como os Estados Unidos também teve problemas com casos de abuso sexual de crianças cometidos por sacerdotes.

Mais informações em ZENIT.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Evangelho de Domingo - 16° Domingo do Tempo Comum

Saudações queridos leitores!

Segue abaixo o Santo Evangelho desse domingo, dia do Senhor, com comentários de São Macário.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Mateus.

Evangelho (Mt 13, 24-43 (16º Domingo do Tempo Comum))

24Outra parábola lhes propôs, dizendo: O Reino dos Céus é semelhante a um homem que semeou boa semente no seu campo. 25Enquanto todos dormiam, veio o seu inimigo, sobressemeou joio no meio do trigo e foi-se embora. 26Quando, porém, cresceu a erva e espigou, apareceu também o joio. 27Os servos foram ter com o patrão e disseram-lhe: "Senhor, não semeaste boa semente no teu campo? Donde, pois, lhe veio o joio?". 28Respondeu-lhes ele: "Foi um inimigo que o fez". Disseram-lhe os servos: "Queres que vamos arrancá-lo?". 29Respondeu: "Não; não seja caso que, ao apanhardes o joio, arranqueis juntamente com ele o trigo. 30Deixai crescer um e outro até a ceifa, e, na altura da ceifa, direi aos ceifeiros: Apanhai primeiro o joio e atai-o em molhos, para ser queimado; mas o trigo, recolhei-o no meu celeiro".
31Outra parábola lhes propôs, dizendo: É semelhante o Reino dos Céus a um grão de mostarda que um homem tomou e semeou no seu campo, 32o qual é a mais pequenina de todas as sementes, mas, em crescendo, é maior que as hortaliças e faz-se árvore, de modo que as aves do céu vêm poisar nos seus ramos.
33Expôs-lhes ainda outra parábola: O Reino dos Céus é semelhante ao fermento, que uma mulher tomou e meteu em três medidas de farinha, até que a fermentou toda.
34Todas estas coisas disse Jesus à multidão em parábolas e, sem parábolas, não lhe falava, 35para se cumprir o que fora anunciado pelo profeta, que disse: "abrirei, em parábolas, a minha boca; proferirei coisas ocultas desde o princípio do mundo". 36Então, despedidas as turbas, voltou para casa, e os discípulos acercaram-se d'Ele e disseram: Explica-nos a parábola do joio do campo. 37Respondeu Ele: O que semeia a boa semente é o Filho do homem. 38O campo é o mundo. A boa semente são os filhos do Reino. O joio são os filhos do Maligno. 39O inimigo que a semeou é o Demónio. A ceifa é o fim do mundo, e os ceifeiros são os Anjos. 40Assim, pois, como se apanha o joio e se queima no fogo, assim será no fim do mundo. 41Enviará o Filho do homem os Seus Anjos, que apanharão do Seu Reino todos os escândalos e os que praticam a iniquidade, 42e lançá-los-ão na fornalha do fogo. Aí haverá choro e ranger de dentes. 43Então os justos brilharão como o Sol no Reino de Seu Pai. Quem tem ouvidos, oiça.

Palavra da Salvação.

Comentário ao Evangelho do dia feito por:

S. Macário (? - 405), monge no Egipto
Homilias espirituais, nº 51

"Foi um inimigo que fez isto" Escrevo-vos, irmãos bem amados, para que saibais que, desde o dia em que Adão foi criado até ao fim do mundo, o Maligno fará guerra constante aos santos (Ap 13,7)... Contudo, são poucos os que se dão conta de que o saqueador das almas coabita com eles nos seus corpos, muito perto das suas almas. Vivem na tribulação e não há ninguém sobre a terra que os possa reconfortar. Por isso, olham para o céu e aí colocam a sua esperança, contando receber alguma coisa dentro de si próprios. Desta forma, e graças à armadura do Espírito (Ef 6,13), vencerão. Com efeito, é do céu que recebem uma força, que permanece escondida aos olhos da carne. Enquanto procurarem Deus com todo o seu coração, a força de Deus vem secretamente em seu auxílio a todo o momento... É precisamente porque tocam com o dedo na sua fraqueza, porque são incapazes de vencer, que eles solicitam ardentemente a armadura de Deus e, assim revestidos com o equipamento do Espírito para o combate (Ef 6,13), tornam-se vitoriosos...

Sabei, pois, irmão bem amados, que em todos os que prepararam a alma para se tornarem numa terra boa para a semente celeste, o inimigo apressa-se a semear o seu joio... Sabei também que aqueles que não procuram o Senhor com todo o seu coração não são tentados por Satanás de forma tão evidente; é mais às escondidas do que por manhas que ele tenta... afastá-los para longe de Deus.

Mas agora, irmãos, tende coragem e não receeis. Não vos deixeis assustar com imaginações suscitadas pelo inimigo. Na oração, não vos entregueis a uma agitação confusa, multiplicando gritos sem nexo, mas acolhei a graça do Senhor na contrição e no arrependimento... Tende coragem, reconfortai-vos, resisti, preocupai-vos com as vossas almas, perseverai zelosamente na oração... Porque todos os que procuram Deus com verdade receberão uma força divina na sua alma e, recebendo essa unção celeste, todos sentirão em si o gosto e a doçura do mundo que há-de vir. Que a paz do Senhor, aquela que esteve com todos os santos padres e os guardou de todas as tentações, permaneça também convosco.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.