sábado, 24 de maio de 2008

Líder homossexual espanhol quer impulsionar agenda GLS na América do Sul

Saudações queridos leitores!

Alguém por favor me explique que raios é essa tal "ideologia de gênero". Eu vejo definições das mais diversas e menções desse negócio em tudo quanto é material de divulgação do homossexualismo e nas esquerdas, mas até hoje nunca entendi o que é isso. Mas isso não é o que importa para esse texto. Vamos ao que importa, com informações da .

Um dos líderes do ativismo homossexual espanhol, que conta lá com uma entidade estatal (!!!) está em visita por vários países da América do Sul promovendo uma agenda que visa legalizar a união entre pessoas do mesmo sexo, que eles insistem em tratar como casamento. Pedro Zerolo foi recebido na Argentina, Uruguai e Paraguai - nesse país por Dom Fernando Lugo, o bispo-presidente.

Zerolo, que também secretário de Movimentos Sociais do PSOE se reuniu no Paraguai com coletivos feministas e homossexuais, diante dos que reafirmou seu desejo de que no Paraguai "desenvolvam-se políticas com perspectiva de gênero", seja lá o que isso for..

Na sua passagem pela Argentina, Zerolo animou à Presidenta Cristina Kirchner a "entrar em futuro", permitindo a aprovação de um projeto de lei que legalizaria as uniões homossexuais e daria a estes casais a possibilidade de adotar crianças.

Em sua passagem pela América do Sul, Zerolo demonstrou seu desrespeito pela Igreja e declarou que "a esta lei vão se opor os mesmos que na Espanha não queriam que nada mudasse. Mas não me preocupa ver a direita e à Igreja na rua", que em mais de uma ocasião atacou o trabalho da Igreja Católica em seu país.

O totalitarismo espanhol está se tornando produto de exportação...

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

sexta-feira, 23 de maio de 2008

Ainda sobre homossexuais e seminários

Saudações queridos leitores!

No texto em que trato de homossexuais nos seminários, chegam alguns comentários apontando correções. As correções não são nada mais do que os pontos que trata o documento que eu havia citado no texto em questão. Penso que, para ser mais completo, deveria ter citado o mesmo de maneira mais completa. Vamos ao comentário:

"Amado irmão em Cristo,
a Igreja considera necessário não admitir "ao Seminário e às ordens sacras aqueles que PRATICAM o homossexualismo, apresentando tendências homossexuais profundamente RADICADAS ou defendem a chamada cultura gay" afirma o documento. Porém, comecemos dizendo que a posição da Igreja (que é a da Bíblia e da sagrada Tradição); assistida e guiada pelo Espírito Santo, como Jesus prometeu (cf. Jo 14, 15.25; 16,12-13; Mt 28,20), é que a “tendência homossexual não é pecado” e tem suas causas desconhecidas, mas diz que a PRÁTICA DOS ATOS SEXUAIS é uma “depravação” (cf. Catecismo §2357ss ); é pecado grave."

Até aqui, irretocável. Mas a partir do texto que vem abaixo, há alguns problemas.

"Boa parte do clero possui a tendência homossexual, eles não deixam de ter a tendência homossexual, como o alcoólatra não deixa de ter a tendência ao alcoolismo, assim como um hétero que possui uma excessiva atração pelo sexo feminino, mas você pode, com o auxilio da Graça de Deus, vencer-se-a-si-mesmo sempre. E receberá de Deus a recompensa, pois você vai agradar muito a Deus."

Não sei de onde que o comentarista tirou a idéia de que boa parte do clero possui tendência homossexual. É um dado que eu nunca vi ser mencionado antes e que chega sem fontes, portanto, não deve ser considerado digno de crédito.

Outra coisa estranha é essa tal "excessiva atração pelo sexo feminino" por parte dos heterossexuais. Como se calcula o nível de atração pelo sexo oposto para que o comentarista me apresente alguém que possui uma atração normal, excessiva ou insuficiente? Sou casado, como vou medir meu "grau de atração" pela minha esposa? É algo que não dá pra medir. Suponho que alguém com atração excessiva, na opinião do comentarista, seja um tarado.

Para finalizar, o comentarista me faz duas observações finais:

"Não se pode chamar de pecadores os que apenas sofrem com esta tendência, pois não o são."

Concordo plenamente e me desculpo por não ter deixado esse dado explícito em minha postagem.

"Como também não podemos confundir o homossexualismo com pedofilia, mesmo porque, há muitos héteros que são pedófilos."

Em nenhum momento liguei as duas coisas, pois esse é um desvio que independe da orientação sexual.

Sendo assim, o melhor título àquela postagem seria "Nada de Homossexualismo nos Seminários".

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Escândalo: Índios compraram facões dias antes do ataque

Escândalo: Índios compraram facões dias antes do ataque

Saudações queridos leitores!

Todos (ou a maioria absoluta) devem ter visto as cenas lamentáveis de um ataque brutal promovido contra um engenheiro da Eletrobrás, ocorrido durante um encontro para a discussão sobre a construção da Usina de Belo Monte. Para quem não viu a reportagem, o vídeo está abaixo (fonte aqui).



Pois bem, imagens de um circuito interno de TV mostram que um dos suspeitos de ajuda ros índios a adquirir as armas alguns dias antes é José Cleanton Ribeiro, coordenador do Conselho Indigenista Missionário da Região do Xingu. Mais uma vez o dedo podre da TL parece estar por trás de um ataque que promove o ódio e a segregação entre brancos e índios. O mais escandaloso de tudo é que o vídeo mostra que, na loja, além de José Cleanton e os índios, é possível identificar um padre junto do grupo.

Ao invés do padre cuidar do que realmente importa, a saúde espiritual e material da comunidade, como um legítimo pastor, fica a suspeita de que ele tenha incentivado e colaborado para que os índios tomassem essa atitude agressiva, cometessem esse crime contra um engenheiro que nada tem a ver com os problemas da comunidade indígena, que estava lá simplesmente cumprindo seu papel. É essa a libertação que os comunistas dentro da Igreja procuram.

Pergunto novamente onde está a chamada "esquerda católica", que ignora os crimes cometidos por seus asseclas? Será que não vão denunciar esse crime só porque foi incentivado por um dos seus?

Hipócritas! Os esquerdistas infiltrados na Igreja são um câncer que macula a Igreja de Cristo!

Fora a esquerda, seja qual for!

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Autor do atentado a João Paulo II quer tornar-se polonês

Saudações queridos leitores!

Mehmet Ali Agca, o militante ultra-nacionalista turco que, em 1981 cometeu um atentado a tiros que quase matou o Santo Padre, João Paulo II, escreveu ao Presidente da Polônia pedindo a nacionalidade polonesa. Em sua carta, ele alega que se tornou "o irmão espiritual" de João Paulo II, "um ser formidável e perfeito", conforme informou seu advogado, Haci Ali Ozkan. Para quem não lembra, em 1983, João Paulo II perdoou Agca, que estava em uma prisão italiana.

Já faz um tempo que Ali Agca manifesta ter tornado-se um admirador de João Paulo II. Quando o Santo Padre faleceu, ele manifestou desejo de ir ao funeral, o que lhe foi negado. Não é possível ter certeza sobre a sinceridade de Agca e nem mesmo saber de seus propósitos, mas, apesar de ter uma esperança sincera em seu arrependimento e conversão, duvido que lhe seja concedida a cidadania, visto que ele não atende a alguns requisitos legais.

Mais informações aqui.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Solenidade de Corpus Christi

Saudações queridos leitores!

Segue abaixo o Santo Evangelho dessa quinta-feira, solenidade de Corpus Christi, com comentários de João Paulo II, de grande memória.


Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo João.

Evangelho (Jo 6, 51-58 (Corpus Christi) )

51Eu sou o pão vivo que desceu do Céu. Se alguém comer este pão, viverá eternamente; e o pão que Eu hei-de dar é a Minha carne pela vida do mundo. 52Puseram-se então os Judeus a disputar entre si, dizendo: Como pode Ele dar-nos a carne a comer?! 53Jesus disse-lhes então: Em verdade, em verdade vos digo: Se não comerdes a carne do Filho do homem e não beberdes o Seu sangue, não tereis a vida em vós. 54Quem come a Minha carne e bebe o Meu sangue tem a vida eterna, e Eu ressuscitá-lo-ei no último dia. 55É que a Minha carne é verdadeiramente uma comida, e o Meu sangue é verdadeiramente uma bebida. 56Quem come a Minha carne e bebe o Meu sangue fica em Mim e Eu nele. 57Assim como o Pai, que vive, Me enviou e Eu vivo pelo Pai, também o que Me come viverá por Mim, 58Tal é o pão que desceu do Céu: não é como aquele que os nossos pais comeram, e morreram; quem come deste pão viverá eternamente.

Palavra da Salvação.

Comentário ao Evangelho do dia feito por:

João Paulo II, Papa.

Encíclica Ecclesia de Eucharistia, 15

"A minha carne é verdadeiro alimento e o meu sangue bebida verdadeira" A reprodução sacramental na Santa Missa do sacrifício de Cristo coroado pela sua ressurreição implica uma presença muito especial, que – para usar palavras de Paulo VI – «chama-se «real», não a título exclusivo como se as outras presenças não fossem «reais», mas por excelência, porque é substancial, e porque por ela se torna presente Cristo completo, Deus e homem». Reafirma-se assim a doutrina sempre válida do Concílio de Trento: «Pela consagração do pão e do vinho opera-se a conversão de toda a substância do pão na substância do corpo de Cristo nosso Senhor, e de toda a substância do vinho na substância do seu sangue; a esta mudança, a Igreja católica chama, de modo conveniente e apropriado, transubstanciação». Verdadeiramente a Eucaristia é "mysterium fidei", mistério que supera os nossos pensamentos e só pode ser aceite pela fé, como lembram frequentemente as catequeses patrísticas sobre este sacramento divino. «Não hás-de ver – exorta S. Cirilo de Jerusalém – o pão e o vinho [consagrados] simplesmente como elementos naturais, porque o Senhor disse expressamente que são o seu corpo e o seu sangue: a fé t'o assegura, ainda que os sentidos possam sugerir-te outra coisa».

"Adoro te devote, latens Deitas": continuaremos a cantar com S. Tomás, o Doutor Angélico. Diante deste mistério de amor, a razão humana experimenta toda a sua limitação. Compreende-se como, ao longo dos séculos, esta verdade tenha estimulado a teologia a árduos esforços de compreensão.

São esforços louváveis, tanto mais úteis e incisivos se capazes de conjugarem o exercício crítico do pensamento com a «vida de fé» da Igreja, individuada especialmente «no carisma da verdade» do Magistério e na «íntima inteligência que experimentam das coisas espirituais» sobretudo os Santos. Permanece o limite apontado por Paulo VI: «Toda a explicação teológica que queira penetrar de algum modo neste mistério, para estar de acordo com a fé católica deve assegurar que na sua realidade objectiva, independentemente do nosso entendimento, o pão e o vinho deixaram de existir depois da consagração, de modo que a partir desse momento são o corpo e o sangue adoráveis do Senhor Jesus que estão realmente presentes diante de nós sob as espécies sacramentais do pão e do vinho».

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

A festa de Corpus Christi

Saudações queridos leitores!

Hoje, dia de Corpus Christi, comemoramos e agradecemos a Nosso Senhor pelo presente da Eucaristia. Para conhecer um pouco mais sobre essa festa, fiquem com artigo do Professor Felipe Aquino, da Canção Nova. O original encontra-se aqui.

A festa de Corpus Christi

A Festa de Corpus Christi é a celebração em que solenemente a Igreja comemora a instituição do Santíssimo Sacramento da Eucaristia; sendo o único dia do ano que o Santíssimo Sacramento sai em procissão às nossas ruas.

Propriamente é a Quinta-feira Santa o dia da instituição, mas a lembrança da Paixão e Morte do Salvador não permite uma celebração festiva. Por isso, é na Festa de Corpus Christi que os fiéis agradecem e louvam a Deus pelo inestimável dom da Eucaristia, na qual o próprio Senhor se faz presente como alimento e remédio de nossa alma. A Eucaristia é fonte e centro de toda a vida cristã. Nela está contido todo o tesouro espiritual da Igreja, o próprio Cristo.

A Festa de Corpus Christi surgiu no séc. XIII, na diocese de Liège, na Bélgica, por iniciativa da freira Juliana de Mont Cornillon, (†1258) que recebia visões nas quais o próprio Jesus lhe pedia uma festa litúrgica anual em honra do sacramento da Eucaristia.

Aconteceu, porém, que quando o padre Pedro de Praga, da Boêmia, celebrou uma Missa na cripta de Santa Cristina, em Bolsena, Itália, aconteceu um milagre eucarístico: da hóstia consagrada começaram a cair gotas de sangue sobre o corporal após a consagração. Alguns dizem que isto ocorreu porque o padre teria duvidado da presença real de Cristo na Eucaristia.

O Papa Urbano IV (1262-1264), que residia em Orvieto, cidade próxima de Bolsena, onde vivia S. Tomás de Aquino, informado do milagre, então, ordenou ao Bispo Giacomo que levasse as relíquias de Bolsena a Orvieto. Isso foi feito em procissão. Quando o Papa encontrou a Procissão na entrada de Orvieto, teria então pronunciado diante da relíquia eucarística as palavras: “Corpus Christi”.

Em 11 de agosto de 1264 o Papa emitiu a bula "Transiturus de mundo", onde prescreveu que na quinta-feira após a oitava de Pentecostes, fosse oficialmente celebrada a festa em honra do Corpo do Senhor.

São Tomás de Aquino foi encarregado pelo Papa para compor o Ofício da celebração. O Papa era um arcediago de Liège e havia conhecido a Beata e percebido a luz sobrenatural que a iluminava e a sinceridade de seus apelos.

Em 1290 foi construída a belíssima Catedral de Orvieto, em pedras pretas e brancas, chamada de "Lírio das Catedrais". Antes disso, em 1247, realizou-se a primeira procissão eucarística pelas ruas de Liège, como festa diocesana, tornando-se depois uma festa litúrgica celebrada em toda a Bélgica, e depois, então, em toda o mundo no séc. XIV, quando o Papa Clemente V confirmou a Bula de Urbano IV, tornando a Festa da Eucaristia um dever canônico mundial.

Em 1317, o Papa João XXII publicou na Constituição Clementina o dever de se levar a Eucaristia em procissão pelas vias públicas.

A partir da oficialização, a Festa de Corpus Christi passou a ser celebrada todos os anos na primeira quinta-feira após o domingo da Santíssima Trindade. A celebração normalmente tem início com a missa, seguida pela procissão pelas ruas da cidade, que se encerra com a bênção do Santíssimo.

Todo católico deve participar dessa Procissão por ser a mais importante de todas que acontecem durante o ano, pois é a única onde o próprio Senhor sai às ruas para abençoar as pessoas, as famílias e a cidade.

Em muitos lugares criou-se o belo costume de enfeitar as casas com oratórios e flores e as ruas com tapetes ornamentados, tudo em honra do Senhor que vem visitar o seu povo. Tudo isto tem muito sentido e deve ser preservado.

Começaram assim as grandes procissões eucarísticas e também o culto a Jesus Sacramentado foi incrementado no mundo todo através das adorações solenes, das visitas mais assíduas às Igrejas e da multiplicação das bênçãos com o Santíssimo no ostensório por entre cânticos cada vez mais admiráveis.

Surgiram também os Congressos Eucarísticos, as Quarenta Horas de Adoração e inúmeras outras homenagens a Jesus na Eucaristia. Muitos se converteram e todo o mundo católico.

O culto eucarístico não começou no século XIII, pois começou desde o Cenáculo, quando Jesus instituiu a sagrada Eucaristia. Mas faltava, porém, uma festa especial para agradecer ao "Prisioneiro dos Sacrários" esta presença inefável que o faz contemporâneo de todas as gerações cristãs.

Era necessário, realmente, uma data distinta para que se manifestasse um culto especial ao Corpo e Sangue de Cristo, atraindo d’Ele novas graças e bênçãos para os que caminham neste mundo.

Prof. Felipe Aquino
felipeaquino@cancaonova.com

Um santo feriado a todos!

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

quarta-feira, 21 de maio de 2008

Bandidos roubam R$ 30 mil de igreja em Caxias

Saudações queridos leitores!

O Rio de Janeiro, apesar de ser uma cidade maravilhosa, tem horas que se mostra calamitosa. Em Duque de Caxias, na Baixada Fluminensa, três homens invadiram o prédio anexo à Catedral de Santo Antônio e roubaram 30 mil reais dos fiéis e de barraqueiros que pagavam pelo uso dos pontos comerciais durante a Festa de Santo Antônio, em junho.

Eles foram assaltados, tendo relógios e aparelhos de telefone celular roubados e foram presos no banheiro da Cúria Diocesana. O coordenador da festa foi agredido. Os bandidos fugiram, apesar da chegada da Polícia Militar.

É lamentável que nem o sagrado seja respeitado hoje em dia. Quando as autoridades vão retomar o controle do Rio de Janeiro, que está entregue aos bandidos há vários anos, mas de maneira mais descarada nos últimos meses?

Com informações do Terra.

Que Deus proteja os cariocas!

terça-feira, 20 de maio de 2008

Ministra de Educação espanhola reafirma intolerância contra pais com objeção de consciência

Saudações queridos leitores!

O Governo Socialista da Espanha está implantando a "Educação para a Cidadania", que deveria ser chamada de "Educação para a Ideologia", que é a sua clara tentativa de doutrinação ideológica das crianças espanholas.

Em um arroubo de totalitarismo, a Ministra da Educação, Mercedes Cabrera retira a autoridade dos pais que alegam objeção de consciência, ameaçando-lhes de barrar outros direitos essenciais, caso esses pais se recusem a permitir que seus filhos recebam na escola a maligna doutrina socialista, em um processo que pode ser classificado como lavagem cerebral pura.

Em uma entrevista recente ao Jornal de orientação socialista El Pais, ao referir-se à objeção de consciência apresentada por milhares de pais de família em diversas comunidades autônomas ao curso de doutrinação ideológica desenhada pelo governo, Cabrera respondeu que "se existem queixas ou protestos de cidadãos perante os governos autonômicos porque estes incumprem uma lei pode atuar a Inspeção Geral do Estado. Enquanto não haja uma doutrina jurídica unificada, neste caso, do Supremo, o que existe é uma lei que se deve obedecer. A responsabilidade das comunidades é informar de forma clara e meridiana aos pais sobre as conseqüências de que seus filhos não estudem esta matéria".

Questionada sobre as conseqüências da resistência à lei, Cabrera respondeu: "Não obterão a titulação da ESO. Mas não é uma ameaça, é o cumprimento da lei".

Onde está Sua Majestade, Rei Juan, para mandar essa Ministra se calar?

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Presidenta argentina muda de opinião e participará de Te Deum em Salta

Saudações queridos leitores!

A idéia de Cristina Kirchner de mudar o Te Deum para Salta não foi bem recebida pela Igreja e por vários expoentes da sociedade argentina. Quando ela quis transformar a cerimônia em uma estrovenga multi-religiosa, aí sim todo mundo chiou. Chiou tanto que ela mudou de idéia.

Esse ano, a cerimônia do Te Deum ocorrerá, mas será em Salta mesmo, já que pelo jeito as autoridades argentinas não estão querendo levar a bronca que merecem na Catedral de Buenos Aires. É evidente que a mudança do local da cerimônia ocorreu para que se evitem supostos constrangimentos às autoridades, visto que eles encaram cobranças como constrangimento, mas ninguém sabe o que o Arcebispo de Salta falará.

De acordo com a reportagem de ACI, disponível , as maiores críticas que caem sobre a presidência argentina são sobre a origem da festa, que é algo próprio da região de Buenos Aires, que, com a mudança ficou muito descaracterizada.

É, queridos leitores, para quem queria evitar críticas, a emenda saiu pior do que o soneto.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Proto-ditadura chavista multa jornal católico de oposição

Saudações queridos leitores!

Cada vez mais o regime venezuelano assume os contornos da ditadura que é. Em mais um exemplo da caça à liberdade de expressão e perseguição velada à Igreja, o governo de Hugo Chávez multou um jornal católico em US$ 3.300,00, por supostos erros de contabilidade. Íntegra na reportagem de ACI, .

A multa chega no momento em que a Igreja luta contra a imposição da ideologia bolivariana no curriculum escolar das crianças. Ano passado o governo, através do Serviço Nacional Integrado de Administração Alfandegária e Tributária (SENIAT) tentou fechar o jornal católico, sem sucesso.

Essas constantes tentativas de intimidação são mais uma amostra de que a Venezuela, se não tomar muito cuidado, vai caminhar em direção de Cuba, a ilha particular do Coma Andante.

Agora eu pergunto: cadê a "esquerda católica" para defender os interesses dos caudilhos sul-americanos? Nessas horas os devotos de Betto, Boff e cia, enfiam suas bandeiras embaixo dos braços e fingem que não está acontecendo nada!

Abaixo ao comunismo na Igreja!

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Carta do Prelado (maio 2008)

Saudações queridos leitores!

Todos os meses publico a carta enviada pelo Prelado do Opus Dei, Dom Javier Echevarría. É uma grande fonte de meditação e conhecimento, além de mostrar ao mundo muito do carisma da Obra.

Carta do Prelado (maio 2008)


Em maio, D. Javier Echevarría convida a falar com a Mãe de Deus na oração, e a aprender dEla a falar com Cristo. Publicamos a sua carta mensal.

19 de maio de 2008

Caríssimos: que Jesus guarde as minhas filhas e os meus filhos!

Celebra-se hoje na Igreja universal a solenidade da Ascensão do Senhor; em alguns lugares, por motivos pastorais, é transferida para o próximo domingo. Como nos aconselhava o nosso Padre, coloquemo-nos no meio dos Apóstolos e das santas mulheres, que foram testemunhas deste último mistério da vida de Jesus na terra.

É justo que a Santa Humanidade de Cristo receba a homenagem, a aclamação e a adoração de todas as hierarquias dos Anjos e de todas as legiões dos bem-aventurados da Glória [1]. Queremos unir-nos de todo o coração a essa glorificação do nosso Jesus. Sentimos a urgência de prender-nos com força à graça da salvação que Ele nos alcançou e, conscientes de que – tal como aos Onze – também a nós nos pode censurar a nossa pouca fé [2], suplicamos-lhe que imprima no nosso ser a grandeza de uma vida nova, a vida sobrenatural.

O Senhor deixou-nos. Foi para o Céu para nos preparar a mansão definitiva; dali, da direita do Pai, como repete a Liturgia, a gratia Capitis, a graça da Cabeça chega a todos os membros do Corpo Místico. Antes de partir, encarregou-nos de ir por toda a parte, sem medo, sem respeitos humanos, com fé e otimismo, para difundir os seus ensinamentos [3].

É evidente a desproporção entre o encargo recebido e as nossas forças: somos tão pouca coisa para tal empreendimento! Mas que segurança nos infunde a sua promessa de que não nos deixará sós, de que nos enviará o Espírito Santo para sermos suas testemunhas até os últimos confins da terra! [4] A Ascensão do Senhor é, para cada uma e para cada um de nós, um desafio extraordinário e uma confiança total do Céu.

Mas tu e eu nos sentimos órfãos; estamos tristes, e vamos consolar-nos com Maria [5]. Com estas palavra termina São Josemaria o seu comentário ao segundo mistério glorioso do Rosário. Vamos, pois, consolar-nos com a nossa Mãe, para que Ela nos mantenha fiéis, firmemente fiéis, neste compromisso de dar testemunho de Cristo e dos seus ensinamentos.

Em grande parte do mundo, maio é o mês de Maria por antonomásia. Lembro-me do entusiasmo com que São Josemaria se preparava todos os anos para dar à sua vida, nestes dias, um tom especialmente mariano. Pensemos desde já que flores nos propomos oferecer a Nossa Senhora nas próximas semanas: que pormenores de piedade no trato com Jesus, seu Filho muito amado, e no trato com Ela; que mortificações no trabalho, nas relações com as outras pessoas, no cumprimento dos nossos deveres familiares, profissionais e sociais. Mesmo que nos pareçam habitualmente coisas pequenas, se as realizarmos com amor e por amor, exalarão o bonus odor Christi [6], o bom odor de Cristo que todo o cristão está chamado a difundir com o seu comportamento, para que as outras pessoas também conheçam e amem Jesus. Concretizaste já o teu plano pessoal para honrar a Senhora durante estes dias?

O mês de maio está cheio de festas de Nossa Senhora e de recordações marianas da história do Opus Dei, que servem para avivar em nós os sentimentos filiais do nosso coração, à medida que passam os dias. Gostaria, com estas linhas, de vos ajudar nisto.

Amanhã, dia 2, é o aniversário daquela peregrinação com que São Josemaria deu início ao costume da Romaria de maio. Já passaram 73 anos e, desde esse dia, quantos milhares e milhares de visitas dos seus filhos e filhas não recebeu Nossa Senhora, em todo o mundo, seguindo as pegadas daquela que o nosso Padre fez!

Cuidemos do caráter familiar que São Josemaria imprimiu a este Costume mariano do Opus Dei, desde o princípio. Referindo-se à peregrinação de 2 de maio de 1935, escrevia anos mais tarde: Não era uma romaria no sentido habitual. Não era ruidosa nem multitudinária. Íamos apenas três. Respeito e estimo essas outras manifestações públicas de piedade, mas, pessoalmente, prefiro procurar oferecer a Maria o mesmo carinho e o mesmo entusiasmo por meio de visitas pessoais, ou em pequenos grupos, com sabor de intimidade [7].

São tantas as intervenções da Virgem Maria em favor dos seus filhos! A maior parte das vezes, são ações que passam ocultas na história da humanidade, mas que iluminam interiormente a vida dos seus destinatários, que lhes dão forças para melhorar, para aspirar à árdua − mas acessível − meta da união com Deus, a santidade. Estas intervenções, e as respostas generosas que suscitam, mostrarão toda a sua importância quando ficarem patentes no último dia. Esforcemo-nos por olhar todos os acontecimentos e circunstâncias como o nosso Padre, com olhos de eternidade.

Mas, além disso, Nossa Senhora não poupa – assim o quer Deus – as suas intervenções em favor das pessoas, sobretudo nas épocas da história em que os homens estão mais necessitados. Guadalupe, Lourdes, Fátima..., e outras manifestações marianas reconhecidas pela Igreja, são só uma pequena amostra da solicitude de Maria, que se derrama sobre os seus filhos indigentes; Ela é a boa Mãe que usa todos os recursos para nos levar ao arrependimento, para nos conduzir novamente a Cristo, para nos introduzir mais na intimidade divina.

No dia 13 de maio, recordamos uma dessas manifestações: a primeira aparição da Santíssima Virgem Maria em Fátima. Que ressoe nos nossos ouvidos a mensagem de oração, de conversão, de reparação pelos pecados, que com tanta força se difunde daquele santuário mariano. Como é lógico, agradeçamos especialmente a proteção que Nossa Senhora dispensou ao Papa João Paulo II, salvando a sua vida por ocasião do atentado de 13 de maio de 1981. E recordemos também, com agradecimento, as muitas vezes que São Josemaria se prostrou diante dEla na capelinha, impetrando o seu auxílio maternal para a Igreja, para a Obra, para todas as almas. Repetiu freqüentemente que aquele lugar era o seu “refúgio”.

Falei de Lourdes – comemora-se este ano o 150º aniversário das aparições – e vêm à minha memória as vezes em que o nosso Fundador recorreu à nossa Mãe naquele recanto dos Pireneus. Peço-lhe que todos os fiéis do Opus Dei e as pessoas que se aproximam dos nossos apostolados cultivem, tal como São Josemaria, o desejo de crescer diariamente em amor e devoção à Virgem Santíssima.

A invocação de Nossa Senhora de Guadalupe, tão unida à evangelização do Novo Mundo, está muito presente também na história mariana do Opus Dei. Nos próximos dias recordaremos a novena de São Josemaria a Nossa Senhora, na Basílica da cidade do México, de 16 a 24 de maio de 1970, que foi a razão principal da sua primeira viagem ao continente americano. Tive a felicidade – considero-a uma graça muito especial de Deus – de acompanhar o nosso Padre na sua oração pela Igreja e pela Obra. Anos mais tarde, em fins de abril de 1983, voltei a Guadalupe, desta vez acompanhando o queridíssimo D. Álvaro, para dar graças a Nossa Senhora por ter escutado a ardente oração do nosso Padre.

São inumeráveis os ensinamentos que podemos tirar daqueles dias de 1970. Convido-vos agora a considerar a grandeza de coração do nosso Fundador. Recordo muito bem o último dia da novena, 24 de maio. Como nos outros dias, rezamos o Rosário. Antes dos mistérios gloriosos, São Josemaria animou-nos a pedir pelas necessidades do mundo inteiro. A Europa, a Ásia, a África e a Oceania passaram diante dos nossos olhos através das palavras do nosso Padre, enquanto deixávamos nas mãos benditas de Nossa Senhora as necessidades, preocupações e ânsias dos milhões de pessoas que enchem a terra. Imitemo-lo neste anseio de estender os frutos da Redenção de Cristo por todos os lugares e entre todas as pessoas.

O dia 31 de maio é também festa da nossa Mãe. Mal o Arcanjo Gabriel lhe comunicou o próximo nascimento de São João Batista, levantou-se Maria e foi com pressa às montanhas, a uma cidade de Judá. Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel [8]. Já tendes na imaginação a cena que contemplamos todos os dias no segundo mistério gozoso do terço: a chegada de Maria, as palavras de Isabel, os saltos de júbilo de São João Batista ainda não nascido... Depois ficou em casa da sua prima uns três meses, para ajudá-la em tudo o que fosse preciso. Quanto pode a presença de Maria! Comentando este fato, Santo Ambrósio escreve: “Se a sua simples entrada [naquela casa] produziu um efeito tão grande que, com a saudação de Maria, o menino saltou de alegria no seio materno e a mãe ficou cheia do Espírito Santo, em quanto avaliaremos os efeitos da presença de Maria durante tanto tempo?” [9].

Podemos aplicar à nossa resposta ao Senhor as palavras deste Padre e Doutor da Igreja. Se nos esforçarmos por estar muito perto da Virgem Santíssima, neste mês de maio e sempre, quantas graças não se derramarão sobre as nossas almas! Entre outras, a grande alegria de nos sentirmos amigos e filhos de Deus.

A presença da Virgem Maria em cada um dos nossos dias converte-se na melhor escola de oração. Dizia-o o Papa Bento XVI há uns meses. “São Lucas diz-nos duas vezes que Nossa Senhora «guardava todas estas coisas e as meditava no seu coração” (Lc 2, 19; cfr. 2, 51). Era uma pessoa em colóquio com Deus, com a palavra de Deus, e também com os acontecimentos através dos quais Deus lhe falava. O Magnificat é um «tecido» feito de palavras da Sagrada Escritura e mostra-nos como Maria viveu em colóquio permanente com a palavra de Deus e, assim, com o próprio Deus [...]. Aprendamos de Maria a falar pessoalmente com o Senhor, ponderando e conservando na nossa vida e no nosso coração a palavra de Deus, para que se converta em verdadeiro alimento para cada um. Deste modo, Maria guia-nos numa escola de oração, num contacto pessoal e profundo com Deus” [10].

Antes de acabar, quero pedir-vos que rezeis pelos fiéis do Opus Dei que vão receber a ordenação sacerdotal em Roma, no próximo dia 24. Que Nosso Senhor, por intercessão da sua Santíssima Mãe, os faça santos, doutos e alegres.

No mês que acaba de passar, fiz duas breves viagens, uma à Inglaterra e outra à Áustria, para alentar os fiéis e cooperadores da Prelazia no seu trabalho apostólico a serviço da Igreja. Com a viva recordação do nosso Padre e de D. Álvaro, fui rezar a Nossa Senhora de Willesden, em Londres, e a Maria Pötsch, em Viena. Também nesses lugares – como em Aparecida, Luján, Lo Vásquez, etc. –, São Josemaria colocou toda a Obra sob o manto de Nossa Senhora. Aprendamos a seguir este caminho de auxílio seguro.

Em Viena, prolongando a oração de São Josemaria em 1955, recorri à Stella Orientis pedindo a sua ajuda para a tarefa apostólica que já estamos realizando em bastantes países do centro e do leste da Europa, antes submetidos ao comunismo, e nos outros que esperam por nós: Romênia, Bulgária, Ucrânia, Bielorússia... Pensas acompanhar todos os que, no mundo, recorrerem a Nossa Senhora fazendo romarias? Que dirás às pessoas que te rodeiam sobre a grandeza de Nossa Senhora e sobre a sua onipotência suplicante? Pensaste no modo de dirigir o teu olhar com mais afeto para as suas imagens? Rezarás com mais piedade as Ave-Marias?

Normalmente, no dia 1º de maio comemora-se a festa de São José Operário. Dirijo­‑me ao Santo Patriarca para que nos ensine a ter com a sua Esposa virginal muitas delicadezas ao longo das próximas semanas e sempre.


Com todo o afeto, abençoa-vos

o vosso Padre

† Javier
Roma, 1º de maio de 2008.

[1] São Josemaria, Santo Rosário, segundo mistério glorioso.

[2] Cfr. Mc 16, 14.

[3] Cfr. Mt 28, 19-20; Mc 16, 15.

[4] Cfr. Jo 14, 15-18; Mt 28, 20.

[5] São Josemaria, Santo Rosário, segundo mistério glorioso.

[6] 2 Cor 2, 15.

[7] São Josemaria, É Cristo que passa, n. 139.

[8] Lc 1, 39-40.

[9] Santo Ambrósio, Exposição do Evangelho de São Lucas, 2, 29.

[10] Bento XVI, Encontro com sacerdotes em Roma, 22.02.2007.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

A penhora da Igreja, o descaso com o patrimônio histórico e o caos administrativo

Saudações queridos leitores!

Esta no Globo Online (fonte aqui) uma notícia muito triste. A Igreja da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos está sendo penhorada para o pagamento de dívidas da Irmandade. Essa Igreja é onde Dom João VI agradeceu a Deus pela viagem bem-sucedida de Portugal até o Brasil.

Esse leilão revela alguns aspectos tristes do Patrimônio Histórico Brasileiro, assim como o caos administrativo que reina em nosso país.

Em primeiro lugar, o pouco-caso dos órgãos de preservação do Patrimônio Histórico Nacional, que permitem que parte do Patrimônio Histórico seja leiloado para pagar dívidas trabalhistas. Por mais que esse seja o único bem do qual dispõe a Irmandade, o órgão deve ter dispositivos para impedir que o patrimônio seja leiloado.

Se fosse leiloado, sendo patrimônio histórico, o que o comprador poderia fazer? Suponhamos que uma seita pentecostal comprasse o prédio. Eles o descaracterizariam? Como donos do prédio e o mesmo sendo patrimônio histórico, o que fariam? É uma questão muito complicada que merece resposta.

Espero que quem saia ganhando nessa história seja o Patrimônio Histórico Nacional.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

segunda-feira, 19 de maio de 2008

Influência religiosa deturpa Estado de Direito

Saudações queridos leitores!

Diversos Juristas se manifestam contra a influência religiosa no Estado de Direito. Sobre a história das cartas psicografadas que alguns juristas querem usar com peso de prova, maioria se manifesta dizendo que o uso é ilegal. Íntegra em reportagem da Folha, aqui, só para assinantes.

Vejo muitos comentários de ambos os lados sobre esse assunto. Maioria absoluta das pessoas, sejam juristas ou não, rejeitam a idéia de que essas cartas possam ou devam ser usadas em tribunal com os argumentos de Estado Laico e de que as cartas não têm base científica. Os defensores dessa teoria defendem que o Estado é Laico, mas eles não. Além de um cientificismo duro de engolir. Vamos ponderar um pouco sobre os dois lados.

Os contrários à proposta, alegam que o Estado é Laico e que expressões religiosas não devem ter espaço nos julgamentos. Esse é um argumento parcialmente verdadeiro. A Justiça não deve ser instrumentalizada sob a ótica de nenhuma doutrina religiosa. Mas há uma diferença significativa entre o laicismo do Estado e a devoção do povo. Não vejo problema algum em que juízes se reúnam em associações religiosas, desde que isso não influencie em seus julgamentos, o que claramente não é o que essa Associação de Juízes Espíritas quer. Eles querem julgar sob a ótica espírita, o que não pode ser aceito em hipótese alguma. Eu, como Católico, jamais me sujeitaria a um julgamento com base em uma doutrina que não reconheço. Qualquer julgamento feito com essa base é nulo.

O que não significa que Magistrados não possam ter ou não possam divulgar suas crenças religiosas. A não-influência é uma coisa que independe da crença da pessoa. Um juiz pode ser um ateu e influenciar-se muito pelo ateísmo em seus julgamento, o que torna seus veredictos tão inválidos quanto o de um espírita que assuma que sua crença influencie no trabalho. O laicismo do Estado deve estar separado do laicismo das pessoas.

Quanto aos partidários do uso das cartas psicografadas, eles deveriam saber que não há amparo para o uso do sobrenatural no sistema jurídico brasileiro. Essas psicografias não são cientificamente provadas, o que já joga por terra qualquer chance de sua aceitação em julgamentos. Repito: juízes que estiverem se pautando por qualquer doutrina em seus julgamentos devem ser afastados e seus julgamentos tornados nulos.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Justiça de outro mundo

Saudações queridos leitores!

Parece mentira mas não é. Uma recém-formada associação de Juristas espíritas quer que cartas psicografadas sejam aceitas como provas em julgamentos! A ilegalidade é flagrante! Vamos analisar um pouco do que pensam os juristas em vermelho. A íntegra do texto está aqui.

"O Estado é laico, mas as pessoas não. Não tem como dissociar e dizer: vou usar a minha fé só dentro do centro espírita", afirma o promotor Tiago Essado, um dos fundadores da AJE.

Se esse promotor trabalha assim, deve ser imediatamente afastado! Entre os princípios do Estado Laico está a não-influência de crenças religiosas nas decisões de seus representantes. Se, além da Lei esse promotor se pauta na doutrina espírita para atuar, suas decisões são nulas e ele deve ser afastado. Se um jurista manifestasse que pauta as decisões no Evangelho, o mundo cairia sobre sua cabeça.

Embalada na esteira do crescimento da Abrame (Associação Brasileira de Magistrados Espíritas), que hoje reúne 700 juízes, desembargadores e ministros de tribunais superiores, e que aceita apenas togados como membros, a AJE surge com uma proposta de abranger todos os operadores do direito e já conta com 200 associados ou interessados, entre promotores, delegados de polícia e advogados, além de juízes.

Eles podem se reunir em que associação quiserem. Se quiserem se reunir na Associação de Devotos do Unicórnio Rosa Invisível, não dou a mínima. Agora, se quiserem pautar seu trabalho nas mensagens do Unicórnio, aí a coisa complica.

"Não enxergaria nenhuma diferença entre uma declaração feita por mim ou por você e uma declaração mediúnica, que foi psicografada por alguém", diz Alexandre Azevedo, juiz-auxiliar da presidência do CNJ, designado pelo conselho para falar a respeito das associações.

Não enxergaria diferença? Então melhor ir ao oftalmologista, pois precisa de novos óculos para poder ler a Constituição. É ilegal. Além do mais, não dá pra aceitar uma prova que não possui base científica. Se for assim, "espíritos" podem baixar muito convenientemente para provar o que for mais cômodo ao réu.

Será que esse mesmo juiz aceitaria uma revelação privada de Nosso Senhor Jesus Cristo ou de Maria Santíssima como prova em um tribunal?

Segundo Zalmino Zimmermann, juiz federal aposentado e presidente da Abrame, o propósito da associação "é questionar os poderes constituídos para que o direito e a Justiça sofram mais de perto a influência de espiritualizar".

Está aí, com todas as letras. Eles querem colocar a doutrina espírita, que deveria ser de foro particular deles, acima da Lei. Eles podem crer no que quiser, isso é problema deles, mas não podem, em hipótese alguma, colocar sua crença acima dos preceitos da Constituição.

Essa história não pode ir pra frente. Caso essa influência se consolide, o pouco de Justiça que há no Brasil vai para o mundo dos mortos.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Onde a liberdade religiosa sofre

Saudações queridos leitores!

O comunismo não sobrevive à liberdade. Assim como muito do que o Islã é hoje em dia, também se dá graças à falta de liberdade. Essas duas opiniões minhas foram comprovadas pelo Relatório Anual da Comissão Internacional sobre Liberdade Religiosa dos Estados Unidos, que foi entregue à Concolezza Rice. A íntegra da reportagem está aqui.

A comissão foi criada pelo Ato Internacional de Liberdade de Religião de 1998. O ato também diz que os Estados Unidos deve designar como «Countries of Particular Concern - CPC» (Países de Particular Preocupação) aqueles estados cujos governantes tem realizado ou tolerado sistemáticas e impressionantes violações da liberdade religiosa.

Os países citados no relatório sobre os quais se devem ter particular preocupação são Burma (também conhecido como Mianmar), Coréia do Norte, Eritréia, Irã, Paquistão, China, Arábia Saudita, Sudão, Turcomenistão, Usbequistão e Vietnã. O que esses países todos têm em comum? Ou são nações islâmicas ou são nações comunistas/socialistas.

Sobre alguns países, vejam o que fala a reportagem:

Sobre o Vietnã

A carta da comissão para Condoleezza Rice dá mais detalhes sobre o Vietnã, estabelecendo que durante uma viagem ao país em outubro de 2007, foi notado que o progresso na liberdade religiosa foi muito incompleto. A comissão também argumentou, contrariamente ao ponto de vista do Departamento de Estado, que há «presos de consciência» por religião no Vietnã. Em acréscimo, as autoridades também limitam os direitos humanos em geral, conclui a carta.

Arábia Saudita

Uma das conclusões extraídas das visitas é que as autoridades sauditas continuam severamente a restringir todas as formas de expressão pública da religião que não sejam oficialmente aprovadas pelo Islã Sunita. «Esta política viola os direitos de grandes comunidades de muçulmanos de uma variedade de escolas do Islã que residem na Arábia Saudita», diz o relatório.

China

Grupos protestantes e sacerdotes católicos clandestinos continuam a experimentar a mais intensa coerção, de acordo com o relato. Ele também relata as contínuas ações do governo chinês para demolir estátuas e estruturas do budismo tibetano. As autoridades também têm o conhecimento de mais de 100 monges budistas tibetanos foram colocados na prisão, segundo o relatório.

Mianmar

Mianmar é outro país destacado pela comissão por sua violação da liberdade religiosa. De fato, a já muito pobre relação de direitos humanos deteriorou mais no ano passado, estabeleceu o relatório.

Entre os recentes abusos, o relatório mencionou a ação violenta realizada pela junta militar para colocar um fim à pacíficas manifestações de monges budistas em setembro de 2007. Pelo menos 30 mortes foram constatadas, ainda que algumas estimativas sejam maiores, relatou a comissão. Milhares de pessoas foram presas e centenas ainda estão detidas.

Sudão, o mais violento

Na África, a comissão observou que no passado destacou o Sudão, «como o mais violento violador do direito à liberdade de religião e crença do mundo». As condições melhoraram em tempos recentes, mas principalmente no sul do país.

No norte, algumas mudanças foram implementadas e todos os cidadãos, incluindo cristãos e seguidores de religiões tradicionais africanas, estão sujeitos à lei islâmica (Sharia). Os muçulmanos recebem tratamento preferencial quando acorrem a serviços governamentais, e a conversão a partir do Islã é um crime punível com a morte.

Esses regimes totalitários não resistiriam um momento a um sopro real de liberdade. Por a temerem tanto é que a mantém tão longe.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nada de homossexuais nos Seminários

Saudações queridos leitores!

Parte significativa dos problemas enfrentados pela Igreja nos Estados Unidos nos últimos anos deve-se à falta de critérios para a admissão de novos seminaristas. Para coibir esse problema, novas normas foram colocadas em vigor para evitar mais problemas, visto que a Igreja ainda sofre muito com os problemas passados.

Nos Estados Unidos, boa parte da visita do Santo Padre ao país girou em torno disso. Como o Vaticano andou recebendo muitos pedidos de maiores explicações sobre os critérios para a admissão de novos seminaristas, o Cardeal Tarcisio Bertone enviou uma carta aos bispos do mundo inteiro para esclarecer ainda mais as coisas.

Na carta, o Cardeal afirma que as normas estabelecidas em relação à seleção de candidatos ao sacerdócio pela Instrução, vale “para todas as casas de formação para o sacerdócio, incluídas aquelas que dependem dos Dicastérios para as Igrejas Orientais, para a Evangelização dos Povos e para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica".

Na Instrução de 2005, a Congregação para a Educação Católica, "de acordo com a Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, acha necessário afirmar com claridade que a Igreja, respeitando profundamente às pessoas em questão, não pode admitir ao Seminário e às Ordens Sagradas a quem pratica a homossexualidade, apresentam tendências homossexuais profundamente arraigadas ou sustentam a assim chamada cultura gay".

Os pecadores devem ser amados e acolhidos pela Igreja, mas não podemos dar chance para que seus erros contaminem os fiéis, por isso essa vigilância tem que ser mantida.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Cristo e a religião serlf-service

Saudações queridos leitores!

Adotar vários princípios religiosos de acordo com os próprios desejos, além de ser uma prática que vai contra as religiões (maioria absoluta não aceita tal prática), é um atentado contra a lógica. Fiquem com notícia de ACI, volto depois.

Ante propostas pseudo-religiosas e "religião à carta", Cristo é verdadeira resposta

.- O Bispo de São Cristóbal, Dom Mario Moronta, precisou em sua reflexão semanal que ante as propostas pseudo-religiosa e a chamada "religião à carta" que não sacia o coração do homem, Cristo aparece como resposta real que enche às pessoas de "amor e paz" verdadeiros.

Depois de denunciar que atualmente "chega-se a falar hoje de 'religião à carta': com um menu de opções de acordo aos gostos", o Prelado venezuelano explica que hoje em dia "muitos seres humanos, entre eles cristãos, tentam conseguir falsas seguranças de fé ao construir-se falsas imagens de Deus, ou ao optar por propostas pseudo-religiosas que favorecem uma certa tranqüilidade espiritual".

"Mais ainda, há quem pretende conseguir um Deus feito a sua maneira, que favoreça o individualismo. chega-se até dizer, 'eu acreditodo meu jeito'. Muitas destas propostas ou buscas se escondem em planos de auto-realização pessoal, mas com um forte acento no individual e no egocentrismo", adverte Dom Moronta.

Seguidamente assinalou que a paz que Deus nos dá "é a salvação que implica o nos converter em filhos do Pai Deus. Essa paz de salvação nos permite então realizar a fraternidade, com a que nos distinguimos como seguidores de Jesus e discípulos deles. É a Paz de Cristo, obtida por seu mistério pascal, a que nos permite alcançar a plenitude".

Depois de ressaltar que "tudo isto é possível graças ao amor", o Prelado remarca que este amor de Deus "é entrega, é doação. Deus sai de si mesmo e nos cria para ser seus filhos. E desde esse amor, envia a seu Filho para que sejamos introduzidos no caminho da novidade de vida que é a salvação".

"Se acreditarem no Deus que é amor, é com essa atitude como podemos expressar nossa fé, através de nosso testemunho e de nossa própria vida", disse logo e concluiu expressando que "o amor e a paz que vêm de Deus e que o definem como o Todo-poderoso devem ser também características de cada crente. O Deus Um e Trino, que confessamos no Credo é o Deus da paz e do amor".

Voltei. O conceito de que todas as religiões possuem aspectos da Verdade é um atentado contra a lógica. A não-contradição é condição básica para que duas ou mais sentenças sejam verdadeiras ao mesmo tempo. Não é possível acreditar em Deus, em sua visão cristã e em Buda, pois são realidades que se negam. É um paradoxo semelhante a uma bola quadrada.

Ou apenas uma das alternativas é verdadeira, ou nenhuma delas o é. Duas ou mais alternativas verdadeiras ao mesmo tempo é algo logicamente impossível. Apresentar esse conceito junto da Verdade é um ato de caridade para com o próximo, pois é uma obra de caridade guiar as ovelhas perdidas à Verdade. São muito mais que ovelhas, são almas que necessitam da Salvação. Guiá-las à Salvação é nosso dever Católico.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Hugo Chávez quer levar ideologia comunista à escola

Saudações queridos leitores!

Nenhum Estado Totalitário sobrevive com liberdade. E eles sabem disso. A Venezuela de Hugo Chávez está tentando impor uma educação com base na ideologia, visando minar a resistência a sua proto-ditadura. Fiquem com informações de ACI, volto depois.

Estado venezuelano não pode impor sua maneira de ver o mundo em educação, assinala Arcebispo
.- O Arcebispo de Mérida, Dom Baltazar Porras Cardozo, advertiu que embora o Estado tem a obrigação de velar pela educação venezuelana, não pode pretender impor “sua maneira de ver o mundo” pelo fato de estar no poder.

“A revisão do desenho curricular é uma necessidade, mas o desenho curricular do século XXI dado a conhecer pelo Ministério de Educação cheira mais a século XIX porque ignora ou deixa de lado os problemas reais de hoje”, assinalou o Prelado.

Nesse sentido, explicou que “a qualidade da educação passa hoje pela amplitude de miras, o ouvir e tomar em conta aos outros, a tolerância e busca de uma convivência mais serena e cordial”.

Por isso, criticou o ensino militarista e a inclinação da história “que converte em heróis e paradigmas a ‘meus’ heróis”. O Prelado advertiu que isso “não só é uma brincadeira mas também uma bomba de tempo, cujos frutos mais imediatos são a violência e a intransigência”.

Voltei. Hugo Chávez, como todo bom comunista/socialista, não sabe viver com oposição. Por isso tenta acabar com ela, seja na política, seja na educação, minando a formação de novos opositores. É a mesma tática que a China e Cuba usam. Eles sabem que o que fazem é mal e não conseguirão trazer nada de bom para o povo, mas mesmo assim querem continuar nessa situação e querem que o povo acredite que o que eles fazem é algo bom.

Essa ideologia tem que ser expurgada do mundo.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Tolken, Lewis e o Cristianismo

Saudações queridos leitores!

O que O Senhor dos Anéis, As Crônicas de Nárnia e a Bíblia Sagrada têm em comum? Muito mais do que vocês imaginam. Fiquem com reportagem da ACI, volto depois.

Peritos em Tolkien e C.S. Lewis apresentam livro sobre relações entre magia literária e mito entendido como narração

.- O Secretário Geral e o professor de Estética do Instituto de Filosofia Edith Stein, Guillermo Peris Batista e Eduardo Segura Fernández, respectivamente, apresentarão o livro “Myth and Magic: Art according to the Inklings”, dedicado ao tema das relações conceituais entre a magia literária e o mito entendido como narração.

No evento, iniciativa do Arcebispado de Granada e que se realizará na Faculdade de Filosofia e Letras da Universidade de Granada em 20 de maio, às 19h, estará presente a professora de Literatura Inglesa na Faculdade de Filologia da Universidade de Granada e autora de um dos ensaios que compõem o livro, Margarida Carretero González.

O livro recolhe “a contribuições de alguns dos principais peritos a nível mundial na obra do J.R.R. Tolkien, C.S. Lewis e os Inklings –o grupo literário cujo eixo central estava formado por eles–, sobre o tema das relações conceituais entre a magia literária e o mito entendido como narração, e da sub-criação como processo artístico de invenção de mundos possíveis”, indicaram os organizadores do evento.

Do mesmo modo, assinalaram que a obra, publicada pela editorial alemã Walking Tree Publishers, é “um trabalho no que participaram vários estudiosos do âmbito universitário do leste de Andalucia, estabelecendo um espaço de colaboração entre as distintas instituições acadêmicas nas que trabalham”.

Aviso: os comentários abaixo contém Spoilers (ainda dá pra fazer spoiler desses filmes?).

Voltei. Quem conhece essas histórias só pelo que se passou nos cinemas provavelmente desconhece seus autores. C. S. Lewis e J. R. R. Tolkien eram cristãos. Lewis era Episcopal e Tolkien Católico. Eram cristãos exemplares em suas denominações e a Bíblia influenciou em muito as criações de suas histórias.

Para deixar alguns pontos mais claros, dêem uma avaliada no primeiro livro (ou filme) de As Crônicas de Nárnia sobre Aslam, o Leão que criou Nárnia e o momento em que ele é sacrificado pela Feiticeira Branca, quando ele ressurge por ter sido um inocente sacrificado e leva o povo à redenção. Alguma semelhança com a Paixão de Nosso Senhor?

Na série O Senhor dos Anéis, a traição de Sauron lembra em muito a história da Queda de Lúcifer e um outro fato muito interessante é sobre Lembas, o pão mágico dos Elfos, que é claramente inspirado na Santíssima Eucaristia (o pão que dá forças e que o mal (Gollum) quer destruir).

Não vou tirar o prazer de quem quiser ler ou assistir e procurar mais referências.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

domingo, 18 de maio de 2008

Granma reconhece perigos do aborto para justificar... o aborto!

Saudações queridos leitores!

Sou um boboca. Quando acho que ainda existe um lampejo de bom-senso no governo comunista da ilha particular de Fidel Castro, levo um balde d'água. Fiquem com notícia da ACI, volto depois.

Granma reconhece perigos e estragos do aborto… para justificar uso de fármacos anti-vida

.- Através de um artigo “Verdades sobre o aborto”, o jornal Granma –dirigido pelo Governo comunista- reconheceu os perigos de todo aborto cirúrgico para as mulheres cubanas, incluindo os que se realizam em condições “ótimas”, e seus devastadores estragos na sociedade da ilha, em uma tentativa por justificar a anunciada difusão de anticoncepcionais e fármacos anti-vida.

Em uma alegação por escrito a favor do aborto químico, o jornal sustenta que “60% das mulheres que apresentam infertilidade tem como antecedente o fato de haver-se realizado um aborto ou mais”, e ao menos um de cada cinco casais cubanos têm problemas para conceber.

Segundo Granma, ainda “em condições médicas ótimas, estas interrupções podem originar riscos como a persistência de restos ovulares, o denominado aborto incompleto, com alta incidência de infecção. São freqüentes também as complicações hemorrágicas e lesões traumáticas como as perfurações uterinas que, em ocasiões, põem em perigo a vida da mulher”.

“O aborto é um proceder arriscado, que se pratica às cegas, e pode ter complicações mesmo que se realize pelas mãos mais peritas e nos melhores serviços”, admite o jornal e denúncia a baixa percepção feminina dos riscos do aborto.

“Muitos dos transtornos que originam estas técnicas invasivas são ‘silenciosas' e se manifestam a longo prazo, como as complicações inflamatórias que danificam o sistema reprodutivo, principalmente as trombas”, adiciona Granma.

A publicação precisa que para as autoridades o volume de abortos voluntários praticados na ilha ainda é elevado “embora o propósito principal das políticas de planejamento familiar no país se encaminha à diminuição desta prática ao mínimo indispensável, atendendo aos problemas de saúde que gera”.

Neste contexto, o jornal informa que o Governo melhorará os serviços de anticoncepção e oferecerá uma maior variedade de anticoncepcionais, incluindo o fármaco abortivo Misoprostol com o qual se praticarão abortos químicos em 96 hospitais do país.

As autoridades não se riscaram a meta de diminuir o número de abortos, mas sim de obter que 80 por cento de todos os abortos a pedido no país sejam químicos.

Voltei. É surpreendente que os habitantes da ilha ainda se submetam a esse governo criminoso, que reconhece que põe em risco a vida de seus habitantes e mesmo assim busca alternativas para isso.Só por ser um governo comunista, já tem que ser combatido, ainda mais porque Fidel Castro já demonstrou que é o maior assassino das Américas, líder de uma ditadura que mata, exila, oprime e degrada com suas vítimas.

A justificativa para os abortos não é nem de risco de vida da gestante, mas por mero desejo das mesmas, sem nenhum outro motivo senão o egoísmo. E ainda defendem esse regime facínora que se alimenta de cadáveres de inocentes.

O comunismo me dá nojo.
Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Juiz não ouve abortistas e não detém investigação sobre clínica clandestina no Brasil

Saudações queridos leitores!

Lei existe para ser cumprida. Mesmo que muitos não queiram, as leis têm de ser respeitadas. E quem as desobedece deve pagar a devida pena. Alguns deputados abortistas tentaram pressionar um juiz para que não investigasse gestantes que abortaram de maneira criminosa em uma clínica clandestina que foi fechada pela polícia. Fiquem com notícia da ACI, volto depois.

Juiz não ouve abortistas e não detém investigação sobre clínica clandestina no Brasil

.- O juiz Aluízio Pereira dos Santos, responsável pelo processo contra a médica Neide Motta, acusada de manter por 20 anos uma clínica de abortos clandestinos em Campo Grande, não cedeu ante as pressões de alguns deputados federais que procuravam deter as investigações.

A Comissão de Direitos humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, solicitou ao Poder Judiciário que não se investigue às milhares de mulheres que supostamente se submeteram a abortos ilegais na clínica porque se estaria discriminando às mulheres que abortaram à margem da lei.

Pereira dos Santos se reuniu com Pompeo de Mattos, presidente da Comissão, para lhe explicar que a lei exige a abertura destes processos e com seu pedido, os deputados está demandando mudar as regras. Na clínica se encontraram quase dez mil fichas de pacientes.

O magistrado lembrou que o Código Penal define o aborto não autorizado como um crime e o sanciona com penas de até três anos de reclusão.

Voltei. A Lei é igual para todos. A solicitação da Comissão de Direitos Humanos é ilegal, pois acabaria acobertando crimes que foram cometidos por todas essas mulheres. O Juiz está de parabéns pela firmeza e fidelidade à Lei.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Evangelho de Domingo - Solenidade da Santíssima Trindade

Saudações queridos leitores!

Segue abaixo o Santo Evangelho desse domingo, dia do Senhor, solenidade da Santíssima Trindade, com comentários de Santo Efrém.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo João.

Evangelho (Jo 3, 16-18 (Santíssima Trindade))

16De facto, Deus amou de tal maneira o mundo que deu o Seu Filho único, para que todo o que n'Ele acredita não pereça, mas tenha a vida eterna. 17É que Deus não enviou o Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para o mundo ser salvo por Seu intermédio. 18Quem n'Ele acredita não é condenado; mas quem não acredita já está condenado, porque não acreditou no nome do Filho único de Deus.

Palavra da Salvação.

Comentário ao Evangelho do dia feito por:

Santo Efrém (c. 306-373), diácono da Síria, doutor da Igreja

Hino sobre a Trindade

«Um só Deus, um só Senhor, não na unidade de uma só pessoa, mas na trindade de uma só natureza" (do Prefácio) Refrão: Bendito seja Aquele que Te envia!

Toma como símbolos o sol para o Pai,
A luz para o Filho,
O calor para o Espírito Santo.

Embora sendo um único ser,
Percebemos Nele uma trindade.
Quem poderá compreender o inexplicável?

Este único é múltiplo: um é formado por três,
E três formam apenas um,
Grande mistério e maravilha manifesta!

O sol é distinto do seu irradiar
Embora esteja a ele unido,
Pois os seus raios também são o sol.

E contudo ninguém fala de dois sois,
Embora os raios sejam também
O sol cá em baixo.

Assim também não dizemos que há dois Deuses.
Deus, Nosso Senhor, é Deus;
E também Ele se encontra acima do criado.

Quem será capaz de mostrar como e onde
Está ligado o raio do sol,
Bem como o seu calor, ainda que soltos?

Não se encontram, nem separados nem confundidos,
Estão unidos, embora sejam distintos,
São livres, embora estejam ligados, ó maravilha!

Quem poderá, perscrutando-os, ter domínio sobre eles?
E contudo, não é certo que são
Aparentemente tão simples, tão fáceis?

Embora o sol permaneça no alto
A claridade e o calor que dele emanam
São, para os de cá de baixo, um símbolo claro.

Sim, os seus raios incidem sobre a terra
E permanecem nos nossos olhos,
Como se fosse ele a revestir-nos a carne.

Quando se fecham os olhos no instante do sono,
Como mortos, ele abandona-os,
A eles que em breve despertarão.

E, assim como ninguém compreende
De que forma entra a luz no olho,
Assim Nosso Senhor no seio. [...]

O nosso Salvador tomou um corpo
Com a toda a fragilidade que nele existe,
Para vir santificar o universo.

Mas, quando o raio remonta à sua fonte,
Vemos que nunca esteve separado
Daquele que o engendrou.

Derrama o seu calor sobre os que se encontram cá em baixo,
Como Nosso Senhor
Deixou o Espírito Santo aos discípulos.

Contempla estas imagens do mundo criado
E não duvides do que diz respeito aos Três,
Pois de outra forma perder-te-ás!

Tornei claro para ti aquilo que era obscuro:
Como podem os três formar um só,
A Trindade que é uma mesma essência!

Refrão: Bendito seja Aquele que Te envia!

* * *

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.