segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Traidores da Igreja defendem a camisinha

Saudações queridos leitores!

Cuidado com os deformadores da moral. Eles estão espalhados por todo lado e podem estar mais próximos do que você imagina. Eles estão inclusive em algumas pastorais na Igreja.

A situação é ainda mais escandalosa quando começamos a olhar os detalhes do trabalho. O material para a divulgação da "ética da borracha", já que o preservativo é tratado como mais que um meio de prevenção, mas como uma verdadeira nova moral é simplesmente grotesco. Um exemplo de frase usada na divulgação das campanhas é: "Use camisinha em toda relação sexual, seja ela vaginal, anal, ou oral. Reduza o número de parceiros (as) sexuais".

Nauseante!

Uma dessas malditas ONGs infiltradas na Igreja é a Aids: Apoio, Vida, Esperança (Aave), de Goiânia, dirigida pela freira Margaret Hosty, coordenadora da Pastoral da Aids no Centro-Oeste. Onde estão os superiores dessa religiosa, se ela ainda o for, para lhe impor a obediência que ela jurou à Igreja ao fazer seus votos?

Mais doloroso ainda é saber que essa pastoral é ligada à CNBB e já está distorcendo a moral em 118 dioceses no Brasil. Uma reportagem do jornal O Globo (não coloco o link porque a matéria é só para assinantes) atesta que essa verdadeira sucursal do inferno já formou mais de 13 mil agentes pelo país.

o Padre Valeriano Paitoni, do Instituto dos Missionários da Consolata, de São Paulo, coordena três casas de apoio e cuida de infectados que são filhos de mães HIV positivo. Sua fala para a mesma reportagem d'O Globo é uma dolorosa punhalada nas costas da Igreja. Segundo ele, a postura de uma igreja ou religião, qualquer que seja, não pode prevalecer sobre o bom senso. Dante Alighieri, em sua célebre obra, reservou o círculo mais central do inferno para os traidores, lugar que esse sacerdote já está reservando para si ao levar o rebanho de Cristo em direção à perdição. O "bom senso de borracha" do sacerdote nada mais é que uma ética vazia e claramente ineficaz, que insiste em permanecer em voga em nossos tempos.

A reação da CNBB não foi menos molenga. Dom Dimas Lara Barbosa, Secretário-geral da entidade afirmou que "Possivelmente esses padres querem dar sua contribuição. É um sinal de que o católico não está alheio a esse problema. Mas a solução é mais abrangente do que a distribuição de camisinha."

Não, Dom Dimas, a solução passa longe da camisinha! Ela passa pelo correto exercício da sexualidade humana, tão banalizada em nossos dias. Ela passa por um efetivo combate à erotização de nossas crianças com músicas que simulam o coito muitas vezes mais explicitamente que o próprio ato. A solução passa muito longe dessa idéia estúpida de que tudo é permitido desde que se use a maldita camisinha.

Enquanto a ética da borracha vigorar e essa total permissividade assolar a todos, estaremos caminhando a passos largos para a perdição.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

11 comentários:

Malra disse...

Puxa Fernando como é bom ler o seu blog me sinto novamente fazendo parte deste mundo... pois é por motivos de horários desencontrados, não quase não vou á formação da Obra,tento suprir na paróquia e é no mínimo muito triste...parece que eu sou um E.T.
Vou recomendar para mais pessoas lerem seu blog.

Malra disse...

Puxa Fernando como é bom ler o seu blog me sinto novamente fazendo parte deste mundo... pois é por motivos de horários desencontrados, não quase não vou á formação da Obra,tento suprir na paróquia e é no mínimo muito triste...parece que eu sou um E.T.
Vou recomendar para mais pessoas lerem seu blog.

Malra disse...

Puxa Fernando como é bom ler o seu blog me sinto novamente fazendo parte deste mundo... pois é por motivos de horários desencontrados, não quase não vou á formação da Obra,tento suprir na paróquia e é no mínimo muito triste...parece que eu sou um E.T.
Vou recomendar para mais pessoas lerem seu blog.

Malra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sandro disse...

Puxa, Fernado, como tu é babaca!!!E limitado, também!!Veja bem , tenta acompanhar o raciocínio:deus nunca resolveu estas questões básicas, a ciência sim.Enquanto tu espera deus resolver, o homem inteligente vai atrás das soluções cabíveis pra estes problemas graves.deus não tem uma solução pronta pra legião de miseráveis que cresce assustadoramente, e nem cura pra donças que se alastram, as religiões, menos ainda.Pelo contrário, pessoas com esta mentalidade religiosa só atrasam o mundo, sempre foi assim, mas está cada vez mais perto de isso acabar.Felizmente o homem está acordando.Sei que tu não vai postar isto, mas vai ler...Como homem temente a deus, certas verdades não podem ser divulgadas,Faz o teu papel e censura.

Maitê disse...

Concordo plenamente com o Sandro! Deus é uma coisa muito patética, religiao só serviu até agora para rebaixar o ser humano incrivelmente idiota em acreditar em um ser barbudo invisivel de mais de 2000 anos ou criar conflitos....E também acho que as pessoas deviam pensar mais nisso, quer dizer, qual é! Eu tenho quatorze anos e para mim é bem dificil de acreditar em um cara que fala que se voce nao o amar e tudo mais voce vai para o inferno. Uma pergunta, voce ja parou para ler a biblia? O seu Deus mandou matar 42 crianças por terem chingado um tio de calvo! Outra coisa que me fez pensar foi que na biblia também tem altos casos de incesto! E depois, quem praticar isso ou for gay/ lesbica nao será aceito nos reinos dos ceus...Caaaraa!estamos em pleno seculo vinte e um! O que as pessoas fazem em seus quartos nao afeta a ninguem! Queridos teistas, pensem bem nisso....

Sandro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sandro disse...

Blogger Sandro disse...

Não cabe , na mesma frase, as palavras "teístas" e "pensem".Se pensassem, não seriam teístas...
E lhes convido a pensarem comigo, neste blog:http://blasfemiacoletiva.blogspot.com/
Neste blog, pensar é permitido

Biancardine, o Estoriador disse...

Sinceramente, isso é patético. Ir contra, em pleno século XXI, a camisinha. Vivemos num mundo onde a abstinência não mais existe, e a Igreja vai ter que aprender a lidar com isso. A mulher não é mais um objeto, não mais passa a vida em casa limpando e se submetendo ao marido. Toda essa "Vida" que a Igreja idealiza é ridícula.

Aproveitando a ocasião, eu escrevo num blog, Biancardine, o Estoriador, onde critíco essa imagem da Igreja, de forma bem-humorada. Se quiserem dar uma olhada, ficarei agradecido.

Anônimo disse...

Olha a moral de cuecas de novo! Uma instituição que mal consegue controlar a libido dos seus sacerdotes (pedófilos ou não)ditando regras sobre sexo.
Por sorte, nem mesmo os católicos vão atrás dessa besteira.
Pergunto: Fernando, você é casado? Se sim, você não usa algum método contraceptivo? Usa a "tabelinha"?
E no mais, a "tabelinha" (que a Igreja permite, por ser natural), não é de alguma forma um método que visa permitir o prazer do sexo sem procriação? Faça essas perguntas a qualquer católico casado...
Ah! mais uma coisa, nós do contra, que fazemos perguntas de forma educada a você, gostaríamos de vê-las respondidas. Não adianta postar os nossos comentários e não dar qualquer resposta. Você, que é o "cara das respostas", responda as perguntas que fiz acima.
Certo de sua nobre atenção, e no aguardo de respostas inteligentes, agradecemos.

Saulo

Mariano David Soares disse...

Referente ao Jornal Local 1ª Edição de 03 de agosto de 2009.
Isso é resultado da distribuição de preservativos, camisinha. O sexo está muito vulnerável. Se não deter essa prática com urgência, não temos moral para combater o tráfico. Medite nas mensagens abaixo:
Atenção Brasil! Referente minha Campanha, não pode ficar só em teoria. Precisamos também da prática. Só escrever; falar pode não surgir efeito desejado. Isto é, a pessoa pode não dar crédito e até mesmo cair no esquecimento. Então, para que haja maior concordância, é preciso que paralelo com a teoria haja também a prática. A partir desse ano de 2009, se a Igreja independente de credo, continuar no silêncio sobre a distribuição de preservativos, a família passará por uma reciclagem de Educação. Se não quiser voltar aos anos da década de 1950, isto é, uma educação rigorosa, a jovem adolescente e a noiva terão de sofrer um certo constrangimento para que sirva de punição. Caso contrário irá continuar como está e a Sociedade ficará de mal a pior. Trocando em miúdos, a jovem ao completar 15 anos, só terá direito a festa e presentes se for pura, donzela, se não estaremos fomentando o sexo na adolescência. A noiva por sua vez, terá de ser submetida ao exame de castidade. Caso já tenha o hímen rompido, não terá direito a festa e nem o casamento no religioso. Caso contrário, a Igreja estará faltando com a verdade, mentindo que o sexo só será praticado após o casamento. O não cumprimento a essas determinações, acarretará a traição a Deus e em conseqüência, o domínio do mal. Isto é, não teremos paz no além. A Sociedade tem que entender que a família tradicional e conservadora estava certa: forçando a filha a casar ou expulsando-a de casa. Tanto é Verdade que depois que a avó passou a cuidar de netos, sem saber, ou sabendo quem engravidou sua filha, que a Sociedade ficou assim. Não tem nada de o namorado infrator assumir a criança não! Tem que assumir a mãe também. Isto é, casando no civil e no religioso. Cuidado! A epidemia, o surto da Gripe Suína, Gripe “A” (H1N1), pode ser um castigo paralelo pelo querer combater o castigo da AIDS e o sexo continuar livre. Não esqueçam de Sodoma e Gomorra. Nunca é demais prevenir, mas sem camisinha, com PUREZA! Maiores detalhes sobre minha Campanha, acesse no Google: Mariano David Soares/Preservativo. Ou Dhitt.Castidade. Atenciosamente,
Mariano.
Corumbá-MS, 1* de agosto de 2009. Para: Secretária Simone e dirigentes da Paróquia São João Bosco. E aí, devolveram o Dvd sem fazer a autocrítica? Esse Dvd não era para ser devolvido! Era para meditar, tirar cópia e passar adiante. A impressão que ficou é que nem assistiram. Enquanto a Igreja, a Sociedade e a Mídia ficar em silêncio, é pior pra vocês. Vocês estão convidados a lerem e meditarem: São Mateus 10, 16. Ta bom! Dos males, um menor: não engavetaram. Criatividade da Industria: Parece que está surgindo uma luz no final do túnel. O Jornal Hoje de hoje, 1*/Ago/09, levou ao ar uma reportagem sobre a reciclagem do látex da bexiga, balão para confecções de piso, tapetes, sola de sapatos... Quem sabe se o material do preservativo camisinha, não seja também reciclável! Não as usadas, é claro, as intactas. Se for reciclável, por favor, ajuda-me a espalhar essa idéia urgente para todo o Brasil. Contra partida, vocês assistiram o Jornal local 1ª Edição de hoje, 1*/Ago/09? Em Três Lagoas-MS está havendo uma distribuição em massa de preservativos, logo pra quem? Para os caminhoneiros que já são vistos como promíscuos, no sentido de beneficiar aliciando suas mulheres, carona. Até mesmo garotas donzelas, virgens. As Igrejas do Brasil, com esse silêncio, fazendo vista grossa, estão se comportando como um zero à esquerda. Está havendo um comentário que o movimento do preservativo, está gerando um lucro fabuloso para o Brasil. Será que está servindo para comprar também o silêncio das...
Mariano.