segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Separação entre religião e política é conquista do cristianismo

Saudações queridos leitores!

Bento XVI afirmou em recente visita da Embaixadora das Filipinas junto à Santa Sé, Cristina Castañer-Ponce que a separação entre religião e polícica é uma conquista específica do Cristianismo e é uma de suas contribuições históricas e culturais fundamentais.

De acordo com o Pontífice, "esta cooperação harmoniosa entre a Igreja e Estado requer de líderes eclesiásticos e civis que realizem suas funções públicas com uma preocupação indubitável pelo bem comum".

Analisando os últimos séculos de história percebemos que essa divisão existe, apesar de que ela se tornou pouco tênue em alguns momentos. Penso que o que confunde muito as pessoas hoje em dia é o fato de que os governantes da época eram Católicos, o que fazia com que aplicassem a moral que conheciam (a Católica) em seus julgamentos e decisões.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: