sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Atriz de Hollywood num convento de clausura

Saudações queridos leitores!

Um artigo interessante foi publicado pela Comunidade Bethânia. Trata-se da história de Dolores Hart, uma ex-atriz de Hollywood que contracenou e foi inclusive a primeira atriz a beijar Elvis Presley em um filme! Fiquem com a história abaixo.

Atriz de Hollywood num convento de clausura

A atriz Dolores Hart, foi nada menos do que a primeira a beijar no cinema um jovem chamado Elvis Presley (no filme “Loving you”). O mais surpreendente é que esta atriz, desde há muitos anos, é uma monja de clausura (atualmente, é a prioresa das noviças do Mosteiro Regina Laudis, de Bethlehem, Connecticut).

“Perguntam-me sempre por isso, como é lógico”, explica a madre Dolores, que recorda Elvis como “um jovem gentil e tímido, com as orelhas roxas por de ter que repetir a cena do beijo. E eu não sabia quem era, pois naquele tempo não era tão famoso. Achava-o muito simpático porque me chamava menina Dolores. Em Hollywood, só ele e Gary Cooper me chamavam assim. Elvis era um jovem bom e sensível, mas com o decorrer dos anos notava que estava cada vez mais triste e só, terrivelmente infeliz”.

Dolores Hart diz que mesmo antes de ter cumprido vinte anos apercebeu-se que “trabalhar no cinema dava-me menos alegria do que esperava”. Assim, o adeus aos estúdios aconteceu em 1961, depois da rodagem de “Francisco de Assis”, de Michael Curtiz, no qual interpreta o papel de Clara.

Nestes anos, a sua vocação de religiosa de clausura não a impediram de manter o contacto com muitos actores, que vão com frequência ao mosteiro “para encontrar uma resposta à sua confusão e as suas feridas”. E ela está contente por estes encontros serem uma ocasião para reconciliar-se com Deus.



Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: