terça-feira, 2 de setembro de 2008

Igreja católica continua campanha contra aborto no México

Saudações queridos leitores!

Apesar do aborto ter sido liberado no México, a Igreja não vai jamais calar sua voz em prol dos inocentes. De acordo com uma reportagem da Ansa, a Igreja começou no méxico nesta segunda-feira, 1, uma campanha a favor da vida como forma de se mostrar contrária à decisão da Corte Suprema que constitucionalizou a lei do aborto.

Foram distribuídos nas portas de todas as Igrejas do país um panfleto com a inscrição "No México, nós escolhemos a vida", indicou Dom Mario Espinosa, bispo de Mazatlán.

Mas como não podia deixar de ser, a Ansa traduziu a reportagem muito mal. Em um certo ponto, lemos um comentário de Dom Mario: "A Igreja sempre seguirá pregando a defesa da vida desde sua concepção. Embora permita a convivência de pessoas do mesmo sexo, a Igreja continuará defendendo que o matrimônio seja entre um homem e uma mulher".

O trecho em destaque é o que chama a atenção. Vejam o original em espanhol (obrigado Padre Demétrio): "La Iglesia siempre seguirá pregonando la defensa de la vida desde su concepción. Igualmente, aunque se permita [ainda que se permita] la convivencia de gentes del mismo sexo, la Iglesia seguirá defendiendo que el matrimonio es entre hombre y mujer". Vemos que a tradução (intencionalmente ou não) está muito mal-feita.

Segundo o cardeal Norberto Rivera Carrera, Primaz do México, a constitucionalização da lei do aborto, que permite a interrupção da gravidez até a 12ª semana de gestação, "estabelece a lei da selva, onde não existe matrimônio e a procriação não é garantida".

Que Deus acolha esses pequenos inocentes com Sua infinita Misericórdia.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: