terça-feira, 9 de setembro de 2008

Arcebispo cogita impedir legisladora dos EUA de comungar

Saudações queridos leitores!

O Arcebispo de São Francisco, na Califórnia, uma das cidades que mais perseguem a Igreja, estuda se a presidente da Câmara de Representantes dos Estados Unidos, a democrata Nancy Pelosi, pode ou não continuar recebendo a Sagrada Eucaristia por causa de comentários da legisladora sobre o aborto.

De acordo com um jornal especializado, Nancy Pelosi, que representa o distrito eleitoral de San Francisco, aceitou se reunir com Dom George Niederauer para discutir o assunto. As providências foram tomadas depois que o escritório do Arcebispo foi inundado de cartas e e-mails de Católicos indignados com os comentários que Pelosi fez sobre o aborto em um programa da rede de TV NBC no último dia 24.

No programa "Meet the Press", Pelosi afirmou que o assunto sobre quando começa a vida - se na concepção ou na gestação- é uma controvérsia que divide a Igreja Católica. Os comentários ocasionaram uma reação de organismos da Igreja. Na recente edição da revista religiosa "Catholic San Francisco", Niederauer disse que tais comentários "contradizem" e "se chocam gravemente" com os preceitos da Igreja Católica.

Devido a tais declarações, o Arcebispo de São Francisco convidou a legisladora para um diálogo sobre esses assuntos, que foi aceito por ela em uma carta enviada no último dia 5. De acordo com os rumos da conversa, Dom George Niederauer decidirá se a política poderá continuar a aproximar-se da Sagrada Eucaristia.

Para que se conste, o início da vida não é assunto controvertido na Igreja, sendo doutrina presente no CIC o reconhecimento de que "a vida humana deve ser respeitada e protegida desde o momento da concepção".

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: