quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Seita de Edir Macedo é condenada a devolver doações de fiel

Saudações queridos leitores!

A picaretagem da seita do Edir Macedo não tem limites. Em Belo Horizonte, a seita do Macedão foi condenada a devolver valores recebidos desde 1996, em valores ainda a serem apurados na liquidação da sentença, e ainda ressarcir um homem em R$ 5.000 por danos morais. Segundo o TJ-MG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais), o fiel foi considerado incapaz de tomar decisões por contra própria. Mais informações no UOL.

Os desembargadores alegaram na sentença que a Igreja Universal fora negligente ao aceitar as doações. "A instituição religiosa que recebe como doação valor muito superior às posses do doador, sem devida cautela, responde civilmente pela conduta desidiosa".

Vejam o que essa gangue de mercadores da fé fez com um pobre homem debilitado:

- O "fiel" trabalhava como zelador e teve todo o salário tomado pela doação que fazia à instituição religiosa. Em dado momento, com o agravamento da doença, foi afastado do trabalho e segundo dados do processo, passou a emitir cheques pré-datados para a Igreja Universal.

- Ainda de acordo com o tribunal, o homem contraiu empréstimo em uma instituição financeira e chegou a vender um lote por valor aquém do que o terreno valia em prol da Igreja Universal.

- Com "promessas extraordinárias", segundo o processo, o homem fora induzido a fazer as doações financeiras e, por seu turno, pessoas que tentavam demovê-lo da prática era tachado de "demônio". A mãe seria o principal ente do mal para ele.

A cada dia que passa fica mais claro a todos o quão nefasta é essa organização que se apóia na demoníaca "teologia da prosperidade", que só é realmente próspera para os pastores inescrupulosos. Infelizmente o povo brasileiro é tão frouxo que nem tem mais capacidade de repudiar veementemente vigaristas desse naipe.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: