segunda-feira, 18 de agosto de 2008

O racismo promovido pelo Estado

Saudações queridos leitores!

O racismo não é um problema só no Brasil. O Santo Padre alertou aos fiéis que presenciaram o Angelus nessa semana em Castelgandolfo para as "novas demonstrações preocupantes" de racismo que estão freqüentemente vinculadas a problemas sociais e econômicos. O Papa também disse que tais condições de vida "no entanto, nunca podem justificar o desprezo e a discriminação racial".

No Brasil, infelizmente, o racismo tem aumentado, mas as condições de vida têm melhorado. Esse aumento do racismo em nosso país é um fenômeno incitado pelo atual governo que luta por políticas que visam corrigir erros históricos, mas que ao invés disso, apenas criam novos erros, acirrando diferenças e colocando as pessoas umas contra as outras.

Um exemplo clássico disso são as tais cotas para estudantes pertencentes a minorias em universidades. Tal critério, ao invés de eliminar diferenças, as acirra ainda mais, premiando as pessoas não por sua capacidade intelectual, mas sim por sua cor em detrimento de pessoas competentes e que não tem absolutamente nada a ver com os erros cometidos no passado.

Ao invés do governo atacar os problemas do ensino fundamental, cria novos problemas ao empurrar uma classe de pessoas sem preparo para as universidades, já tão sucateadas em nosso sistema de ensino falido.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: