quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Carol Castro comete sacrilégio na revista Playboy

Saudações queridos leitores!

A revista Playboy não deveria ser assunto no blog por motivos óbvios, mas infelizmente, terei que falar deles. Na edição desse mês da revista citada, a atriz Carol Castro aparece em uma das fotos do ensaio com os seios à mostra e com um terço nas mãos, uma atitude sacrílega, dado o caráter sagrado do terço.

O padre Juarez de Castro, Secretário de Comunicação da Arquidiocese de São Paulo protestou duramente contra a atitude. “Isso é um desrespeito. Não só com a Igreja Católica, mas com a fé de um povo. É absurdo usar um objeto de devoção das pessoas para fazer uma coisa como essa”, disse o sacerdote.

De seu lado, Carol Castro declarou a uma coluna do site Globo.com: “Tive uma criação católica, fiz primeira comunhão. Em momento algum eu quis deixar alguém zangado. Peço desculpas se ofendi qualquer pessoa".

A declaração acima da atriz só piora a sua situação, pois com tal admissão ela mostra que é um péssimo exemplo de Católica. Isso se ainda o for. Também mostra que ela tem um conhecimento pífio da religião que diz que um dia professou. Será que ela, tendo criação Católica (como ela mesma declara) não teve o mínimo bom senso para perceber que o uso de um objeto sacro para tal propósito é totalmente inadmissível?

Já chega de impunidade para aqueles que ofendem a Igreja Católica. Intencionalmente ou não, os culpados devem responder pelos seus erros.

Coração Imaculado de Maria, rogai por nós!

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: