segunda-feira, 14 de julho de 2008

Romaria de Aparecidinha, em Sorocaba, bate recorde de fiéis

Saudações queridos leitores!

O que há de comum com o sucesso da festa de Aparecidinha em Sorocaba, com as Missas no Mosteiro de São Bento de São Paulo que estão sempre lotadas e com o sucesso de vendas do CD dos monges de Stift Heiligenkreuz de Viena?

Tudo isso supre um vácuo de espiritualidade do povo que tem sido criado pelo laicismo agressivo que domina nosso ambiente atualmente. Fiquem com reportagem do Estadão (fonte aqui), volto depois.

Romaria de Aparecidinha, em Sorocaba, reúne 90 mil fiéis

Em marcha, romeiros levaram a imagem de Nossa Senhora Aparecida do centro da cidade até santuário

SOROCABA - Um número recorde de fiéis - cerca de 90 mil pessoas, segundo a Polícia Militar - participou na manhã deste domingo, 13, a tradicional Romaria de Aparecidinha, em Sorocaba. Numa marcha de 15 quilômetros, os romeiros levaram a imagem de Nossa Senhora Aparecida desde a Catedral, no centro de Sorocaba, até o santuário do bairro de Aparecidinha.

A tradição se repete sem interrupção há 109 anos, mas há registros da romaria a partir de 1852. A festa religiosa teve início às 5 horas na praça central de Sorocaba, com uma missa campal à frente da Catedral, celebrada pelo bispo dom Eduardo Benes Sales Rodrigues. Em seguida, a santa foi levada num andor pelas ruas do centro, até a Santa Casa, onde houve a bênção dos enfermos. Na passagem pela rua XV de Novembro, fiéis fizeram a "chuva" de papel picado.

Muita gente saiu à janela de casas e prédios para venerar a santa. De acordo com o padre José Antonio Leite de Oliveira, pároco do santuário, 80% dos caminhantes eram jovens, mas havia pessoas de todas as idades, como Ester Sakae, de 80 anos, que já perdeu a conta de quantas vezes fez a caminhada. "Vou continuar enquanto a santinha me der forças", disse, referindo-se à Nossa Senhora Aparecida. A cozinheira Lucilene Paulino Reis, de 51 anos, reuniu toda a família e vizinhos. "Tivemos de fretar um ônibus e uma van para transportar as 65 pessoas até a Catedral", contou. Há 27 anos o grupo se junta aos romeiros, entre eles a mãe da cozinheira, Eurípia Antonia Paulino, de 76 anos.

Muitas crianças foram vestidas de anjos para pagar promessas. Adultos levavam cruzes e alguns fizeram o trecho final de joelhos. A família do metalúrgico Fabiano Dias Rodrigues, que ficou entre a vida e a morte depois de ter sido brutalmente espancado por 8 jovens na saída de uma boate, levou uma faixa agradecendo sua recuperação. A imagem de Nossa Senhora Aparecida permanece no santuário até o dia 1º de janeiro, quando em nova romaria será levada de volta à Catedral, conforme a tradição.

Nossa Senhora Aparecida, rogai por nós!

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: