sexta-feira, 4 de julho de 2008

A Renúncia de Dom José Cardoso Sobrinho

Saudações queridos leitores!

Os inimigos de Dom José Cardoso Sobrinho, Arcebispo de Olinda e Recife, um dos melhores bispos desse país, estão em polvorosa. Tudo isso porque Dom José apresentou sua renúncia ao Papa. O que muitos não sabem é que esse é um procedimento normal quando um bispo chega aos 75 anos (caso de Dom José). O Jornal do Commercio dedicou um caderno inteiro à difamação de Dom José, notadamente adversário dos modernistas, comunistas, abortistas e TL em sua diocese.

Meu amigo Jorge Ferraz está dedicando uma série de reportagens a esse assunto, que podem ser conferidas em se excelente blog.

Bento XVI pode recusar a renúncia de Dom José Cardoso e nesse caso seus detratores estribucharão. Estribucharão e babarão. E eu cobrirei isso.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

13 comentários:

deathvult disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Seria um bem para a Igreja se esse senhor se aposentase. Lamenável sua atitude de querer por em risco a vida de uma criança de 9 anos de idade.
Ele é que merecia ser escomungado e não uma equipe médica que está tentando salvar uma criança que já sofreu muito por ter sido abusada por um adulto.
Só falta esse sr. ir rezar pelo criminoso.
Attilio Piraino Filho

Ana Maria disse...

É uma pena que a Igreja Católica insista no celibato. Impossível que um ser HUMANO que houvesse tido uma filha ou uma neta de 9 anos, estuprada, correndo risco de morte numa gravidez de extremo risco, pudesse ser tão frio ao analisar o ocorrido. Como pode esse senhor arcebispo valorizar mais vidas em formação e desprezar a existência dessa menina já tão sofrida??? Por que ele não excomungou também o agressor, estuprador que a colocou nessa situação de risco???? Excomungar toda uma equipe médica e a família da vítima só pode ser uma sandice, um desequilíbrio mental. É colocar-se acima da vontade de Deus, pois duvido que Deus, na sua infinita JUSTIÇA, permitiria o risco extremo que correria a sua filhinha de 9 anos, abusada e grávida de gêmeos. É muita petulância desse Senhor Arcebispo que pensa ter o poder de decidir quem pode ou não pode ser cristão católico. Essa excomunhão não pode prosperar. Espero que o Papa a anule e aposente o arcebispo pelos desserviços à Igreja Católica neste desgastante episódio.Ass. Ana Maria Bueno, também Católica Apostólica Romana.

Anônimo disse...

Olha depois que ele se pronunciou sobre o caso do aborto da menina de 9 anos, nota-se que ele ja vai tarde, suas ideias ja caducaram junto com o bom senso comum a todos, ele quem devia ser excomungado, por te tomado tal postura nesse caso, ainda usa o nome de Deus em vão, para justificar tal estupidez, é por atitudes como essa que a igreja catolica perde seus fieis, onde em pleno seculo XXI, figuras de importacia dentro da igreja, ainda acham que estamos nos tempos da inquisição, não bastasse Bento XVI, ter sido conivente com outro bispo, como este que nega o holocausto, nos aparece esse Dom não sei das quantas, com uma blafemia dessas, sejam bem vindos! a inquisição voltou, que falta nos faz Dom Helder Camara e João Paulo II. Diego Rodrigues de Menezes

Anônimo disse...

Este bispo é da mesma falange do Dr.Raizinger, o menino da juventude hitlerista que se borrou diante da obrigação de ajudar na defesa da sua cidade , durante a 2ª guerra.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Matheus R. Garbazza disse...

Vida Longa a Dom José Cardoso Sobrinho, honra da Santa Igreja Católica! Que grandeza de atitude! Seus esforços em favor da vida plena serão recompensados na glória eterna!

Anônimo disse...

O aborto na situação dessa menina é coisa de bom senso comum. E aqui tá falando uma pessona que nao é para nada nem abortista nem comunista, senão uma mãe de família com duas filhas. Vocês deveriam se colocar na situação da menina estuprada com só nove anos e nao demonstrar tanta insensibilidade...

A atuação do bispo lamentável!

quarentao7 disse...

A ATITUDE DO DOM JOSE CARDOSO NAO PODERIA TER SIDO PIOR. AO ENVEZ DE ESCUMUNGAR A EQUIPE MEDICA , DEVERIA É PUNIR PADRES QUEFAZEM O MESMO COM CRIANÇAS NO MUNDO TODO, PRATICANDO A PEDOFILA. A PUNIÇAO QUE RECEBEM É MUDAREM OS DITOS CUJOS DE IGREJA. ESCUNDADO DEVERIA TER SIDO VOCE.

Anônimo disse...

Vai tarde! Acabou com a imagem da Igreja Catolica no mundo inteiro. Entrou para história com uma imagem negativa. Agora o Vaticano muda de idéia. Critica a excomunhão. Só para ver como o Vaticano é influenciado pela opinião popular e não é tão rigido como o bispo queria ser. Quem defendeu Dom Jose Cardoso vai ter que mudar de opinião, inventar alguma desculpa...se deu mal.

Jose Antonio disse...

Alguem me diga : Por que mesmo o bispo arretado não excomungou o estuprador???

Anônimo disse...

IV Encontro de Bioética de Campinas contará com a presença de Dom José Cardoso Sobrinho
O evento acontecerá nos dias 26, 27 e 29 de outubro

Com objetivo de desenvolver os temas referentes ao valor da vida humana sob diversas óticas, em especial a filosófico-teológica, jurídica e política, o IV Encontro de Bioética de Campinas contará com presenças ilustres como a de Dom José Cardoso Sobrinho, que ficou famoso pelo caso de Alagoinha, além do deputado Paes de Lira, do Dr. Rodolfo Acatauassú e de Elisabete Arcolino, a brasileira que recebeu o milagre que levou o Papa João Paulo II a canonizar Santa Gianna Beretta Molla, que preferiu morrer durante o parto a abortar.


De acordo Isabella Mantovani Gomes, responsável pelo evento, a iniciativa visa abrir um espaço de discussão com a sociedade em geral acerca das políticas públicas que vem sendo implementadas em relação a questões como o aborto, por exemplo. O evento organizado pela Comunidade Católica Pantokrator, integra uma série de ações que dão consistência à Semana de Defesa e Proteção à Vida da cidade de Campinas. “No ano passado a semana contou com cerca de 200 pessoas em cada dia, nossa expectativa é superar o número de participantes neste ano, que tem como tema central o aborto e o conceito de Bioética”, explica Isabella.



As discussões serão nos dias 26, 27 e 29 de outubro a partir das 19h30. A entrada é franca e é aberta ao público, com transmissão simultânea via internet através do site da Comunidade Católica Pantokrator www.pantokrator.org.br.

Confira a Programação

As palestras serão proferidas pelos conferencistas:

*Segunda-feira, dia 26/10, pelo Deputado Federal Paes de Lira - "A Defesa da Vida e da Família no Congresso Nacional"

*Terça-feira, dia 27/10, por Dom José Cardoso Sobrinho - Arcebispo Emérito de Olinda-Recife - " A Verdade sobre o Caso de Alagoinha"

*Terça-feira, dia 27/10, pelo Dr Rodolfo Acatauassu "Justifica-se o aborto em caso de Anencefalia? Tema de votação no STF"

* Quinta-feira, dia 29/10, pela Sra Elisabete Arcolino - a brasileira que recebeu o milagre que levou o Papa João Paulo II a canonizar Santa Gianna Beretta Molla

Mais informações pelo telefone 3232-4400, das 13h30 às 18h com Marciléia Hinckel ou pelo email eventos@pantokrator.org.br.

Sobre a Comunidade Católica Pantokrator
A Comunidade Católica Pantokrator, fundada em 1990 na cidade de Campinas, é formada por leigos consagrados que desenvolvem vários trabalhos de evangelização como cursos de doutrina católica, retiros espirituais, grupos de recuperação de jovens dependentes químicos, palestras, seminários, debates e eventos culturais, promoção humana. Seu fundador é André Luis Botelho de Andrade, presidente da Fraternidade Nacional das Comunidades Novas. A Comunidade Católica Pantokrator está presente em cinco dioceses do Brasil e duas da França em Frèjus-Toulon e Avignon.