quarta-feira, 30 de julho de 2008

Boff, a nossa mistura de Mãe Diná com Karl Marx

Saudações queridos leitores!

Leonardo "Genésio" Boff está se tornando um místico. Além de ser um ex-teólogo católico, começa a mostrar sua faceta mais exotérica ao exercer seus dotes de adivinhação. Segundo ele, a Igreja Católica sofrerá uma grande crise interna. Sim, queridos leitores, ele relata como se uma futura crise na Igreja fosse algo iminente como o nascer do sol de manhã.

Segundo a nossa mistura de Mãe Diná com Karl Marx, a crise acontecerá porque a América Latina, que atualmente conta com o maior número de Católicos no mundo, não se encontra bem representada no Vaticano. Boff se engana redondamente. O que não está bem representada é sua ideologia nefasta, que deve ser banida de uma vez da face da Terra. E com a graça de Deus, isso realmente não está mais tendo espaço na Igreja. A tendência é que a situação do clero começe a melhorar gradativamente nos próximos anos.

Boff ainda afirma categoricamente que o crescimento da Igreja Católica no mundo é zero e que isso é outro fator para a crise. Não sei de onde ele tira tal conclusão. Uma coisa é a Igreja não ter uma taxa de crescimento muito expressiva, o que é facilmente explicável pelo fato de que como a Igreja já é muito grande, sobra menos lugar para onde crescer. Outra completamente diferente seria se a Igreja simplesmente estagnasse, o que é uma mentira.

Boff não deu certo como teólogo e não está dando certo como adivinho. Eu duvido até mesmo que ele consiga adivinhar como será o tempo amanhã.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

2 comentários:

Anônimo disse...

Eu diria, filhote do Chacrinha com Elke Maravilha, só poderia dar no que deu.

Leandro disse...

Boff é um pseudo tudo, realmente tem uma coisa que está com o crescimento zero, a ideologia da libertação criada por ele para avacalhar com a Igreja.
Esta porcaria criada por ele está sendo banida da Igreja e em breve os poucos focos ainda existentes estarão completamente enfraquecidos e cairão no esquecimento total.
A crise que ele "profetiza" deve ser da gangue dele que está sendo completamente abafada dentro da Igreja,graças aos bons seminários que temos hoje que retomaram a verdadeira formação dos nossos futuros sacerdotes e a retomada da defesa da liturgia, música sacra, canto gregoriano, Missa Tridentina,enfim, da grande e rica tradição Católica, imbecis como Leonardo Boff estão com os dias contados.