quinta-feira, 12 de junho de 2008

Caminho Neocatecumenal receberá aprovação definitiva

Saudações queridos leitores!

Amanhã será um dia de festa para a Igreja, mas especialmente aos Católicos que exercem seu apostolado através do Caminho Neocatecumenal. O cardeal Stanislaw Rylko, presidente do Conselho Pontifício para os Leigos entregará nesta sexta-feira aos Iniciadores do Caminho Neocatecumenal, Kiko Arguello e Carmen Hernández, o decreto de aprovação definitiva dos estatutos dessa realidade eclesial.

O Caminho Neocatecumenal é uma realidade eclesial desconhecida por muitos, mas já tem mais de quarenta anos de história. Iniciou-se em Madri, pelas mãos dos espanhóis Kiko Arguello e Carmen Hernández, inspirado na catequese batismal para adultos. Por falar nisso, o próprio Kiko Arguello é um convertido, vindo do existencialismo ateu. No começo, o Caminho Neocatecumenal esteve presente entre prostitutas, ciganos e ex-presidiários, servindo como um modo de evangelização a pessoas afastadas não só da fé, mas da sociedade.

O primeiro apoio oficial recebido pelo Caminho Neocatecumenal veio do Arcebispo de Madri logo após o Concílio Vaticano II. A sua mensagem se baseia principalmente no anúncio de Cristo morto e ressucitado, o que é conhecido como Kerigma.

Segundo explicam Kiko e Carmen, o Caminho responde a muitas das intuições pastorais do Concílio Vaticano II, como o redescobrimento da Vigília Pascal, a participação evangelizadora dos leigos ou a potenciação dos seminários diocesanos missionários, entre outras. Uma de suas iniciativas mais recentes é o envio de famílias em missão a pedido dos bispos locais, para promover, junto com um sacerdote, a "implantatio ecclesiae" em locais onde a Igreja Católica ainda não se faz presente.

O Caminho Neocatecumenal sempre encoutrou apoio dos Papas, desde o início de seus trabalhos. Mas João Paulo II tem um papel de destaque nesse apoio, pois foi em seu pontificado que os primeiros reconhecimentos oficiais começaram a surgir.

Desde junho de 2002 os estatutos do Caminho Neocatecumenal estavam em fase "ad experimentum" por um período de cinco anos, que ao vencer agora, em 29 de junho, receberão aprovação definitiva.

Meus parabéns aos participantes do Caminho Neocatecumenal, mais um "pedacinho da Igreja" que soma-se, agora de maneira definitiva, aos muitos carismas que permitem que tenhamos uma total unidade em meio a tanta diversidade.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

3 comentários:

Eduardo da Silva disse...

Ola, Fernando sou Eduardo da Silva e tambem participo do caminho neocatecumenal sou da décima comunidade da Paróquia de Santa Berndette em São Paulo.Fico muito contente em ver que o caminho dia a dia tem ganhado a aprovação da igreja.O caminho tem sido um instrumento de Deus para chegar a Sua Palavra aos irmãos de uma forma muito mais aprofundada ,e que estes tem buscado vive-la numa maior intensidade e assim ve-la dar frutos ,e dando frutos a palavra cumpre o seu papel e assim se cumpre a vontade do Senhor. Que sua palavra não retorne sem dar seus frutos.

Alice disse...

OLA, SOU MEMBRO DO CAMINHO A MAIS DE QUINZE ANOS E ESTOU VIVENDO NA CIDADE DE LONDRES, INGLATERRA E AQUI PARTICIPO DAS COMUNIDADES E VEJO QUE O MUNDO LEVA PARA A MORTE E A IGREJA ME LEVA PARA A VIDA, MUITOS CATOLICOS AQUI ESTAO SE PERDENDO E NAO QUEREM SABER DA IGREJA E O CAMINHO ME FAZ ESTAR EQUILIBRADO PARA VENCER AS CILADAS DO INIMIGO.
PAZ PARA TODOS OS MEMBNROS DO CAMINHO

ana helena disse...

O Caminho Neo-Catecumenal é uma caminha de decida para nós podermos sobir fortificas, me lembra ate hj das palavras do meu catequista .