segunda-feira, 23 de junho de 2008

Papa diz que somente os 'puros' podem receber a comunhão. E isso não é nenhuma novidade

Saudações queridos leitores!

Não sei o motivo da EFE (sempre a EFE) ter destacado o que o Papa disse. Isso num é novidade, deve ter pelo menos uns 2 mil anos que foi contado e nunca deixou de valer. Mas vamos lá.

O fato do Santo Padre destacar que só os puros podem receber a Sagrada Comunhão, no jeito que a redação dá a entender, parece indicar que tem que ser impecável para poder receber a Eucaristia. Se seguirmos essa linha de raciocínio vai sobrar pouca gente apta a isso. Acho que só Nossa Senhora e São João Batista se salvam nessa.

Na verdade, o que o Papa fez nada mais foi do que lembrar que quem se aproximar da Sagrada Comunhão deve estar em estado de graça, uma condição que sempre foi necessária. As referências que o texto faz a casais em segunda união é até pertinente, pois os mesmos estão em estado de pecado grave (adultério) e estão impedidos de receberem a Eucaristia.

Ai que falta fazem nas redações mundo afora jornalistas com um conhecimento mínimo de religião...

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: