sexta-feira, 13 de junho de 2008

Musical sobre Nossa Senhora será encenado no Vaticano

Saudações queridos leitores!

Será encenado no Vaticano um espetáculo teatral sobre a vida de Nossa Senhora. De acordo com informações da BBC Brasil publicadas no UOL, o espetáculo, que se chamará "Maria de Nazaré, uma História que Continua", contará a história de Maria Santíssima desde a Anunciação até sua Dormição e Ascenção aos Céus (nesse trecho do texto, a BBC chama a Dormição de "morte", mas não existe um consenso se Maria morreu antes de ser assunta aos Céus). O espetáculo de aproximadamente duas horas de duração terá um formato musical que contará toda a história de Maria de acordo com sua própria visão dos fatos.

A peça será encenada na Sala Paulo VI, no Vaticano, local onde o Papa normalmente realiza audiências públicas. Apesar de contar com um grande apoio do Vaticano, a Igreja não financiou a realização da peça. Esse não é o primeiro espetáculo religioso com o qual a Santa Sé se envolve, mas existe todo um carinho especial com essa apresentação.

O papel de Maria será interpretado pela atriz e soprano italizna Alma Manera (eu não a conheço mas achei o nome dela o máximo!). A artista destacou a importância que tal papel tem para ela, que é uma grande devota mariana. "Essa será a primeira vez que a sala Paulo VI° se torna palco para um musical, com 40 pessoas entre atores, cantores e bailarinos, além de 60 músicos da orquestra", disse a soprano.

A apresentação oficial do musical sobre Maria foi feita pela sala de imprensa da Santa Sé na última terça-feira. "É Maria quem apresenta Cristo ao mundo de hoje, por isso gostei do título 'Uma História que Continua' e demos nosso patrocínio com prazer", disse Monsenhor Cláudio Maria Celli, presidente do Pontifício Conselho para a Comunicação, durante a apresentação do espetáculo aos jornalistas.

O texto tem base nos relatos bíblicos e da tradição da Igreja, mas também tem espaço para a criatividade da autora, a produtora teatral Maria Pia Liotta. Ela diz que "queria falar da importância que a mulher tem na sociedade e na família e então chegou a inspiração de Maria, que é a mulher mais importante e célebre da história da humanidade. Depois, tudo aconteceu". Encaro essa fala como algo muito mais importante que um aspecto do musical. Tal declaração, vinda da autora de um espetáculo apoiado pela Santa Sé ajuda a desmontar o mito feminista de que o Catolicismo é uma religião machista e que relega a mulher a posições secundárias. O exemplo da importância de Maria e até mesmo de todas as outras santas que foram exemplos de amor e vivência do Evangelho, nos serve para mostrar como cada um de nós tem o lugar certo na Igreja.

A revisão do texto foi feita por Monsenhor Gianfranco Ravasi, presidente do Pontifício Conselho da Cultura e pelo professor da Universidade Gregoriana Padre Stefano De Fiores, considerado um dos maiores especialistas em Mariologia. "Eles verificaram a fidelidade às Sagradas Escrituras, mas respeitaram a narrativa do musical e a forma do espetáculo, que usa palavras, melodia e dança.", disse Maria Pia Liotta.

Depois da apresentação no Vaticano, o espetáculo vai ser levado para outras cidades italianas e também será apresentado em outros países europeus e no Oriente Médio e América Latina.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Um comentário:

PARA SEMPRE - TEATRO disse...

Arte e paz Fernando!

Li seu comentário sobre o espetaculo, estamos começando uma produçao no BRASIL, porem estamos com dificuldade de ter acesso ao roteiro utilizado em Roma, você não gostaria de estar conosco neste projeto?

LUCIANO MATTOS
Diretor de Teatro
Autor do Livro "a arte do teatro na evangelização" Editora Santuario.