sexta-feira, 16 de maio de 2008

Papa acusa mídia de incentivar prostituição e pedofilia

Saudações queridos leitores!

O Santo Padre está colocando as coisas no lugar. Normalmente a imprensa não recebe bem as críticas e nesse caso duvido que seja diferente. Fiquem com notícia do Terra (fonte aqui), volto depois.

Papa acusa mídia de incentivar prostituição e pedofilia

O papa Bento XVI acusou os meios de comunicação e a indústria do entretenimento de prejudicarem a sociedade ao retratarem a sexualidade de forma trivial, o que, segundo o pontífice, estaria entre as causas de males sociais como a prostituição e a pedofilia.

O Papa deu essas declarações durante um pronunciamento feito diante de bispos da Tailândia, que, nas palavras dele, estavam particularmente preocupados com o tráfico de mulheres e de crianças bem como com a prostituição.

"Sem dúvida, a pobreza é um fator subjacente a esses fenômenos", disse Bento XVI, que nasceu na Alemanha.

"Mas há um outro aspecto que precisamos reconhecer. Estou me referindo à trivialização da sexualidade nos meios de comunicação e na indústria do entretenimento, o que alimenta o declínio dos valores morais."

Segundo o Papa, a forma como os meios de comunicação apresentavam a sexualidade também alimentava a "degradação das mulheres, a fragilização da fidelidade no casamento e até mesmo o abuso sexual de crianças."

Voltei. Vejam, achei a chamada da reportagem muito forte para o conteúdo. É claro que a crítica é válida, mas o sentido dado na chamada é amplo demais para a verdadeira situação. Não pode haver essa generalização de que a mídia como um todo incentive propositalmente tais comportamentos. É claro que há muito erotismo sendo lançado hoje em dia na cara de qualquer pessoa, independente da idade que ligue um aparelho de TV.

Normalmente a mídia recebe muito mal as críticas. Sendo exposta de maneira tão clara a seus crimes, provavelmente vai reagir duramente, caso o Santo Padre insista em abordar essa tese. Mas ataques da mídia são enfrentados pela Igreja há muito tempo... como me disse um amigo, não há outra forma de ser profético.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: