segunda-feira, 19 de maio de 2008

Hugo Chávez quer levar ideologia comunista à escola

Saudações queridos leitores!

Nenhum Estado Totalitário sobrevive com liberdade. E eles sabem disso. A Venezuela de Hugo Chávez está tentando impor uma educação com base na ideologia, visando minar a resistência a sua proto-ditadura. Fiquem com informações de ACI, volto depois.

Estado venezuelano não pode impor sua maneira de ver o mundo em educação, assinala Arcebispo
.- O Arcebispo de Mérida, Dom Baltazar Porras Cardozo, advertiu que embora o Estado tem a obrigação de velar pela educação venezuelana, não pode pretender impor “sua maneira de ver o mundo” pelo fato de estar no poder.

“A revisão do desenho curricular é uma necessidade, mas o desenho curricular do século XXI dado a conhecer pelo Ministério de Educação cheira mais a século XIX porque ignora ou deixa de lado os problemas reais de hoje”, assinalou o Prelado.

Nesse sentido, explicou que “a qualidade da educação passa hoje pela amplitude de miras, o ouvir e tomar em conta aos outros, a tolerância e busca de uma convivência mais serena e cordial”.

Por isso, criticou o ensino militarista e a inclinação da história “que converte em heróis e paradigmas a ‘meus’ heróis”. O Prelado advertiu que isso “não só é uma brincadeira mas também uma bomba de tempo, cujos frutos mais imediatos são a violência e a intransigência”.

Voltei. Hugo Chávez, como todo bom comunista/socialista, não sabe viver com oposição. Por isso tenta acabar com ela, seja na política, seja na educação, minando a formação de novos opositores. É a mesma tática que a China e Cuba usam. Eles sabem que o que fazem é mal e não conseguirão trazer nada de bom para o povo, mas mesmo assim querem continuar nessa situação e querem que o povo acredite que o que eles fazem é algo bom.

Essa ideologia tem que ser expurgada do mundo.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: