segunda-feira, 12 de maio de 2008

Falece o "Anjo do Gueto de Varsóvia"

Saudações queridos leitores!

Coisas assim os anti-semitas de miolo mole ignoram. Fiquem com reportagem de ZENIT (íntegra aqui), volto depois.

Falece «uma das mais heróicas salvadoras católicas do holocausto»

Irena Sendler salvou a vida de 2.500 crianças judias

VARSÓVIA, segunda-feira, 12 de maio de 2008 (ZENIT.org).- Irena Sendler, conhecida como «o anjo do Gueto de Varsóvia» por ter salvado do Holocausto 2.500 crianças judias, faleceu nesta segunda-feira em Varsóvia, aos 98 anos.

Irena era uma assistente social polonesa que organizou e dirigiu um grupo de mais de 20 pessoas para salvar da morte certa as crianças nesse bairro da capital polonesa sob a ocupação nazista. Como ela explicou depois, pôde realizar este trabalho graças à ajuda de religiosas polonesas.

A Fundação Internacional Raoul Wallenberg, uma organização não-governamental educativa internacional, fundada pelo argentino Baruj Tenembaum, que analisou e documentou numerosos casos de salvadores do Holocausto, em declarações à Zenit qualificou Sendler como «uma das mais heróicas salvadoras católicas do Holocausto».

Esta fundação com sede em Jerusalém, Nova York e Buenos Aires, recorda que este trabalho levou Irena a suportar a tortura na prisão nazista e uma condenação à morte que para sua sorte não foi executada.

Irena Sendler nasceu na Polônia em 1910. Quando a Alemanha invadiu o país em 1939, Irena era enfermeira no Departamento de Bem-estar Social de Varsóvia que era responsável pelos refeitórios da cidade.

Lá trabalhou incansavelmente para aliviar o sofrimento de milhares de pessoas, tanto judias como católicas. Graças a ela, estes refeitórios não só proporcionavam comida para órfãos, anciãos e pobres, mas também entregavam roupa, medicamentos e dinheiro.

(...)

Em 1965 recebeu o título de Justa entre as Nações pela organização Yad Vashem de Jerusalém e em 1991 foi declarada cidadã honorária de Israel.

Voltei. Irena Sendler viveu as virtudes cristãs de maneira heróica, amando ao próximo incondicionalmente e arriscando sua própria vida pela salvação de todos aqueles quanto pôde, sejam cristãos ou judeus.

O sentimento que todos devemos ter para com os judeus é de amor e respeito, pois eles foram os primeiros transmissores da Palavra de Deus. Nosso Senhor Jesus Cristo foi judeu, assim como Maria Santíssima.

Aqueles que denigrem e atacam os judeus, o fazem também a nós, Católicos. Aqueles que acolhem aos judeus, acolhem também a nós. Defender o judaísmo é defender parte de nossa herança.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: