terça-feira, 13 de maio de 2008

Extremistas muçulmanos assassinam a jovem por deixar Islã e converter-se ao cristianismo

Saudações queridos leitores!

Mais uma vez extremistas islâmicos demonstram não ter o mínimo respeito ao próximo e condições de conviver no mundo. Em um ato brutal e covarde, assassinam um jovem somali por sua conversão ao cristianismo. Fiquem com reportagem de ACI, volto depois.

Extremistas muçulmanos assassinam a jovem por deixar Islã e converter-se ao cristianismo

.- A organização International Christian Concern (ICC) informou que extremistas islâmicos assassinaram uma jovem cristão convertido do islamismo; David Abdulwahab Mohamed Ali, em Mogadishu, Somália.

Conforme explica ACPress.net, este jovem de 29 anos abraçou a fé cristã em 1995, no Yemen, durante sua estadia neste país como refugiado. No ano 2000 se transladou a Etiópia, porque seu amigo Mohammed Omer Haji foi sentenciado a morte pelo governo do Yemen por confessar sua fé no Jesus Cristo. Depois de sua morte, corria perigo também sua vida.

David decidiu viajar a Somália em abril deste ano para visitar sua família. Um primo seu conduziu a vários membros de um grupo islâmico radical até onde estava. Ao chegar na sua presença, interrogaram-lhe sobre se seguia sendo muçulmano ou se converteu em um "infiel". À pergunta, David respondeu "Sou um seguidor do Messías".

Suas palavras enfureceram a todo o grupo. Foi seu primo o primeiro que atirou contra ele e logo o fizeram outros dois extremistas.

David, conforme explica ACPress.net levou a muitas pessoas à fé cristã. Era além disso um jovem culto e profundo, já que tinha estudos como lingüista e filósofo, até o ponto de que alguns etíopes de seu grupo de amigos o conheciam como "o grande pensador".

Voltei. Por mais que eu respeite os muçulmanos, tenho de repetir. O islamismo não sobreviveria em um ambiente sem violência, já que muitas vezes, as conversões são inibidas com base na violência. É assim nas nações predominantemente muçulmanas e é assim entre as comunidades muçulmanas nos países ocidentais. Se no ocidente eles não matam porque não conseguem, há ainda assim uma grande hostilidade voltada contra os conversos.

Bento XVI está certo quando lembra que o Islã tem se propagado por meio da espada. Ainda hoje é assim. Se os muçulmanos não gostam de ouvir isso, que mudem essa verdade então, pois está nas mãos deles.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: