quinta-feira, 17 de abril de 2008

Norte-americanos desejam feliz aniversário ao Papa

Saudações queridos leitores!

Tive problemas no acesso à internet essa noite e não pude publicar uma análise do discurso de Bento XVI na Catedral de Washington. Assim que conseguir uma transcrição do discurso, comentarei. Enquanto isso, vamos ver como foi a recepção e a comemoração do aniversário do Santo Padre nos Estados Unidos. Por ZENIT, íntegra aqui.

Norte-americanos desejam feliz aniversário ao Papa

Bento XVI celebra 81 anos durante viagem aos EUA

Por Carrie Gress e Kathleen Naab

WASHINGTON, D.C., quarta-feira, 16 de abril de 2008 (ZENIT.org).- Ao deixar a residência do núncio apostólico nos EUA esta manhã, na capital norte-americana, onde se hospeda, Bento XVI recebeu um feliz aniversário especial, em alemão, de um grupo de crianças que o aguardavam.

O Papa fazia a primeira aparição pública em seu primeiro dia completo de atividades nos Estados Unidos, data que coincide com seu aniversário de 81 anos. Da residência do núncio, o Santo Padre seguiu para a Casa Branca, para a cerimônia oficial de recepção.

O presidente George W. Bush estava pronto para recebê-lo. Milhares de convidados se reuniram no jardim sul da Casa Branca para a festividade. O céu azul e o sol contribuíram para o clima agradável, e os ventos que ontem açoitaram a chegada do pontífice à Base Andrews hoje já tinham acalmado.

«Hoje é seu aniversário», disse Bush ao Papa. «Aniversários são geralmente celebrados com os amigos mais próximos. Então toda a nossa nação se sente honrada por sua decisão de passar este dia conosco».

No evento, apresentou-se a soprano Kathleen Battle, cantando Our Father, e houve uma salva de tiros. A banda dos fuzileiros navais tocou o hino nacional do país. Por sua vez, a multidão fez ecoar um grande «Happy Birthday», cantado duas vezes.

«Deus abençoe a América», disse o Papa.

Voltei. Muitos devem estar se perguntando porque coloquei uma foto do Santo Padre enquanto ainda era cardeal em um momento que desfrutava de um grande caneco de cerveja. Apesar de eu não beber, sei que a bebida alcoólica é moralmente neutra e quem a condena simplesmente por condenar está praticando um ato de mero puritanismo que nada tem de católico.

Viva o Papa! Feliz aniversário natalício para Bento XVI! Abaixo o falso puritanismo!

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Um comentário:

Anônimo disse...

defina "condenar por condenar"