domingo, 6 de abril de 2008

Mais manifestações contra o espetáculo blasfemo em Brasília

Saudações queridos leitores!

A peça teatral "Nunca fui Santo", que atenta violentamente contra a Fé Católica continua a receber duras críticas de diversos setores da sociedade e vários de seus ex-patrocinadores já buscaram acabar com a ligação entre suas marcas e a peça. Fique com algumas dessas manifestações.

Manifestação do Padre Fernando Rebouças

Prezados todos,

Paz e bem! Diz o ditado que a união faz a força. Pois no caso dessa peça sacrílega foi bem assim, graças a Deus. Tenho excelentes notícias:

A empresa "Belini, Pães e Gastronomia"retirou seu patrocínio da peça e pediu desculpas à comunidade católica. Sendo assim, deve cessar nosso boicote a esta empresa. Aliás, do mesmo modo que telefonamos para protestar, seria de bom alvitre telefonarmos para felicitá-los por sua atitude humilde, respeitosa e profissional e comunicar-lhes que com este gesto, cessa o boicote de nossa parte. É importante que nós, católicos, saibamos também usar de reforço positivo sempre que nos depararmos diante de atos virtuosos, pois assim ajudamos a construir uma sociedade melhor. No fim deste e-mail, acrescentei a mensagem do gerente dessa empresa;

O assunto chegou a São Paulo e foi brindado com um artigo muito bem escrito pelo Profº Felipe Aquino da comunidade Canção Nova(vide texto anexo). E quem tiver parentes fora de Brasília, convém alertá-los sobre o que se passou aqui para que essa "peça" não seja apresentada em outro local. Convém alertarmos os irmãos de outros estados;

Tivemos também um pronunciamento a nosso favor por parte do Deputado Federal Henrique Afonso no plenário da Câmara(vide texto no fim deste e-mail). Belo gesto de diálogo ecumênico do Nobre Deputado. Liguemos para seu gabinete para agradecer-lhe por sua solidariedade e parabenizá-lo por sua coragem. Ele fez a parte dele e cabe a nós agora fazermos a nossa. Aliás, a gratidão é um anexo da virtude da justiça. E ser grato faz parte da elegância do Cristão. Portanto, não nos esqueçamos nem dele, nem da Belini. O telefone do gabinete do Deputado é 32155440 e seu e-mail dep.henriqueafonso@camara.gov.br. O da gerência da Belini aparece no fim do texto escrito por seu gerente.

Recebi agora à noite a notícia de que a Arquidiocese, através de Monsenhor Marcony, entrou com processo na justiça e ganhou uma liminar para suspender a peça. Contudo, o oficial de justiça ainda não se apresentou ao teatro. De qualquer maneira, o Sr.Paulo Fernando Melo, da Associação Nacional PROVIDAFAMILIA providafamilia@hotmail.com de Brasília, convida todos a se unirem a ele num aditamento à ocorrência de nº 3953 feita na primeira delegacia de Polícia. Isto significa que a representação individual, a partir do aditamento de cada um passa a ser coletiva e terá, então, muito mais peso. A idéia é de se buscar uma punição exemplar pelo crime cometido e assim desencorajar iniciativas afins. Para maiores detalhes basta entrar em contato com ele no fone 61 99673759 ( Dr. PAULO FERNANDO).Dra Maria José Miranda promotora de justiça, José Maria e Sra Maria Cora já o fizeram.

Louvado seja Deus por estes resultados tão positivos. Gostaria de agradecer por todos os que rezaram e trabalharam nesta causa e ao mesmo tempo mostrar a nossa força, QUANDO NÃO NOS OMITIMOS. Que nos fique na memória esta vitória de todo o orbe católico do D.F. Foram muitos os grupos(Equipes de Nossa Senhora, Comunidade Católica da Unb, Pró-Vida), paróquias, leigos e consagrados que se envolveram.Que Deus abençoe a todos. A campanha na Internet ferveu! E aqui vemos o bom uso que a Internet pode ter, enquanto instrumento de apostolado: a notícia se espalhou como fogo e pudemos agir rápido.

Pudemos ver também que poderíamos ter evitado a exibição de filmes como A Última Tentação de Cristo(há muitos anos atrás), "Je Vous Salue, Marie", Dogma, O Corpo, e tantos outros ofensivos ao Cristianismo. ESTA É UMA PROVA DE QUE PODEMOS EVITAR A APROVAÇÃO DO PL 122, que pode inaugurar no Brasil a perseguição religiosa; A LEI A FAVOR DO ABORTO E A LEI QUE FAVORECE AS PESQUISAS CIENTÍFICAS MATANDO EMBRIÕES HUMANOS. Mas para tanto, precisamos nos instruir sobre as razões pelas quais estas leis ferem as leis de Deus. E buscar estas orientações na Igreja!

Seguem adiante os textos mencionados - e não se esqueçam de abrir o anexo. Continuemos rezando em desagravo ao Sagrado Coração de Jesus pelas pessoas que colaboraram direta ou indiretamente para esta triste peça e também em agradecimento pelos resultados que unidos alcançamos.

Em Cristo e Maria,

Pe. Fernando Rebouças

Manifestação da Belini Pães e Gastronomia

"Meu nome é Luiz e sou gerente executivo da Belini Pães e Gastronomia.

Venho através desta responder seu protesto com relação ao patrocínio de uma peça com um conteúdo muito desapropriado.

Nós havíamos cedido um patrocínio para um Grupo que é responsável por trazer algumas peças teatrais para Brasília.

Portanto, com o intuito de apoiarmos o intercâmbio cultural e difusão de peças que são exibidas em outros centros fora do eixo Brasília, resolvemos dar esse apoio.

Porém, em momento algum nos foi comunicado o conteúdo das peças que seriam trazidas, mesmo porque nunca houve nenhum problema com relação a essas peças que eram trazidas.

Infelizmente, não foi o que ocorreu nesse lastimável episódio, pois nós cuidamos muito da imagem de nossa empresa e sempre ajustamos nossos apoios de acordo com o nosso público e possíveis benefícios que podemos trazer para a sociedade brasiliense.

Portanto, me presto a, pessoalmente, respondê-lo com o intuito de explicar que a Belini, em momento algum, apoia o conteúdo dessa peça e estamos tomando providências para que seja retirado esse patrocínio, indepentende das consequências que possam ser geradas, por quebra de contrato, com a finalidade de nos desculparmos com a sociedade e nosso público por essa falha de análise e comunicação com este Grupo e sua infeliz peça.

Agradeço a manisfestação do senhor e me coloco a disposição para qualquer outro esclarecimento que se faça necessário.

Acrescento, ainda, que já me reuni com os responsáveis pela empresa para que retire nossa marca/ apoio desse evento. Fato esse que já foi feito, porém os panfletos já foram, infelizmente, distribuídos e não há uma maneira de recolhermos todos, apesar de já estarmos fazendo com alguns.

Grato pela atenção e me desculpe pelo incoveninente causado, indiretamente, por nós.

Luiz Guilherme Carvalho

61-33450777 (belini@belini-gastronomia.com.br)

Belini Pães e Gastronomia"

Manifestação do Deputado Henrique Afonso (PT-AC)

O SR. HENRIQUE AFONSO (PT-AC. Sem revisão do orador.) – Sr. Presidente, a cada dia que passa, a liberdade religiosa na construção da nossa democracia está comprometida.

Fiquei estupefado quando fui informado de uma peça teatral que está sendo exibida em Brasília, chamada Nunca fui Santo, que apresenta a Bíblia de forma escarnecedora. Sou presbiteriano. Temos padres nesta Casa e até Deputados que poderiam falar sobre isso, porque a Igreja Católica está sendo afrontada. Objetos de cultos que são sagrados para a Igreja Católica são apresentados da forma mais escabrosa possível. A hóstia sagrada é apresentada como uma camisinha, no cálice vem camisinhas e o vinho sagrado é visto como um vinho vagabundo. O teatro é uma coisa bonita da qual todos nós gostamos, mas não podemos, no contexto da nossa democracia, permitir que manifestações como essa venham colocar em xeque a liberdade que conquistamos historicamente: a liberdade religiosa.

(PRONUNCIAMENTO ENCAMINHADO PELO GABINETE)

O SR. HENRIQUE AFONSO (PT-AC. Pronuncia o seguinte discurso) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, fui informado da apresentação teatral da peça "Nunca fui Santo", contracenado pelos atores Alexandre Ribondi e André Reis no Teatro Goldoni , em Brasília. O texto é um verdadeiro deboche à Cristandade e em especial, a comunidade católica. Como todos sabem, sou presbiteriano, mas não posso aceitar o achincalha mento do sentimento religioso de qualquer religião . A nossa Constituição assevera o respeito a liberdade de expressão, mas não deve ser invocada para cometimento de atos enquadrados como ilícito penal previsto no artigo 208 do Código Penal, ultraje ao sentimento religioso e vilipêndio a objetos sagrados.

Na referida peça, a Sagrada Escritura é motivo de escárnio, com simulação pelos atores de excitação e sexo dos padres ao lerem a Bíblia ,objetos considerados sagrados pela comunidade católica são apresentados com deboche, o cálice com preservativos, a hóstia reverenciada pelos católicos é zombada , o vinho é citado como bebida "vagabunda" e "rala", a figura do sacerdote é apresentada como pedófilo com o Menino Jesus, dentre outras impropriedades que nem valem a pena serem citadas aqui. É inadmissível que num Estado Democrático de Direito em que vivemos, o sentimento religioso das pessoas seja aviltado dessa forma, principalmente na Semana Santa, data máxima da fé cristã.

Lamentamos que a bela arte do teatro seja utilizada de uma forma tão desrespeitosa e sabemos que no fundo mais do que uma simples comédia ou arrecadação comercial lucrativa, está o sentido pedagógico de intimidar a comunidade cristã, e principalmente satirizar e constranger a fé das pessoas. O respeito deve nortear todos os seguimentos da sociedade, não podemos aceitar essa provocação ofensiva e gratuita , que em outros Países ou culturas seria rapidamente repudiada por todos, o que mais me causa espécie é que qualquer demonstração de opinião sobre valores e doutrina cristã que contrariem determinados grupos são rotulados como radicais, conservadores e ultrapassados, mas quando as Igrejas e presbíteros são ofendidos sempre é invocado o direito de opinião.

Não queremos dois pesos e duas medidas, exigimos respeito e principalmente que a lei seja cumprida com todo rigor nesse caso, servindo assim como exemplo, a todos aqueles que acham que podem brincar como Santo nome de Deus, providências já foram tomadas com uma representação policial na 1ª Delegacia de Polícia, feliz iniciativa da destemida Sra. Maria Cora Monclaro de Mello, a quem aproveito para felicitá-la pelo transcurso do seu aniversário de 82 anos essa semana, ela merecia um presente mais apropriado do que ver Nosso Senhor Jesus Cristo ser ultrajado dessa maneira.

Solicito a V.Exa. que esse pronunciamento seja divulgado nos meios de comunicação desta Casa. Era o que tinha a dizer.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: