domingo, 13 de abril de 2008

Evangelho de Domingo - 4º Domingo da Páscoa

Saudações queridos leitores!

Segue abaixo o Santo Evangelho desse domingo, dia do Senhor, com comentários de Teodoro de Mopsuesto.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo João.

Evangelho (Jo 10, 1-10 (4º Domingo da Páscoa))

1Em verdade, em verdade vos digo: Aquele que não entra pela porta no recinto das ovelhas, mas sobe por outro lado, esse é ladrão e salteador. 2Mas aquele que entra pela porta é o pastor das ovelhas. 3É a esse que o porteiro abre, e as ovelhas ouvem a sua voz. Ele chama as suas ovelhas pelos nomes e leva-as para fora. 4Depois de fazer sair todas as que lhe pertencem, põe-se a caminho à sua frente e as ovelhas seguem-no, porque lhe conhecem a voz. 5A um estranho, porém, não o seguirão, mas hão-de fugir dele, porque não conhecem a voz dos estranhos.

6Tal foi o paralelo que Jesus lhes expôs. Eles, porém, não entenderam o que lhes estava a dizer.
7Jesus continuou: Em verdade, em verdade vos digo: Eu sou a porta das ovelhas. 8Todos quantos vieram antes de Mim são ladrões e salteadores, mas as ovelhas não os escutaram. 9Eu sou a porta. Se alguém entrar por Mim, estará salvo; há-de entrar e sair, e achará pastagem. 10O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir. Eu vim para terem a vida e a terem abundantemente.

Palavra da Salvação.

Comentário ao Evangelho do dia feito por:

Teodoro de Mopsuesto (? - 428), bispo de Mopsuesto na Cilícia e teólogo

Comentário de S. João

"O que entra pela porta é o pastor das ovelhas. O porteiro abre-lhe e as ovelhas escutam a sua voz" O porteiro deste redil é o bem-aventurado Moisés, que o estabeleceu sobre os preceitos da Lei para permitir que os que vivem de acordo com essas normas vivam nesse redil com toda a segurança. O pastor [...] conduz os homens como ovelhas às pastagens da boa doutrina, dando-lhes a conhecer o alimento da palavra, aquele com que devem alimentar-se primeiro, e aquele com que devem alimentar-se em seguida. Dá-lhes a conhecer o sentido profundo destas palavras, mostrando-lhes como se devem entender as Escrituras, bem como as doutrinas das quais devem afastar-se, doutrinas essas que talvez outros lhes ensinem, enganando-os, com vista à perda das ovelhas. [...]

«Investiguemos, pois – diz o Senhor aos fariseus – se sois vós ou Eu quem toma a entrada prescrita pela Lei, quem cumpre com zelo os preceitos da Lei, a quem Moisés, o porteiro do redil, abre realmente a porta, a quem ele concede louvores e honras com base nas obras que pratica, que ele declara ser o verdadeiro pastor. Se, no seu livro, Moisés elogia aquele que cumpre os preceitos da Lei, é certo que o cumprimento desses preceitos não se encontra em vós, mas em Mim. [...]

«Sem nada fazerdes que seja útil às ovelhas, vós apenas procurais o que vos é vantajoso. É por isso que não tendes qualquer autoridade para acusar seja quem for. [...] Por Mim, é com direito e justiça que sou chamado pastor, porque comecei por observar a Lei com cuidado; depois, tomei a porta prescrita pela Lei, que Me foi apontada pelo próprio porteiro; e por fim cumpri zelosamente tudo quanto tem de ser feito para o bem das ovelhas.»

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: