quarta-feira, 30 de abril de 2008

Dom Aldo Pagotto, espírita?

Saudações queridos leitores!

Circula pela internet e foi postado como comentário em uma das postagens do Blog, um texto contendo informações muito duvidosas, muitas delas, claramente mentirosas sobre um grande Bispo da Santa Igreja Católica: Dom Aldo Pagotto.

Esse texto, de orientação espírita, começa de maneira chocante, questionando os motivos de a Igreja Católica, sendo detentora da Verdade, optou pelo assassinato de Dom Aldo Pagotto, um bispo que supostamente defende o espiritismo.

Acontece que Dom Aldo Pagotto está vivo! Não entendo como um texto consegue questionar um assassinato de alguém que está vivo! Acompanhem o texto abaixo, em vermelho, com intervenções minhas em preto.

Se a bíblia é a "palavra de Deus", se a mesma "condena o Espiritismo", se a Igreja Católica, é a "única representante de Cristo na Terra", se o "papa" é "infalível". Porque então que com todos estes recursos, para a defesa da Igreja Católica, os seus bispos optaram, pelo assassinato do bispo Dom Aldo Di Cillo Pagotto?

Dom Aldo foi assassinado? Quando, que eu não vi notícia nenhuma? O começo do texto, assim como todo o resto, é um assassinato da lógica, isso sim!

O Bispo Católico Dom Aldo Di Cillo Pagotto, arcebispo do Nordeste, deu uma entrevista ao porograma Espiritismo Via Satélite. Programa este apresentado pelo senhor Alamar Régis Carvalho.

Em primeiro lugar, não existe um "Arcebispo do Nordeste". Como faltam dados na notícia, não dá pra saber a época da suposta entrevista e nem mesmo se essa entrevista é real. Acho que essa é uma "entrevista fantasma", se é que me entendem.

Durante a entrevista, Dom Aldo disse,
li Paulo e Estevão, (obra psicografada por Chico xavier) quem não leu não sabe o que está perdendo. Estive com Chico Xavier e me vi diante de um santo.

Afirmação sem fontes... Tais coisas precisam ser provadas, caso contrário quem faz essa afirmação acaba passando por palhaço...

Durante um encontro da CNBB, em Santa Catarina, um bispo pediu satisfação a Dom Aldo, sobre a referia entrevista. Os ânimos se exaltaram, então os bispos disseram (haviam cerca de quinhentos bispos). Nós tiramos a reencarnação da Bíblia. Precisamos rever esta tese. Nós tiramos a mediunidade da Bíblia. Precisamos rever esta tese.

Mais uma vez o texto faz afirmações muito graves, com ares de certeza, mas que não resistem a um sopro de bom-senso. Se algo com essa gravidade, com quinhentas testemunhas ocorreu, como não há relato algum por aí? Uma notícia assim certamente teria muita divulgação por aí, principalmente pela parte da mídia que adora atacar a Igreja. Seria um prato cheio.

O autor afirma que Dom Aldo disse que "os bispos" retiraram a reencarnação e a mediunidade da Bíblia. Se foi assim, onde estão as versões originais contendo tais doutrinas? Se alegarem que essa versão não existe, como podem dizer que existiram? Se por acaso tais doutrinas foram retiradas pelos atuais bispos, onde estão explícitas em todos bilhões de exemplares da Bíblia que foram impressos antes deles? É uma argumentação absurda.

Entusiasmado com o fato, o Senhor Alamar promoveu com o auxílio da USE, União das Sociedades Espíritas, O 1° Encontro Espírita do Estado de São Paulo ENCOESP. Encontro este que seria realizado, em Janeiro de 2001 no Anhembi. Estes mesmos Bispos pretendiam fazer, uma reforma no Cristianismo, a partir do Brasil, e apresentar ao mundo o Espiritismo, com sendo o Cristianismo redivivo.

Esse encontro realmente ocorreu em 2001. Mas não havia notícia nenhuma sobre qualquer envolvimento de autoridades Católica, exceto pelo padre Luiz Fernando (Pastoral da Comunidade Negra –SP), de quem eu sinceramente nunca ouvi falar, mas pelo que pude ver na internet, é defensor da inculturação, celebrando "missas Afro". Fora isso, a própria página referente ao encontro não menciona nada sobre presença de bispos e sobre as intenções d

O senhor Alamar disse inclusive, que os espíritas que fossem ao encontro, ficariam surpresos. Pois o Anhembi estaria lotado de bispos da igreja católica, pois participariam do evento, bispos do Brasil e do mundo. Estavam convidados para serem os palestrantes, Dom Aldo Di Cillo Pagotto, o padre José Linhares Pontes, que é ou era deputado federal pelo Ceará, e o pastor protestante Nehemias Marien. Só Dom Aldo Pagotto não pode ir. O motivo pelo qual Dom Aldo não pode comparecer, foi que trinta por cento daqueles bispos, que estavam no encontro da CNBB em Santa Catarina, disseram: Se for para a acabar com a Igreja Católica, vai ter sangue no Anhembí. Ameaçando assim matar a tiros de metralhadora Dom Aldo Pagoto, caso ele compareçesse ao evento.

A afirmação do tal Alamar também carece de fontes. Uma informação claramente mentirosa é a de que o Padre José Linhares Pontes, que eu também não conheço, compareceu ao evento, pois como já disse e está acessível aqui, o único "católico" presente era o tal Padre Luiz Fernando.

A parte mais incrível to texto vem logo abaixo, onde consta que após uma discussão exaltada, Dom Aldo foi ameaçado de morte por tiros de metralhadora! Fico matutando sobre a imaginação pitoresca do autor do texto, que beira os níveis de Dan Brown, para falar algo assim sem a menor prova. Tem que ter muita cara de pau mesmo.

Houve uma reunião de emergência, pensaram ou em chamar a polícia, ou avisar a imprensa. Foi decidido então que era cedo, para os bispos fazerem tal afirmativa, a respeito da doutrina espírita. O Dom Aldo recuou, e o evento não aconteceu da forma como havia sido previsto. O senhor Alamar Régis Carvalho é hoje presidente da Rede Visão de TV.


Sei, entendo... depois de tudo que aconteceu, decidiram deixar tudo pra lá e absolutamente ninguém vazou o fato até agora. Não sei como tem gente que consegue acreditar nisso.

Enviei um e-mail a Dom Aldo Pagotto perguntando sobre os fatos narrados nesse texto. Assim que tiver uma resposta, postarei no blog.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

11 comentários:

marcos disse...

eu preciso de uma ajuda espiritaeu acho que o corpo do falecio roberto marinho esta em mim ele nao desencarnou ele esta em mim por que eu tenho saudade da tv globo ele esta usando meu corpo

Anônimo disse...

A MAIOR LIÇÃO QUE RECEBI, FOI ACOMPANHAR O DESEJO DE BETO CARRERO APÓS SUA SUBIDA AO PLANO SUPERIOR. DEIXOU REVELADO SEU SEGREDO EM LANÇAR VIRGINIA DE MAURO QUE ACABA DE PRODUZIR COM APOIO DE JULIANA MURAD E WLADIMIR SPERNEGA (AMIGO A 50 ANOS DE BETO CARRERO) E O CINEASTA CARLOS DIAS. O DOCUMENTÁRIO "O MUNDO ENCANTADO DE BETO CARRERO QUE, ACOMPANHA O CD TÃO DESEJADO PELO COWBOY E UM LIVRO, MESMO TITULO DO FILME. ISTO PROVA QUE OS ANJOS E DEUS, ESTÃO AO LADO DAS CRIANÇAS. podemos assistir parte do filme no YOUTUBE na sessão TRAPINHAS. eE VISUALIZAR A CAPA DO FILME DE BETO CARRERO COM "VIRGINIA DE MAURO NO SITE www.redecarlosdias.com.br AGORA BETO CARRERO ESTÁ FELIZ E FICO FELIZ TER PARTICIPADO DE SUA VONTADE ESPIRITUAL DEVIDAMENTE COMPROVADA. PORQUE LÁ ONDE ELE ESTÁ, SEM DÚVIDA É IGUAL AQUI E UM DIA TODOS VAMOS NOS ENCONTRAR. E vejam A MUSICA SINAL DE DEUS no site: www.clubedoscompositores.com.br AUTORIA "EDDY BULLOCK ouça O CAVALO MAIS FAMOSO DO BRASIL. QUE HINO ESPIRITUAL

Luiz Mario disse...

"QUEM TEM TELHADO DE VIDRO, NÃO ATIRA PEDRA NO TELHADO DOS OUTROS"

A todos aqueles que afirmam ser a bíblia a palavra de Deus

À bíblia não é o velho ou o novo testamento, nem parte do velho ou parte do novo, é toda ela. Quando se afirma ser a palavra de Deus, estamos colocando aí, o conteúdo todo. Tal afirmativa é um desrespeito à grandiosidade da criação. Dizer que a bíblia é a palavra de Deus é uma afirmativa canalha, mentirosa, sem-vergonha, e perigosa. Perigosa sim, imaginem a cena: Após terem assassinado um filho desobediente, os obedientes à palavra de Deus, vão dizer, é a palavra de Deus. Quem disse isso? Pergunta a polícia, eles respondem, foi o padre/pastor. Mesmo que o dito cujo não vá para a cadeia, ainda assim responderá perante a justiça Divina, pois terá sido aí, co-autor deste assassinato. Quem afirma ser à bíblia a palavra de Deus, ou seja, o conteúdo todo, Deuteronômio, 21: 18-21, é: Um ignorante ao extremo "burro", um homicida em potencial, ou, um "cara de pau". Diz o ditado, que: Quem tem telhado de vidro, não atira pedra no telhado dos outros. Quando os senhores que afirmam que o Espiritismo não é cristão, admitirem publicamente, através da mídia, televisiva, radiofônica e escrita que: A bíblia não é a palavra de Deus, e sim um documento histórico, que contém contradições, e atrocidades, e que foi adulterada ao longo dos séculos. Aí sim os senhores terão moral para questionarem se: O espiritismo é ou não cristão. Do contrário, esqueçam o espiritismo. Kardec foi humilde ao afirmar que: "Se algum dia a ciência provar que o Espiritismo, está errado em determinado ponto, abandone este ponto, e siga à ciência". E os senhores padres e pastores, são humildes quando afirmam que à bíblia, é a palavra de Deus??? Eu quero aqui fazer-lhes um desafio: Se os senhores me mostrarem no Pentateuco Espírita, algo que instiga o ser humano ao assassinato do semelhante, como esta passagem, Deuteronômio, 21:18- 21, eu rasgo o Pentateuco. Antes eu dizia que rasgaria e me converteria à bíblia. Hoje não digo isso, pois percebi que tal afirmativa, não faz sentido, seria como: Trocar o estragado pelo podre. Hoje eu afirmo que: Nós espíritas devemos parar de fingir, que acreditamos que os senhores são ignorantes, e os senhores, por sua vez, devem parar de fingir que, acreditam que à bíblia é a palavra de Deus. Mas se os senhores querem insistir em afirmar que o Espiritismo não é cristão, ou seja: Na suposta superioridade da bíblia sobre o espiritismo. Então, lhes dou uma sugestão, para os senhores divulgarem na mídia, televisiva, radiofônica e escrita, o conteúdo abaixo. Duvido que tenham coragem, para tanto.

Sugestão:


O Espiritismo não instiga seus seguidores ao assassinato dos semelhantes.

A palavra de Deus que é inerrante, portanto totalmente confiável, em Deuteronômio, 21: 18-21, instiga-nos ao assassinato dos nossos semelhantes. Sabedores que somos da inerrância da mesma, precisamos não apenas divulgá-la, mas também vivenciá-la. Portanto quando um filho nosso, desrespeitar-nos, obedeçamos então à palavra do Eterno. Levando-o aos anciãos da cidade, para que todos os homens da cidade, obedientes à palavra de Deus, matem-no à pedradas.

Luiz Mario disse...

A BÍBLIA CONDENA O ESPIRITISMO?

As palavras, Espiritismo e Médium Espírita, não existiam no hebraico na época de Moisés, como não existem até hoje. Como podem então, estas mesmas palavras estarem na Bíblia? Porque foram colocadas lá?

Observe agora, as traduções feitas pelas seguintes Bíblias:

* 35ª Edição da Bíblia, realizada pelo Centro Bíblico Católico, Editora Ave Maria:

“ Quando tiveres entrado na terra que o Senhor, teu Deus, te dá, não te porá a imitar as práticas abomináveis da gente daquela terra. Não se ache no meio de ti quem faça passar pelo fogo seu filho ou sua filha, nem quem se dê à adivinhação à astrologia, aos agouros, ao feiticismo, à magia, ao espiritismo, à adivinhação ou a evocação dos mortos.”

Testemunhas de Jeová:

“ Quando tiveres entrado na terra que Jeová, teu Deus, te dá, não deves aprender a fazer as coisas detestáveis dessas nações. Não se deve achar em ti alguém que faça seu filho ou sua filha passar pelo fogo, alguém que empregue adivinhações, algum praticante de magia ou quem procure presságios, ou um feiticeiro, ou alguém que prenda outros com encantamentos, ou alguém que vá consultar um médium espírita, ou um prognosticador profissional de eventos, ou alguém que consulte os mortos.”

Se os Umbandistas, não omissos em relação à sua crença, conseguiram fazer com que a Justiça proibisse dos chamados "pastores" a denegrirem a sua imagem, colocando inclusive gente na cadeia aqui na Baixada Santista, quando tentaram acabar com a manifestação deles à beira da Praia Grande aqui, sem que com isto fossem violentos, exigindo também, POR LEI, o direito de resposta nas televisões deles, porque nós os espíritas tão, "bonzinhos", tão "humildezinhos", tão "caridosozinhos" não podemos fazer o mesmo? E o livro do Padre Jonas Abib continua aí, à venda, sugerindo que os seus fiéis exterminem os espíritas, bem como o livro do Edir Macedo "Orixás", "Caboclos" e "Guias", recomenda exatamente a mesma coisa, numa verdadeira pregação nazista. E ninguém fala nada neste país? Aí eu pergunto, porque nós espíritas não fazemos a mesma coisa? Porque espíritas do calibre de Alamar Régis Carvalho, presidente da Rede Visão de TV, Severino Celestino da Silva, autor do livro Analisando as Traduções Bíblicas, e Jorge Rizzini entre outros, este último defendeu brilhantemente a Doutrina, nos anos sessenta no caso das Materializações de Uberaba, não promovem um movimento, para que seja criada uma lei, que proíba que as Bíblias, sejam impressas contendo tais palavras? Claro que não seria uma coisa ditatorial. Os nossos adversários teriam direito a defesa, enfrentando-nos em um debate. Porque somos tão omissos? Medo? Negligência? Falta de amor suficiente pela doutrina? Espíritas do Brasil manifestem-vos.

Luiz Mario disse...

A CNBB CONDENA O ESPIRITISMO?

Se a Bíblia é a "palavra de Deus", se a mesma "condena o Espiritismo", se a Igreja Católica, é a "única representante de Cristo na Terra", se o "papa" é "infalível". Porque então com todos estes recursos, para a defesa da igreja, seus bispos optaram pelo assassinato do bispo Dom Aldo Di Cillo Pagotto?

O texto abaixo foi extraído da palestra, "Reflexos da Divulgação do Espiritismo", de Alamar Régis Carvalho. Esta palestra está gravada em fita, e encontra-se à disposição do público na biblioteca da Federação Espírita do Estado de São Paulo.

O Bispo Católico Dom Aldo Di Cillo Pagotto, arcebispo do Nordeste, deu uma entrevista ao programa Espiritismo Via Satélite. Programa este apresentado pelo senhor Alamar Régis Carvalho. Durante a entrevista, Dom Aldo disse li Paulo e Estevão, (obra psicografada por Chico Xavier) quem não leu não sabe o que está perdendo. Estive com Chico Xavier e me vi diante de um autentico santo. Durante um encontro da CNBB, em Santa Catarina, um bispo pediu satisfação a Dom Aldo, sobre a referida entrevista. Os ânimos se exaltaram, então os bispos disseram: Nós tiramos a reencarnação da bíblia, precisamos rever esta tese. Nós tiramos a mediunidade da bíblia, precisamos rever esta tese. Entusiasmado com o fato o Senhor Alamar promoveu com o auxílio da USE, União das Sociedades Espíritas, O 1° Encontro Espírita do Estado de São Paulo ENCOESP. Encontro este que seria realizado, em Janeiro de 2001 no Anhemi. Este encontro teria a participação dos bispos da Igreja Católica brasileira, bispos estes que: Pretendiam fazer, uma reforma no Cristianismo, a partir do Brasil, e apresentar ao mundo o Espiritismo com sendo o Cristianismo redivivo. O senhor Alamar disse inclusive, que os espíritas que fossem ao encontro, ficariam surpresos, pois o Anhembi estaria lotado de bispos católicos. Estavam convidados para serem os palestrantes, Dom Aldo Di Cillo Pagotto, o padre José Linhares Pontes, que é ou era deputado federal pelo Ceará, e o pastor protestante Nehemias Marien. Só Dom Aldo Pagotto não compareceu, o motivo foi que, trinta por cento dos bispos católicos brasileiros, disseram: Se for para acabar com a Igreja Católica, vai ter sangue no Anhembi. Ameaçando assim, assassinar a tiros de metralhadora, Dom Aldo Di Cillo Pagotto, caso este fosse ao evento. Houve uma reunião de emergência, pensaram em chamar a polícia, e avisar a imprensa. Foi decidido então que a idéia precisava amadurecer, para posteriormente então os bispos entrarem com toda a força, para fazerem a reforma no cristianismo. Dom Aldo recuou, e o evento não aconteceu da forma como havia sido previsto. Alamar Régis Carvalho é hoje, dono da Rede Visão.

Luiz Mario disse...

LIBERTE-SE DO CATOLICISMO ROMANO

Extraído do livro

Crianças e suas Vidas Passadas

De Carol Bowman

A parte em itálico, é de responsabilidade do dono deste blog

A crença na reencarnação elimina o medo do inferno eterno que a igreja emprega para disciplinar, dominar seu rebanho seus subjugados. Em outras palavras, a reencarnação mina a autoridade e o poder da igreja dogmática. Não foi à toa que deixou os defensores da fé tão preocupados.
Apesar do decreto de 553, "quando o Imperador Justiniano mandou matar mais de um milhão de reencarnacionistas"
a crença na reencarnação persistiu. Foram precisos mais de mil anos e muito derramamento de sangue para reprimir completamente a idéia. No início do século XIII, os cátaros, uma seita de cristãos que acreditavam na reencarnação, florescia na Itália e no sul da França. O papa montou uma cruzada para erradicar aquela heresia, e meio milhão de pessoas foram massacradas inteiras de uma só vez sendo os cátaros completamente eliminados. Esse expurgo foi precursor da brutal inquisição que começaria logo depois. Não apenas a simples crença na reencarnação era causa para uma perseguição, como a crença em qualquer idéia metafísica que ficasse fora das fronteiras dos dogmas da igreja. A mortífera eficiência da inquisição mostrou-se eficaz. A perseguição pela igreja institucional amedrontou a psique coletiva rodeando-nos com uma grade invisível, que separa o que é permitido do que é perigoso acreditar. Desde então, as pessoas que nutrem idéias proibidas aprenderam a manter seus pensamentos guardados. Nossa memória cultural ainda carrega o medo das represálias por ligação declarada com práticas ocultas, o uso de poderes psíquicos ou a crença na reencarnação. Eis aqui a origem do comportamento duplo. Não é à toa que muitas pessoas hoje acreditam em reencarnação no âmbito privado, mas temem afirmá-lo em público, com medo de serem consideradas estranhas, o nome moderno da heresia. Talvez entendendo de onde vêm o medo, possamos acabar com seu controle, do catolicismo romano sobre nós e derrubar a grade invisível. Assim quando nossos filhos falarem de vidas passadas poderemos seguir nossos corações e não nossos temores, e acreditar neles.

Andrea disse...

É incrível a cegueira dessa gente!

Muito bom esse post, Fernando!

Anônimo disse...

Olha amigo,
acho que deveria estudar mais antes de sair por aí postando em blog.
Sento em qualquer momento, para conversarmos e debatermos presença de trechos da biblia com fatos que corroboram a reencarnação, ou se achar melhor, paligenesia (palavra contida na biblia), e fenômenos mediunicos.
Agora, não discuto nem debato Evangelhos Apócrifos. Se é que você sabe o que são Evangelhos Apócrifos.
Só uma coisa, se aceitar o convite, estude um pouquinho, ok!?
Meu e-mail é: samirabdalla@gmail.com

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Ygor Lira disse...

ASSISTAM ESSE VÍDEO DO YOUTUBE
http://youtu.be/ilhQxoayEnc


AS AFIRMAÇÕES DE QUE:

"Dom Aldo disse, li Paulo e Estevão, (obra psicografada por Chico xavier) quem não leu não sabe o que está perdendo. Estive com Chico Xavier e me vi diante de um santo."

TEM FONTES SIM, BASTA ASSISTIREM O VÍDEO

Amigo não caia no mesmo erro de Saulo de Tarso, siga o conselho de Dom Aldo Pagotto e leia Paulo e Estavam.

Muitos outros grandes Padres e Freiras derramam elogios sobre Chico Xavier, maioria não divulga abertamente para evitar a IRA dos ainda intolerantes, mas cedo ou tarde todos acabamos caindo do cavalo e enxergando a escuridão da ignorância que nos rodeia, então estaremos prontos para recomeçar com o "Espírito que Vivifica."

PAZ!

van dantas disse...

Deus não condena o espiritismo tdo isso foi colocado para que o povo seguisse certos mandamentos manipulados pelas igrejas ctólicas e protestantes, mtos na sua maioria são beatos de igreja, que creem em que tudo lhes dizem, são um monte de pessoas na ignorância, na cegueira ainda nos tempos de hj, isso é inadmissível, PORQUE eles não metem o pau em CHICO xXAVIER e outros, em buda etc, PORQUE essas pessoas que falam mal de alguém sem nunca tê-la conhecido, ou de uma instituição religiosa tbm sem nunca ter ido lá. esse tipo de gente não merece a mínima credibilidade, mais cedo ou mais tarde, quando novas consciências habitarem nosso planeta verão toda estupidez dessa geração arcaica não tds , mas sua maioria sim. CARA antes de vcs falarem mal do espiritismo, olhem-se no espelho e vejam quem vcs são e o que estão fazendo pelos seus semelhantes...