domingo, 30 de março de 2008

Na Suíça obrigariam a médicos e enfermeiros a aprender a assistir eutanásias

Saudações queridos leitores!

Não é só por aqui que vemos mudanças ad hoc nas leis. Fiquem com ACI, volto depois.

Na Suíça obrigariam a médicos e enfermeiros a aprender a assistir eutanásias

.- Uma medida introduzida por deputados suíços obrigaria a médicos e enfermeiros do país a treinar-se na prática da eutanásia. A eventual normal exigiria que este procedimento seja uma disciplina obrigatória na formação do pessoal sanitário.

Conforme informaram agências de imprensa, embora na Suíça a eutanásia não é legal, os parlamentares consideram que médicos e enfermeiros devem aprender estas técnicas porque em algum momento de sua carreira poderiam enfrentar esta situação.

Entretanto, o presidente da Sociedade de Medicina Geral da Suíça, Jacques de Haller, rechaçou a proposta porque "a ajuda ao suicídio" não é parte da atividade médica.

Na Suíça, os pacientes com enfermidades terminais podem receber drogas que causarão sua morte, mas as devem ingerir voluntariamente.

Voltei. Podemos deduzir muito bem o que esses deputados querem. Eles estão tentando antecipar uma eventual aprovação da eutanásia na Suíça. Mas para que lhes seja poupado tempo, querem que os médicos já saiam da Faculdade sabendo praticar esse procedimento.

Em suma: os deputados querem que os futuros médicos suíços saiam da Faculdade sabendo praticar um crime! Estão tentando aprovar o ensino da prática criminosa primeiro para depois tentar descriminalizá-la! Essa moral nefasta é a mesma que tenta aprovar o aborto e é a mesma que tenta calar quem quer que tente se opor a seus planos!

Não se iludam caros leitores, por aqui tem muita gente que quer que as coisas sigam também por esse caminho. Se nunca fizeram algo parecido por aqui não é por que não querem, mas sim porque não podem.

Cabe a nós continuarmos vigilantes e rezar muito para que a cultura da morte não tenha lugar no nosso mundo.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: