terça-feira, 11 de março de 2008

Contra o aborto, igreja usa réplica de feto durante missa

Saudações queridos leitores!

Genial! Assim que eu resumo a nova estratégia das Igrejas no Rio de Janeiro para combater o aborto. Fiquem com reportagem da Folha Online (fonte aqui), volto depois.

Contra o aborto, igreja usa réplica de feto durante missa da Folha Online

Em nova ofensiva contra o aborto, a Igreja Católica do Rio passou a usar fetos de resina e vídeos durante missas e palestras, informa reportagem de Malu Toledo e Johanna Nublat publicada na edição desta terça-feira da Folha de S.Paulo (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL).

"Em paróquias do Rio, como a Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, zona sul, uma almofada com a escultura de um feto é levada até o altar nas missas dominicais e é mostrada entre os freqüentadores. Na igreja Santa Margarida, na Lagoa, o "feto' está dentro de um vidro com gel, como se tivesse na placenta, exposto no altar", afirma a reportagem.

No total, foram confeccionados 600 bonecos em forma de feto para serem distribuídos nas 264 paróquias da cidade e usados nas missas de domingo durante a Quaresma. O combate ao aborto é tema da campanha da fraternidade deste ano da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). O lema é "Escolhe, pois, a vida".

Mais polêmica é a exibição de quatro vídeos com cenas reais de fetos sendo retirados de mulheres. Neles, médicos descrevem como é feito o procedimento.

Em Ipanema, uma trilha sonora dramática acompanha uma das imagens mais chocantes: um feto sendo arrancado pela cabeça.

Voltei. Chocante, né? É chocante mas é a mais pura verdade. É muito fácil pensar em abortar com aquela visão da pobre jovem que não está preparada para a maternidade, ou que então foi vítima da lamentável violência sexual.

Mas ninguém pensa que durante o aborto o que acontece é o extermínio de uma vida. Vida essa que é inocente e que muitas vezes é dilacerada por puro egoísmo. O que a Igreja faz nesse caso é simplesmente mostrar o lado do aborto que os abortistas fingem não existir.

Que Deus nos livre da maldição do aborto!

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: