quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

MP conclui que Lancellotti foi vítima de extorsão

Saudações queridos leitores!

O Padre Júlio Lancelotti sumiu da mídia, mas seu caso não. Fiquem com notícia do Terra (fonte aqui).

MP conclui que Lancellotti foi vítima de extorsão

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) concluiu, em parecer enviado ao juiz da 31ª Vara Criminal de São Paulo (Barra Funda), Caio Farto Salles, que o padre Júlio Lancellotti foi vítima de extorsão. A conclusão é a mesma do inquérito da Polícia Civil, que encerrou as investigações em novembro do ano passado. A informação é da rádio CBN.

Júlio Lancellotti diz ter sido vítima de extorsão de uma quadrilha formada pelo ex-interno da Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor (Febem) - atual Fundação Casa - Anderson Batista, a mulher dele, Conceição Eletério, e os irmãos Evandro e Everson Guimarães.

O padre Lancelotti disse à polícia que teve de repassar a Batista cerca de R$ 80 mil. A defesa do ex-interno afirma que Batista teria recebido do padre mais de R$ 600 mil durante oito anos e que eles mantinham relações sexuais.

O MP concluiu no parecer que não resta dúvida que os acusados associaram-se em quadrilha com a finalidade de extorquir a vítima. O processo corre em segredo de Justiça.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: