domingo, 6 de janeiro de 2008

Congresso em Aparecida chama a conclamar valor da vida e da família

Saudações queridos leitores!

Em Aparecida ocorrerá nos dias 6 a 10 de fevereiro o I Congresso Internacional em Defesa da Vida. Fiquem com notícia de ZENIT, volto depois.

Congresso em Aparecida chama a conclamar valor da vida e da família

Santuário acolhe I Congresso Internacional em Defesa da Vida, de 6 a 10 de fevereiro

TAUBATÉ, domingo, 6 de janeiro de 2008 (ZENIT.org).- «Em meio aos desafios da atualidade, a Igreja é chamada a conclamar o valor da família e da vida humana, posicionando-se em favor dos mais fragilizados», afirmou Dom Carmo João Rhoden, bispo de Taubaté (São Paulo, sudeste do Brasil).

O bispo falou no contexto dos preparativos para o I Congresso Internacional em Defesa da Vida, que acontecerá no Santuário de Aparecida (170 km de São Paulo), de 6 a 10 de fevereiro.

Dom Carmo é o presidente da Comissão Diocesana em Defesa da Vida, que presidirá os trabalhos do Congresso.

O evento tem início na Quarta-Feira de Cinzas, com a abertura da Campanha da Fraternidade da Igreja no Brasil, que terá como tema: «Fraternidade e Defesa da Vida», e o lema «Escolhe, pois, a Vida!».

O Congresso reunirá importantes especialistas em bioética e lideranças mundiais pró-vida, que atuam junto com a Igreja, a Human Life International e outros organismos internacionais em defesa da família e da vida humana.

Entre os palestrantes, constam Monsenhor Michel Schooyans (Membro da Pontifícia Academia para a Vida e Professor Emérito da Universidade de Louvain – Bélgica); Pe. Tomas J. Euteneuer (Presidente da Human Life International – Front Royal, Estados Unidos); Prof. Dr. Daniel Serrão (Membro da Pontifícia Academia para a Vida – Porto – Portugal); Dom Antônio Augusto Dias Duarte (Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro – Brasil, que também é médico); além de outras personalidades.

Na ocasião, será aprovada a «Declaração de Aparecida em Defesa da Vida», texto que está sendo elaborado conjuntamente por expressivas autoridades internacionais em bioética.

O evento conta com o apoio da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), CELAM (Conselho Episcopal Latino-Americano), Arquidiocese de Aparecida, Arquidiocese de Brasília e diferentes entidades pró-vida.

Segundo Dom Carmo Rhoden, «hoje são tantos os atentados contra a família e a dignidade da pessoa humana, que urgem ações que visam afirmar uma ‘cultura da vida’ e da solidariedade».

«Quando em todo o mundo vamos assistindo a uma ‘conjura contra a vida’, de dimensões cada vez mais abrangentes, não podemos, enquanto cristãos e comunidade de fé, estar omissos», disse o prelado.

«Queremos que a Campanha da Fraternidade de 2008 responda ao apelo da Igreja, especialmente a partir da encíclica Evangelium Vitae, por uma mobilização intensa e consciente pelos valores da família e da promoção da pessoa humana», disse o padre Ethewaldo Naufal L. Júnior, presidente-executivo do Congresso.

Segundo o sacerdote, é preciso estimular «uma cultura da vida que estabeleça redes de solidariedade capazes de deter o avanço de toda espécie de violência e ameaça contra a vida humana, desde a concepção até o termo natural».

«Será um momento importante de congraçamento das lideranças pró-vida que atuam em diversos países, buscando fortalecer assim o intercâmbio de idéias e experiências que permitam um trabalho conjunto e articulado na luta pela defesa da família e da vida humana, especialmente no âmbito legislativo», destacou o professor Hermes Rodrigues Nery, coordenador-geral do Congresso.

As inscrições para o I Congresso Internacional em Defesa da Vida poderão ser feitas pelo e-mail: hrneryprovida@uol.com.br. Outras informações e programação constam no site http://www.diocesedetaubate.org.br.

Fonte aqui.

Voltei. É de suma importância que façamos ouvir em todos os setores da sociedade o clamor do povo em favor da Vida. Os defensores da cultura da morte, os abortistas, estão trabalhando. Quem puder comparecer, marque presença em mais esse evento em defesa da vida.

Que Deus nos livre da maldição do aborto!

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: