terça-feira, 27 de novembro de 2007

Bispos Anglicanos rompem por discordar do apoio a uniões homossexuais

Saudações queridos leitores!

Fiquem com notícia da ACI, volto depois.

Dois bispos anglicanos abandonam ramo canadense por apóio a uniões homossexuais

.- Os anglicanos canadenses viram partir, em uma semana, dois proeminentes bispos que decidiram abandonar este ramo da comunhão anglicana em protesto pelo apoio que dá às práticas e uniões homossexuais.

Malcolm Harding, bispo retirado de Manitoba decidiu filiar-se à Província Anglicana do Cone Sul que opera na América do Sul.

"Perdi a esperança na reforma dentro da igreja anglicana do Canadá. Dou-me conta que não podemos ter unidade a preço da verdade. Não posso em consciência seguir o caminho que segue a igreja anglicana do Canadá, tão longe do histórico ensinamento cristão e a prática anglicana", manifestou Harding em uma declaração oficial.

Sua saída ocorreu poucos dias depois que o bispo Donald Harvey de Eastern Newfoundland e Labrador, anunciou a mesma decisão.

Voltei. A falta de unidade doutrinária, falta de uma autoridade superior no protestantismo em geral é o que permite a existência de mais de 50.000 seitas mundo afora. A atitude dos dois anglicanos é reflexo disso. Em uma eventual discordância, nada impede que um protestante funde uma "igreja" de acordo com suas convicções pessoais e se diga correto.

Um grande paradoxo, visto que Deus é apenas um e que Sua palavra é imutável. A aceitação de duas ou mais verdades contraditórias é um paradoxo explicado pela DDRL (ver postagem abaixo).

Deus queira que eles acordem e venham para a Igreja Católica.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: