quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Papa concede título de 'monsenhor' a padre Jonas

"Monsenhor Jonas Abib". Esta é a assinatura que o fundador da Comunidade Canção Nova, padre Jonas Abib, vai assumir a partir do dia 17 de outubro. O Papa Bento XVI concedeu ao sacerdote o título que é dado a padres que se destacam por relevantes serviços prestados à Igreja e ao povo de Deus em suas dioceses. O bispo de Lorena (SP), Dom Benedito Beni dos Santos, foi quem fez o pedido em abril deste ano.

"Padre Jonas, com a Canção Nova, está levando a nossa diocese para todo o mundo e chamando o povo de Deus a ser missionários e discípulos de Jesus Cristo", testemunha o coordenador de Liturgia na diocese, padre Rivelino Nogueira.

O título de "monsenhor" indica reconhecimento e respeito.

Não são os trabalhos do padre Jonas que vão mudar, mas a forma de tratamento dada a ele e as suas vestimentas. Os ornamentos da batina preta (frisos, faixa e botões), que antes eram de cor preta, passam a ser roxos. Sobre a cabeça, o sacerdote vai poder utilizar um gorro com três prismas, simbolizando a Santíssima Trindade.

A entrega do título está marcada para quarta-feira, dia 17, às 20h, numa Missa na sede da Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP). A celebração é aberta aos fiéis que, nesta mesma data, também vão festejar os 10 anos do Projeto Dai-me Almas.

Atualmente, a diocese de Lorena conta com dois monsenhores: Monsenhor Francisco Cândido da Silva, que recebeu o título pelos 50 anos de sacerdócio, e Monsenhor João Bosco de Carvalho, vigário geral da diocese.

O título de Monsenhor
Pelo Sacramento da Ordem, não há nenhuma diferença entre padre, cônego ou monsenhor. Todos são ordenados no segundo grau desse sacramento e são presbíteros do povo de Deus.

Hoje, os títulos de cônego e monsenhor são honorários e não indicam a posse de nenhum cargo ou posição na Igreja. Antes das reformas conciliares, eles formavam o cabido diocesano para a função de conselheiros do bispo, o governo da diocese durante a vacância e o esplendor das funções litúrgicas na catedral. Hoje, o bispo conta com diversos conselhos, que são formados por representantes de todo o clero e do laicato.

Não contam os títulos, mas a disposição para o serviço comum e comunitário da evangelização. Hoje, cônego e monsenhor são títulos de homenagem e reconhecimento por serviços prestados à Igreja. Além disso, o título de monsenhor é também usado para o padre que foi eleito bispo. Enquanto ele não é ordenado bispo, é chamado de monsenhor.

Fonte: http://www.cancaonova.com/portal/canais/pejonas/informativos.php?id=732

Deixo aqui os meus parabéns ao Monsenhor Jonas Abib, juntamente de minhas humildes orações e os melhores desejos para ele e para a sua obra tão grandiosa que tantos frutos nos dá, a Canção Nova.

Fiquem com Deus e divirtam-se,
Fernando.

Nenhum comentário: